dcsimg

Carro compartilhado – a evolução para mobilidade

O compartilhamento de automóveis vem crescendo e mudando de perfil desde que surgiu no cenário mundial. Afinal para que possuir um carro se você pode ter centenas à sua disposição?

Especialistas em mobilidade urbana, como a Dra. Susan Shaheen, da Universidade de Berkeley, afirma que estamos vivendo uma era de mobilidade compartilhada, onde novos modos de serviços de transporte alternativo vão trazer grandes mudanças. Isto está acontecendo em razão das mudanças demográficas, das novas atitudes da sociedade em relação à propriedade nos países de primeiro mundo e avanços na tecnologia móvel. A tendência é que o compartilhamento cresça rapidamente e se torne mais frequente em todo o mundo.

Clique aqui e faça o primeiro passo para o seu seguro auto em 30 segundos.

A partilha de carro permite que algumas famílias possam ter apenas um carro, em vez de dois ou três. Também há clientes que renunciam à posse de um carro completamente, usando as variações dos serviços de carro compartilhado para escolher um veículo adequado a uma determinada tarefa e localização. Para alguns dá a chance para dirigir e experimentar um carro diferente. Nos Estados Unidos, por exemplo, já existe a possibilidade de experimentar um carro elétrico que já está disponível e se planeja comprar.

Como funciona o carro compartilhado no Brasil

Como funciona o carro compartilhado no Brasil

Apresentado em várias modalidades, esse é um novo conceito de negócio, que está chegando ao Brasil, através de algumas start-ups.

É o caso da Fleety, que iniciou suas atividades em 2014, primeiro em Curitiba, mas hoje já funciona em São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis, com 5.000 carros disponíveis e 25 mil clientes. Outra empresa, a Pegcar, começou a funcionar em São Paulo e conta com 250 veículos e 6.000 clientes.

No Brasil, ainda não existem serviços de carro compartilhado com frota própria ou carros compartilhados oferecidos pelos próprios fabricantes. Aqui o sistema de carro compartilhado funciona com um cadastro de veículos, ligado aos sites que abrigam o sistema. O proprietário aluga seu carro por um período que varia de horas, dias ou mesmo semanas. O dono e o locatário negociam o valor diretamente e o pagamento pode ser feito com cartão de crédito, nos sites das empresas intermediárias.

Quem tem carro mas não usa muito pode aderir à ideia de não deixar um carro parado na garagem, mas transformá-lo em uma fonte de renda interessante. Quem só usa carro de vez em quando pode preferir alugar o carro de outra pessoa do que comprar um.

Aproveite e faça a cotação do seu seguro auto!

Um site como a Fleety estabelece as regras para a locação, exigindo do locatário uma cópia da carteira de habilitação, número do cartão de crédito e eventualmente outros documentos para aprovar o cadastro.

A Pegcar faz o cadastro para quem tem CNH válida, com mais de dois anos. O condutor deve ter mais de 21 anos e menos de 2 sinistros no último período de dois anos.

O preço varia conforme o modelo do carro, sendo que os populares, como o Fox e o Ford Ka são os mais em conta.

Para quem aluga também há exigências, como ter o veículo com menos de 10 anos de fabricação, estar segurado, com documentação em dia, em ordem com a manutenção e não ter sido modificado em relação ao modelo original.

As empresas intermediárias oferecem cobertura de seguro especial pra o período do aluguel, cobrindo o valor do carro em caso de colisão, roubo, furto e incêndio. Também há atendimento em caso de panes. A franquia, em caso de sinistro, quem paga é quem aluga, que também deve assumir multas e pontos na carteira, em caso de infração no trânsito.

O proprietário e o locatário devem fazer uma avaliação mútua no final da locação, o que cria a garantia para ambos, que devem manter uma boa reputação na plataforma do serviço.

Faça a cotação do seu seguro auto online!
Qual é a marca do seu carro?

O compartilhamento do carro faz aumentar as possibilidades financeiras para o proprietário do veículo. Entretanto, ao longo do uso, é possível que haja um desgaste maior do carro, com maiores despesas de manutenção. Quem tem um único carro e em bom estado talvez não aceite o risco contido em seu aluguel.

Uma história que vem sendo de sucesso

Carro compartilhado

Créditos: Cleanfleetreport.com

A partilha de carro mudou muito desde que surgiu no Canadá e Estados Unidos. Foi mudando influenciada pela evolução tecnológica, tanto dos veículos quanto do software que permite o serviço. Hoje inclui até mesmo carros autônomos.

No Canadá as opções disponíveis de partilha de carro podem ser:

– Ida e volta

– Mão única

– Compartilhamento de veículo pessoal

– Partilha de “scooter”

– Partilha de bicicletas

O compartilhamento de veículos se tornou um grande indústria global. A partir de 2014, passou a ser oferecido nos cinco continentes, em mais de 30 países e centenas de cidades. Estas cidades estão na vanguarda da nova mobilidade, onde os cidadãos podem tirar proveito de uma infinidade de opções de transporte limpas que atendem às suas necessidades. A partilha de carro é uma das indústrias que estão prosperando neste cenário de mobilidade novo e provavelmente vai ver um crescimento contínuo nos mercados atuais e se expandir para novos mercados.

O sucesso dos serviços de compartilhamento de carros, principalmente do tipo mão única, quando você deixa o carro em um determinado local para ser utilizado por outra pessoa, tem feito mais empresas planejarem oferecer esse tipo de serviço. No Canadá, as montadoras estão entrando nesse mercado com bons resultados, aumentando muito seu número de cadastrados em pouco tempo. Enquanto isso, a adoção dos veículos elétricos no compartilhamento de carros está sendo esperada como mais um fator de sucesso para os fabricantes de automóveis que vão promover essa tecnologia. Pesquisas estão mostrando que o mercado mundial de carros compartilhados tem uma expectativa de crescer de 1.1 bilhão de dólares em 2015 para 6.5 bilhão de dólares em 2024.

Compartilhamento de carros é mudança de mentalidade

Você pode estar se perguntando por que as pessoas preferem compartilhar um carro a possuir um. É simples, o integrante de um serviço de compartilhamento pode experimentar um carro elétrico em um dia, usar uma van grande para transportar 10 pessoas no dia seguinte e pegar uma pickup 4×4 para viajar no mês seguinte. O potencial de uso para o cliente e lucratividade para a empresa é enorme. Uma única empresa de compartilhamento pode possuir 10 milhões de membros cadastrados como condutores e imensas frotas disponíveis.

Carro autônomo da Google

Imagem: Carro autônomo da Google, que pode ser o próximo a entrar no compartilhamento de carros nos EUA.

Uma empresa sem fins lucrativos, como a City CarShare, em Vancouver, trabalha ativamente para fazer com que a mobilidade urbana seja mais efetiva para as pessoas, combinando caminhar, pedalar e compartilhar um carro. A intenção também é promover a sustentabilidade, tirando carros de circulação das ruas e promovendo veículos elétricos.

Nos Estados Unidos, a previsão é de que um milhão de usuários do compartilhamento de veículos vai se transformar, brevemente, em 2 milhões. Está ficando cada vez mais claro que as pessoas podem economizar muito por ano quando possuem um carro a menos. Tanto os habitantes das cidades, como estudantes universitários, podem ter uma nova flexibilidade encontrando o veículo certo quando precisam, sejam sedans, utilitários ou até mesmo carros elétricos. Assim como na informática estamos migrando para serviços de armazenamento de dados na nuvem ao invés de grandes computadores, o transporte parece que vai na direção além da simples propriedade de um carro, para uma maior variedade de serviços de transporte.

Afinal, se você precisa de um carro, mas não deseja possuir um, vai achar mais vantajoso se juntar a uma empresa de carros compartilhados para ter acesso a centenas de veículos, que você pode alugar a cada minuto, hora ou dia, além de economizar a despesa de combustível e manutenção.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.

Precisando de
um seguro para
o seu carro?

Cote seu seguro auto.
Faça a cotação do seu seguro online
SOLICITAR