dcsimg

Como manter seu cão seguro no carro

Como manter seu cão seguro no carroNa hora de dar uma voltinha de carro, muitos donos de cachorro se preocupam apenas em colocar o animalzinho dentro dele e depois disso é só sair para passear. E quem observa do lado de fora normalmente vê um cachorro feliz com a cabeça na janela, aproveitando a paisagem.

Porém isso é muito perigoso para o animal e também para quem está guiando porque o cão pode bater em algum objeto solto na estrada ou então se movimentar dentro do carro, atrapalhando o motorista. Por isso, para garantir um passeio tranquilo, adote alguns cuidados no transporte.

Clique aqui e faça o primeiro passo para o seu seguro auto em 30 segundos.

Dicas para um cão seguro no carro

Alimentação leve

Assim como as pessoas, os cachorros também podem passar mal com o movimento do carro, por isso, antes de dar um passeio, opte por dar a ele uma refeição leve ou ração, como de costume, e dê bastante água.

Brinquedos

Quando se vai pegar estrada em que exige que o cão fique muito tempo dentro do carro, é bom sempre dar uma distração a ele. Nesse caso, vale levar os brinquedos preferidos do animal, pois assim ele vai se divertir enquanto o tempo passa. Levar outros objetos da casa também pode fazer com que ele sinta um cheiro familiar e não fique agitado com as mudanças de ambiente.

Faça paradas

Se for ficar andando de carro por muito tempo – isso normalmente acontece em longas viagens -, é preciso parar não apenas para que o motorista descanse. Aproveite essas pausas para que o cachorro possa fazer as suas necessidades, beber água e se alimentar, mas nada de dar comida e já sair de novo com o carro. Aguarde alguns minutos para que a comida assente no estômago e ele não passe mal.

Prenda-o no carro

Ninguém vai querer sofrer um acidente porque o cachorro está agitado pulando em todo mundo ou porque em uma freada mais brusca ele se machucou por estar solto. Por isso, mesmo dentro do carro, ele deve ficar preso. Assim como nós precisamos de cinto de segurança, ele também.

E por falar nisso, você sabe que existe seguro auto contra danos de animais?

Pode-se optar por transportá-lo em caixas específicas para esse fim, mas é preciso que ele seja acostumado antes para que não fique ainda mais estressado. É preciso que essas estejam com a porta fechada e presas ao cinto para que não fique solta e ao animal se batendo lá dentro. O tamanho também precisa ser adequado ao seu pet, porém animais de grande porte podem ser um problema porque a caixa pode obstruir a visão do condutor.

Aproveite e faça a cotação do seu seguro auto!

O cinto de segurança para cachorro é uma outra alternativa e, nesse caso, fica preso ao peitoral. Ele permite que o cão tenha uma certa liberdade para se movimentar no carro, mas fica restrita ao cinto. Esse tipo de equipamento é preso ao próprio cinto de segurança do veículo, porém deve ter seu tamanho ajustado para que o cão não caia do banco e também não consiga colocar a cabeça para fora.

A cadeirinha é indicada para cachorros pequenos e pode ser uma boa solução para quem não gosta das caixas. Elas ficam encaixadas no banco e garantem segurança, porém costumam ser bem mais caras.  

Por falar em cadeirinhas, as crianças também precisam de cadeirinhas, não somente os pets. Você já viu nosso texto que fala sobre o uso correto?

Atente-se a temperatura

Os cachorros também podem sentir frio ou calor, por isso mantenha o carro ventilado para que a temperatura fique adequada. Quando o cão está muito agitado, significa que alguma coisa está errada e isso pode ser por conta da temperatura, então se você estiver desconfortável, pode não ser o único.

Comece um trajetos menores

O cachorro pode demorar um pouco para se adaptar a passeios no carro, por isso, para que ele não fique agitado demais, comece com caminhos menores. Comece indo e voltando do veterinário e, aos poucos, vá aumentando o tempo de permanência no carro, chegando a longas viagens.

Coloque uma identificação

Em alguma parada pode ser que seu cãozinho queira passear um pouquinho para esticar as pernas, por isso sempre coloque uma identificação. Além do nome na coleira, é preciso ter um telefone para que se possa entrar em contato com os donos no caso de uma fuga.

Faça a cotação do seu seguro auto online!
Qual é a marca do seu carro?

Não deixe o cão sozinho no carro

Por mais que seja uma parada rápida, deixar o cão no carro sem a supervisão de ninguém pode deixá-lo inquieto. Além dele tentar se soltar e acabar se machucando, pode acabar fugindo. Isso sem falar que em dias quentes, fechar a janela para que ele não escape pode acabar mal.

Trave as janelas elétricas

Dificilmente seu cão vai querer abrir as janelas intencionalmente, mas pode acabar acontecendo dele colocar uma pata em cima do botão e abri-la por completo. Quem usa janelas elétricas deve travar todas, principalmente as que estão perto do animal, para evitar acidentes. A mesma regra é válida para as travas elétricas.

Seguindo essas dicas é possível passear com o seu cão e garantir que ele estará protegido e bem cuidado durante os passeios de carro. Só não se esqueça de proteger também seu carro com um bom seguro auto, não é mesmo? Faça sua cotação!

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.

Precisando de
um seguro para
o seu carro?

Cote seu seguro auto.
Faça a cotação do seu seguro online
SOLICITAR