dcsimg

Entendendo o seguro de automóveis

Introdução

A legislação brasileira obriga que as mais de cem companhias seguradoras presentes no mercado atuem mediante a intermediação obrigatória de corretores especializados.

Em decorrência do elevado número de opções no mercado, é importante que a escolha seja feita não apenas de acordo com o preço e as possibilidades de pagamento, mas que o consumidor levante informações acerca das seguradoras por meio da SUSEP (Superintendência Nacional de Seguros), autarquia subordinada ao Ministério da Fazenda, que é responsável pela fiscalização e regulação do setor.

Além disso, o consumidor pode consultar o Cadastro de Reclamações do Procon com a finalidade de conhecer a postura das empresas frente às demandas dos clientes.

Recomendações úteis

No planejamento da compra de um carro, o consumidor deve levar em conta, dentre muitos fatores, os modelos mais visados por ladrões, já que isto encarece substancialmente o seguro contratado.

Também no site do Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária), é possível acessar um banco de dados com o Índice de Segurança dos veículos comercializados no país.

A Franquia

A franquia possibilita a diminuição do seguro na medida em que você se responsabiliza por parte de um eventual prejuízo. O valor da franquia, que consiste na parcela do segurado em parte do ocorrido, é estabelecido na proposta e na apólice. Quanto maior o valor da franquia, menor é o preço do seguro.

Por exemplo, se sua principal preocupação for com a indenização integral, é conveniente escolher uma franquia mais elevada para reduzir as despesas com o preço do seguro. Por outro lado, se você está priorizando os pequenos danos, como batidas de poucas conseqüências, a melhor opção é uma franquia mais baixa, já que dessa forma será possível utilizá-la mais de uma vez.

Fatores que influenciam no preço dos seguros

Marcas

Sob esse aspecto, os veículos mais visados por ladrões e com despesas de manutenção mais elevadas apresentam valores maiores.

Garagem

Veículos guardados dessa forma apresentam seguros mais baixos, pois estão menos expostos a roubos e danos.

Motorista

Sexo, idade e histórico de acidentes são considerados pelas seguradoras.

O que é vistoria prévia?

As seguradoras exigem a realização de uma vistoria antes de aceitarem o seguro do seu carro, exceto nos casos de automóveis zero quilômetro e na renovação do seguro, não havendo modificações nas coberturas e nas características dos veículos.

A vistoria se faz necessária nas seguintes situações:

  • contratação de um novo seguro de um carro usado;
  • trocar de automóvel por um já rodado;
  • em caso de inclusão de novas coberturas ou ampliação dos limites das coberturas já contratadas;
  • redução da franquia, dentre outras.

Documentos necessários

No caso de um seguro novo para um carro usado, você precisará apresentar os documentos do veículo, os seus pessoais, e realizar uma vistoria prévia.

Para automóveis novos é preciso apresentar a nota fiscal com a data de saída e o carimbo da concessionária.

Em caso de veículo importado, será cobrada a quarta via da declaração de importação.

Comentários

Corretora de Seguros BH - 21 de Março de 2014 às 14:25

Artur,
Parabéns pela matéria e pelos esclarecimentos. Infelizmente parte da frota de carros brasileira não é segurada. Estima-se que apenas 30% tem seguro de auto.

Quanto mais a população tiver acesso à informação, mais o mercado tende a crescer.

Grande Abraço.

Postar um comentário