Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

5 Dúvidas sobre o consórcio de carros que você deve saber antes de contratar o seu

Contratar um consórcio de carros pode ser a maneira mais acessível de comprar um automóvel. Continue a leitura para esclarecer 5 dúvidas sobre o consórcio que você deve saber antes de contratar o seu.

Sem dúvida o consórcio é uma das formas de compra mais populares no país, segundo um levantamento feito pela ABAC, até 2017, 1 em cada 4 veículos eram vendidos por esse meio.

O consórcio de carros é um meio de compra programada, onde um grupo de pessoas têm um objetivo em comum – criar um fundo para a compra do bem escolhido.

Em uma espécie de “vaquinha” muito bem organizada, mensalmente cada participante contribui com a sua parcela, e participa de um sorteio que determina quem receberá a carta de crédito e comprará o seu carro. A carta de crédito pode ser entregue por meio de sorteios e lances, ou no fim do plano.

Mas quais são as taxas envolvidas? Que carro pode ser comprado? Essas e outras dúvidas serão respondidas nesse artigo.

5 Dúvidas sobre o consórcio de carros que você deve saber antes de contratar o seu
Imagem: Getty Images

1. Que carro posso comprar?

Qualquer um, seja ele 0 km ou seminovo, essa é a beleza do consórcio de carros.

Ao contratar um consórcio, o cliente escolhe determinado modelo, mas isso não significa que ele é obrigado a adquirir exatamente este carro ao fim do plano. Essa escolha inicial serve como base para calcular o valor que deve ser arrecadado.

Sendo assim, ao receber a carta de crédito, é possível comprar o carro selecionado no início do plano, ou mesmo optar por um modelo diferente, ou por um carro com o preço diferente.

Nesse último caso, se o preço do automóvel for inferior ao da carta de crédito, a quantia que sobrar pode ser usada para quitar o IPVA, o seguro, ou mesmo as parcelas restantes do plano.

Caso o valor seja superior, o cliente precisará pagar a diferença.

A única ressalva é que a compra precisa ocorrer dentro da categoria selecionada, por exemplo, em um consórcio auto, é permitida somente a compra de carro, em um consórcio de moto, só moto e assim por diante.

2. Quais taxas compõem as parcelas do consórcio de carros?

Como já sabemos, em um consórcio as taxas de juros não existem. Mas algumas taxas podem ser cobradas. Geralmente apenas a taxa de administração é aplicada. Porém, em alguns casos, é cobrado também o seguro e o fundo de reserva.

Vale mencionar que mesmo com a cobrança de tais taxas, o valor final costuma ser inferior ao de um financiamento.

3. As parcelas são fixas ou estão sujeitas a reajustes?

Na contratação de um consórcio de carros, é escolhido um determinado modelo de veículo a ser comprado, então caso o valor desse automóvel seja reajustado durante o consórcio o valor das parcelas também seguirão esse reajuste.

Dessa forma é possível garantir que ao fim do plano, o consorciado terá o valor certo para realizar a compra.

Mas atenção, esse reajuste pode ser positivo, por exemplo, caso o valor do veículo diminua, as parcelas acompanharão essa correção.

4. É possível alterar a data de pagamento ou antecipar parcelas?

A data do pagamento não pode ser alterada, pois qualquer mudança nesse sentido pode afetar os demais participantes, já que a data de pagamento é a mesma para todos.

Já a antecipação de parcelas, pode ser feita, dependendo do contrato firmado. Quando permitido, pode acontecer de 3 formas distintas:

Diluída – Um determinado valor pago é descontado das próximas parcelas;

Direta – todas as parcelas, do momento atual até a última, são quitadas;

Indireta – São quitadas algumas parcelas, desta forma a amortização começa da última parcela, seguindo em direção da atual.

Caso o consorciado decida quitar todas as parcelas, isso não significa que ele será contemplado na hora. Sendo assim, caso o cliente tenha pressa em receber a carta, talvez a melhor opção seria empregar essa quantia em um lance.

5. O que são as parcelas reduzidas?

Quando um consórcio com parcelas reduzidas é contratado, o cliente paga um valor menor nas mensalidades durante um prazo determinado.

Após esse prazo, acontece um novo cálculo do que falta ser pago, incluindo reajustes e o saldo devedor. O valor obtido é dividido novamente em parcelas, que serão pagas até o fim do consórcio.

Contratando um consórcio de carros

Ao decidir contratar um consórcio, alguns passos devem ser dados antes de fechar o negócio. O primeiro, obviamente é esclarecer as dúvidas que houver sobre essa modalidade de compra.

A seguir, é uma boa ideia fazer simulações nos sites das administradoras de consórcio, com o resultado dessa pesquisa o cliente já consegue perceber qual plano e empresa irá ajudá-lo melhor.

Caso ainda haja alguma questão em dúvida, não hesite em entrar em contato com a empresa de sua escolha e questionar.

Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Gestão de Seguros, Marketing e tem pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro. Possui mais de 3.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.