dcsimg

Conselhos infalíveis para pagar menos em um carro adaptado

Muita gente não sabe, mas portadores de deficiência têm direito de comprar carros com isenção de diversos impostos, ficando o valor final até 30% mais barato em comparação com um carro comum. Veja então conselhos infalíveis para pagar menos em um carro adaptado.

Para poder usufruir desse benefício é preciso ser portador de deficiência completa ou parcial, sendo ela física, visual, mental severa ou profunda, portadores da doença de Parkinson e autistas. Se o condutor for impossibilitado de dirigir por conta da deficiência, o benefício permanece desde que se estenda para o responsável pela pessoa.

O carro também deve seguir algumas especificações, como ser fabricado no Brasil ou nos países do Mercosul, e ter um valor máximo determinado pelo governo.

Para conseguir esse benefício devem-se seguir algumas regras simples.

Dicas para pagar menos em um carro adaptado

1 – Tenha o laudo médico

A primeira coisa para pagar menos em um carro adaptado é ter um laudo médico comprovando a deficiência, pois é a partir dele que será possível tirar a habilitação.

2 – Lembre-se de ter cuidados na hora de tirar a habilitação

Quem irá tirar a habilitação é preciso informar isso ao DETRAN e quem já possui a carteira e deseja fazer a mudança para a habilitação que conste a informação de deficiente também deverá se dirigir ao mesmo lugar.

Será preciso apresentar o laudo médico e realizar exame clínico em uma clínica credenciada com dois médicos diferentes.  Após isso é preciso realizar o exame prático em um carro adaptado, de acordo com a deficiência no DETRAN, e ser aprovado para se conseguir esse documento.

3 – Consiga a isenção de impostos

Para solicitar a isenção de impostos e pagar menos em um carro adaptado é preciso ir em órgãos responsáveis, mediante a apresentação de documentos pessoais. Conheça os impostos:

IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras): esse está isento para operações financeiras de compra de veículos nacionais de até 127 HP de potência bruta para deficientes físicos.

IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados): para solicitar a isenção de IPI é preciso ir até a Receita Federal com todos os documentos e um formulário preenchido.

ICMS (Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços): ele é concedido pela Secretaria da Fazenda de cada estado e para obtê-lo, além dos documentos pessoais, é necessário um documento da concessionária informando o veículo que será adquirido.

Faça a cotação do seu seguro auto online!
Qual é a marca do seu carro?

4 – Livre-se do IPVA

Outro benefício para pagar menos em um carro adaptado é a isenção do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores), e para consegui-lo deve-se levar todos os documentos pessoais, do veículo e nota fiscal de compra a Receita Federal e à Secretaria da Fazenda. Dessa forma também é possível conseguir a isenção do rodízio obrigatório que ocorre em algumas cidades.

Com essas dicas você consegue pagar menos em um carro adaptado. Fique de olho em seus direitos!

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário