dcsimg

Comerciais bizarros de carros dos anos 80 e 90

Não é nenhuma novidade que a televisão passou por várias transformações ao longo dos anos e o mesmo ocorreu com os comerciais.

Antes as imagens não eram nítidas, a qualidade de áudio era ruim e em alguns casos, as ideias utilizadas nas propagandas também não eram boas.

Porém, não foi apenas a qualidade do áudio e vídeo que melhorou muito, os publicitários começaram a ter outra visão para fazer os seus comerciais.

Hoje, nem se compara o que existe com o que havia há cerca de 30 anos. A questão é que quando assistimos algumas coisas do passado, elas podem se destacar.

Não é raro encontrarmos comerciais bizarros, que nos chamam a atenção e nos fazem pensar” Como isso foi ao ar?” Hoje, o Conar regulamenta o que pode ou não ser exibido na televisão, porém, não considera o que chamamos de ridículo.

Por isso, foi feito um levantamento com os comerciais mais bizarros exibidos nos Estados Unidos, nos anos 80 e 90. Veja alguns deles.

Chrysler Laser

A saga Star Wars estava fazendo muito sucesso naquela época, então tiveram a brilhante ideia de fazer um comercial inspirado nela.

O ator James Earl Jones foi chamado para narrar o comercial, que tentava mostrar coisas futuristas que o carro trazia, inclusive o seu nome,” Laser”.

O painel, ao vermos hoje, não passa de uma tela de vídeo game antigo, mas fizeram questão de dar ênfase a ele nas filmagens. E claro que o motorista faz uma alusão da Darth Vader.

Ford Ranger “Edição Splash”

Esse comercial é bastante estranho, um carro super robusto e grande fica passando por baixo de uma cachoeira.

Ao invés de mostrar do que ele é capaz, preferiram ficar “banhando o veículo”. Mas, o mais estranho, é mostrar pessoas de maiô entre as imagens do carro.

Chevrolet Astro Van

Nesse comercial tentam te convencer que o carro é realmente futurista, mas chegarem ao ponto de mostrar ele no espaço já é um pouco de exagero.

Fingir que o carro é uma nave espacial chegou a passar de qualquer limite do ridículo.

Ford Escort GT

O Escort foi um carro que fez sucesso, mas pode ter certeza que isso não foi por conta de seu comercial.

Ele mais parecia um desenho animado, sem sentido e que tudo o que o narrador falava precisava fazer referência a alguma coisa.

O problema é que as imagens mostradas nada tinham a ver com o carro, tornando tudo confuso e claro, deixando o consumidor atordoado.

Nissan 300ZX

Se você quer um carro de brinquedo, talvez essa seja uma boa opção. O foco está mais voltado para a animação do que para o carro em si.

No final, mostra um senhor, que aparentemente não faz nenhum sentido.

Pontiac Excitação

Sexo, drogas e rock’on roll são mais ou menos isso que o comercial tenta mostrar. Nada que se aprecie nos dias de hoje e nem no passado.

Mas, o que não podemos deixar de notar são os cabelos bem altos, típicos dos anos 80. Apesar de retratarem fatos da vida real, tantas imagens em tão pouco tempo acabam passando sem ser notadas.

A Grande Volkswagen

“Quem pensa em levar o seu carro para o meio de um campo vazio apenas por diversão?” Pois bem, foi o que esse comercial pensou.

Nele são exibidas diversas cenas de pessoas felizes fazendo isso. Talvez o comercial não fosse ruim, quiseram ser descontraídos, porém, colocar um elefante dentro de um carro é um pouco demais.

Nissan Skyline

Esse comercial foi exibido apenas para o lado oriental, mas note que as pessoas são bem ocidentais.

Isso sem falar que, se você observar bem, o casal está vivendo momentos bem felizes, longe do carro. Então, “Para que vão precisar dele?”

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário