dcsimg

Qual a função dos itens de segurança do carro?

Na hora de comprar um carro as pessoas se preocupam apenas com a beleza do veículo e confortos que ele oferece. Porém, existem mais coisas que devem ser levadas em consideração, como os itens de segurança do carro.

Com os avanços tecnológicos, as montadoras estão investindo em proteção. Em alguns casos esses itens não apenas protegem os ocupantes em um acidente como evita que ele ocorra.

Clique aqui e faça o primeiro passo para o seu seguro auto em 30 segundos.

Mas, com tanta coisa no carro, pode ficar confuso entender a função de cada uma delas e na hora de decidir pelo modelo isso impacta na escolha.

Por isso, entenda um pouco mais sobre o que cada recurso possibilita.

Qual a função dos itens de segurança do carro?

Controle de estabilidade eletrônico (ESC)

Ele é perfeito para evitar grandes acidentes e já teve os seus efeitos comprovados. Quando ele detecta que o carro está perdendo a estabilidade ou derrapando é acionado.

A sua função e reduzir a potência do motor fazendo com que o veículo desacelere. Ele também é capaz de frenar o carro dependendo do sistema instalado.

Nos Estados Unidos ele já é obrigatório nos novos veículos e pode ser conhecido também pelas siglas ASC, DSC, DTSC, ESP, ESP +, VDC, VSA e VSC.

Aproveite e faça a cotação do seu seguro auto!

Sistemas de travamento automático

Ele funciona como uma espécie de alerta e com os sensores do veículo consegue perceber qualquer aproximação irregular com objetos e emitir um sinal sonoro.

Dessa forma o motorista fica alerta e ode desacelerar e se afastar do objeto, evitando uma colisão.

Algumas versões permitem que se o motorista não tomar nenhum providencia após o alerta, o veículo terá os freios acionados automaticamente.

Distribuição eletrônica da força de travamento

Para que ele funcione vai depende dos freios ABS que quando acionados repentinamente não permite que as rodas travem.

Ele distribui a força de frenagem entre as 4 rodas para potencializar a parada, sem correr o risco de que elas travem e provoquem um acidente.

Tecnologia de manutenção de pista

Apesar desse sistema ser bastante útil, infelizmente ele não funciona em todas as vias do Brasil.

Faça a cotação do seu seguro auto online!
Qual é a marca do seu carro?

Ele consegue identificar as faixas da pista e identificar se o veículo está realizando o percurso correto.

Se perceber que o carro está trafegando sobre a faixa ou andando de maneira irregular, emite um sinal sonoro.

Os sistemas mais avançados, se perceberem que não foi tomada nenhuma providencia podem alinhar o carro junto a pista.

Dispositivos de limitação de velocidade

Perfeito para evitar que se exceda o limite de velocidade. Ele pode ser programado respeitando um limite máximo a ser atingido.

Sempre que o valor máximo for alcançado, ele reduz a potência do motor para que se mantenha dentro da velocidade.

Se for preciso ele pode ser reprogramado ou desativado.

Sinal de uso do cinto

O cinto de segurança é obrigatório para todos os passageiros, e se o carro detectar que o assento está ocupado, mas o cinto não está sendo utilizado, ele emite um sinal sonoro.

Aumento da visibilidade

Em alguns casos os motoristas encontram pontos cegos para manobrar ou até mesmo dirigir pelas ruas.

As câmeras aumentam a visibilidade e permitem que se tenha uma visão muito mais ampla do veículo. Quando combinados com os sensores tem o seu potencial amplificado.

Controle de aproximação

Ele avisa se o carro estiver se aproximando de uma veículo, emitindo um sinal sonoro de alerta.

Quando a proximidade, por exemplo, com o carro da frente está sendo feita de forma acelerada, indicando uma possível colisão, ele diminui automaticamente a velocidades.

Os sistemas mais modernos funcionam inclusive quando o trânsito está lento, conseguindo diferenciar as situações.

Faróis ativos

Ele permite o ajuste dos faróis nas mais variadas situações. Em curvas ele consegue se adaptar as vias e iluminar a pista de forma adequada.

Outros, possuem sensores que identificam o veículo a frente, diminuindo a luminosidade para não atrapalhar o outro motorista.

Sistemas de monitoramento da pressão dos pneus

Os pneus murchos ou cheios demais podem atrapalhar na direção, esse sistema vai verificar se a calibragem está adequada.

Esse acompanhamento pode ser feito de duas forma. O monitoramento direto conta com um sensor em cada pneu que mede a pressão dentro dele.

Já o monitoramento indireto usa o sistema de bloqueio do ABS. Se ele perceber que uma roda está com velocidade diferente das demais indica a alteração.

Cintos com limite de carga

Os contos são projetados pra suportar um determinado limite de carga, ou seja, quando esse limite é atingido ele para de estender.

Isso evita que a pressão sobre a caixa torácica seja muito grande e previne lesões.

Air Bags de dupla fase

Os air bags amortecem o impacto em caso de colisões, porém, quando não se ajustam ao impacto podem ocasionar algumas lesões.

Nesse caso eles conseguem identificar a gravidade do impacto, inflando mais lentamente em colisões leves.

Apoios de cabeça

Ela ajudam a evitar lesões, principalmente no pescoço durante os impactos, impedindo que a cabeça seja arremessada para trás.

Para isso, eles devem estar ajustados a cada passageiro, ficando na altura da cabeça.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Precisando de
um seguro para
o seu carro?

Cote seu seguro auto.
Faça a cotação do seu seguro online
SOLICITAR