dcsimg

Direção defensiva no trânsito

Direção defensiva no trânsito Você sabe qual a importância de conhecer sobre direção defensiva?

A direção defensiva deveria ser conhecida por todos os motoristas porque é uma forma de dirigir e evitar acidentes. Segundo informações do Detran cerca de 64% dos acidentes são ocasionados por falhas humanas, 30% por problemas mecânicos e 6% por problemas nas vias. Por isso veja algumas dicas de como dirigir da forma correta.

Problema de luminosidade

A iluminação quando está em excesso, seja ela natura ou artificial, pode ofuscar a visão do motorista, por isso é preciso se proteger usando óculos de sol ou as palas de proteção. O farol alto também pode atrapalhar os outros motoristas por isso ao perceber a presença deles diminua a intensidade.

Já a falta de iluminação também pode atrapalhar e nesse caso deve-se diminuir a velocidade e se guiar pela faixa branca na lateral da pista.

Tempo

Esse não temos como controlar, mas sim lidar com ele. A neblina vai diminuir a visibilidade consideravelmente por isso é preciso ligar os faróis. A chuva, quando muito forte, ou o granizo podem fazer com que não se consiga ver direito e ainda deixar a pista escorregadia, por isso diminua a velocidades e cuidado na hora de frear se estiver chovendo.

Quando as condições de visibilidade forem mínimas o recomendado é parar o carro em um local seguro e esperar que o tempo melhore para continuar a viagem.

Vias inadequadas

Nem sempre a vista está regular e perfeita para trafegar, podem haver buracos, desníveis, trechos escorregadios, obras curvas e muitos outros. Para se manter seguro é sempre preciso respeitar o limite de velocidade das vias e estar atento as sinalizações.

Trânsito

É preciso estar atento não apenas ao seu carro, mas também aos que estão ao seu redor e para evitar acidentes deve-se respeitar o limite de velocidade e sempre manter uma distância segura do veículo da frente. É preciso também usar as sinalizações como setas e sempre que possível evitar os horários de pico.

Veículo

É preciso que o carro esteja em perfeitas condições de trafegar e por isso deve passar por revisões periódicas. Sempre se deve estar atento se o pneu está calibrado e não está careca, se existe combustível, se não existem lâmpadas queimadas, se os freis estão funcionando bem, assim como a buzina e os espelhos.

Motorista

Como a maior parte dos acidentes são causados por falha humana, em parte das vezes o motorista pode não estar em condições de dirigir. Por isso se estiver cansado, com sono, sob o efeito de substâncias como álcool e drogas, com incômodos físicos, distúrbios psicológicos ou qualquer outro fator que diminua a atenção, não dirija.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário