Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Entenda o que é cálculo atuarial no seguro do carro

O cálculo atuarial no seguro do carro ajuda a determinar o preço a ser pago pelo segurador. Ele envolve diferentes fatores, entre eles o índice de roubo dos veículos.

Efetuou a compra do seu primeiro carro e quer garantir que ele fique protegido. Para isso começou a pedir cotações e descobriu que os valores sofrem variações. Quando foi pesquisar, ouvir falar do cálculo atuarial no seguro do carro e ficou confuso?

Fique tranquilo, você não é a primeira pessoa que fica sem entender como é calculado o valor do prêmio do seguro de carro. A verdade é que a maioria das pessoas não sabe como isso funciona.

Se quiser entender porque o valor do seguro varia tanto e entender um pouco mais desse mercado, continue a ler esse texto.

Entenda o que é cálculo atuarial no seguro do carro

Imagem: Getty Images

O que é o cálculo atuarial no seguro do carro?

Quando você deseja contratar um seguro e pede cotações, recebe informações sobre os valores do prêmio. Esse é o preço cobrado conforme as coberturas que estão sendo contratadas e os riscos avaliados pelas seguradoras.

Para chegar a esse valor é feito o cálculo atuarial no seguro do carro que nada mais é do que um conhecimento das Ciências Atuariais. Ele leva em consideração métodos da matemática, estatística, probabilidade, finanças e outros.

Ele tem a intenção de descobrir quais as chances de você sofrer um sinistro com o veículo, quanto a seguradora gastará com o pagamento das indenizações, os custos em disponibilizar o seguro e ainda cobrir todos os gastos que ela tem.

É uma maneira da empresa compensar todos os gastos que ela pode ter e não sair no vermelho. A questão é que cada seguradora pode fazer essa análise de forma diferente.

Quais fatores são considerados no cálculo atuarial no seguro do carro?

Como dissemos, cada seguradora pode usar regras próprias, pois a SUSEP não estabelece um padrão. Apesar disso, alguns pontos são bastante utilizados.

Perfil do motorista

O perfil do motorista envolve diferentes dados como idade, sexo, estado civil, tempo de habilitação, etc.

Esses dados isolados não possuem nenhuma serventia, porém, ao serem cruzados com estatísticas de trânsito, ajudam a determinar os riscos. Por exemplo, homens se envolvem mais em acidentes, então pelas estatísticas e probabilidades, pagarão mais do que as mulheres.

Nesse ponto os segurados não tem muito como intervir, afinal, não podem mudar os seus dados pessoais.

Local de residência

O lugar onde você mora também acaba influenciando no cálculo atuarial no seguro do carro. Existem algumas ruas e regiões em que o número de roubo de veículos são maiores, se moram nelas, significa que tem o risco aumentado por passar com frequência.

Outro ponto que pode influenciar em relação a sua residência são os acidentes. Se nas ruas e avenidas próximas acontecem muitos acidentes de trânsito, mas, uma vez estará em um lugar que não ajuda a diminuir o preço do seguro de carro.

As condições que as vias se encontram também afetam o preço do prêmio. Se elas são mal conservadas ou se alagam quando chove, se prepare para colocar a mão no bolso.

Conservação do veículo e uso

Um carro bem cuidado e com a manutenção em dia, tem menores chances de quebrar no meio da rua e causar um acidente. Imagine se o freio não está em boas condições e você perde o controle do carro e bate em outros dois. A seguradora é que terá de arcar com o prejuízo.

A finalidade de uso do carro também pode elevar ou diminuir os riscos. Quem tem um “carro de garagem” que usa pouco, apenas para ir ao mercado ou fazer passeios esporádicos, estará expondo ele pouco.

Já quem usa o carro todos os dias, deixa ele estacionado na rua ou tem o veículo para o trabalho, passa muito tempo ao volante.

Essas situações fazem com que os riscos de sofrer uma colisão, o carro quebrar no meio da rua ou até mesmo sofrer um acidente, sejam bastante altos.

Despesas da seguradora

Esse é um tema relacionado a assuntos administrativos das empresas. Para que possam operar elas possuem custos e esses acabam sendo repassados aos consumidores.

Dentro desse campo é possível considerar custos operacionais, pagamento de impostos, comissões dos corretores, despesas com sinistros e muitos outros.

Cabe a cada seguradora determinar quais são os seus custos e dissolver isso entre os segurados. Esse é um dos pontos que os valores podem ser bem divergentes entre as empresas, uma vez que cada uma possui seus métodos de atuação e gestão.

Então, quando for cotar um seguro entenderá melhor é feito o cálculo atuarial no seguro do carro e porque que foi passado determinado valor.

Leia mais artigos sobre:
Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *