Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Franquia do seguro auto: quando pago?

A franquia do seguro auto é um valor que o segurado tem que arcar em caso de sinistro. Ela representa uma parte do valor do reparo e permite que seguradora e segurado dividam os custos.

Na hora de contratar um seguro auto, é essencial saber tudo que envolve o seguro.

Por exemplo, as coberturas associadas, o valor do prêmio e a franquia.

Aliás, dentre esses aspectos, a franquia do seguro é a que costuma provocar mais dúvidas.

Você sabe quando a franquia precisa ser paga? Sabe qual o seu valor, ou mesmo como ela funciona?

Para começar, a franquia do seguro é o valor que o usuário precisa quitar quando um sinistro ocorre.

A taxa pode ser fixa ou percentual, algo que fica definido na apólice do seguro.

Por meio da seguradora e segurado dividem a despesa com a oficina.

Imagine, então, que seu carro sofra um acidente, e sua lataria precisa ser consertada.

Seu seguro tem franquia de R$ 500, e o conserto terá custo total de R$ 1,5 mil.

Nessa situação, você será o responsável por pagar R$ 500 à oficina.

A empresa do seguro quitará os R$ 1.000 restantes.

Franquia do seguro auto: quando pago?

Imagem: Getty Images

Quanto custa a franquia do seguro de carro?

Como citado, o custo da franquia fica estipulada na apólice, para que não haja divergências.

Por isso, ele é estabelecido no momento da contratação do seguro, e merece atenção.

Muitas vezes, é possível negociar os custos da franquia, mas apenas antes da assinatura do contrato.

Em outras situações, o usuário obtém desconto na franquia por escolher a oficina credenciada pela seguradora.

Vale a pena conversar com a empresa e confirmar essa informação sempre que um reparo for necessário.

Vale ressaltar que a seguradora só indenizará o segurado se o valor do sinistro for superior ao da franquia, conforme determina a Susep (Superintendência de Seguros Privados).

Em diversos casos, a franquia também não pode ser cobrada pela seguradora.

Saber quando ela é permitida é importante para evitar que ocorram cobranças indevidas pela seguradora.

Assim, o consumidor não terá seu bolso prejudicado.

Para te auxiliar, separamos algumas situações que envolvem essa taxa, indicando quando ela pode ou não ser cobrada. Acompanhe!

Tipos de franquia do seguro auto

Antes de qualquer coisa, é preciso dizer que existem 4 tipos de franquia do seguro auto.

Sua escolha deve ser feita no momento da assinatura do contrato, com base, especialmente, nos custos da opção.

No primeiro tipo de franquia, chamada de Básica, o custo anual do seguro é mais barato.

Ao mesmo tempo, a franquia tem valor médio ao bolso do cliente.

Já uma franquia Reduzida é mais barata ao consumidor, mas o custo do seguro é maior.

Isso porque, caso ocorra um sinistro, a seguradora será a responsável pela maior parte do pagamento – já que a franquia é pequena.

Desse modo, a empresa visa “resguardar” antecipadamente os seus cofres.

A franquia Isenta, por sua vez, tem um seguro ainda mais caro.

Afinal de contas, não há a cobrança de nenhuma franquia do consumidor em caso de sinistro.

Ou seja, apenas a seguradora se torna responsável pelos reparos.

Finalmente, há a franquia Ampliada, também conhecida como Majorada.

A opção tem um seguro mais barato do que o da franquia Básica.

Isso porque, uma franquia Ampliada tem valor duas vezes maior do que a primeira.

Logo, o consumidor é responsável pela maior parte do pagamento de um conserto.

O pagamento da franquia do seguro Básica ou Reduzida é vantajosa para quem se envolve muito em acidentes.

Ou mesmo para aqueles que transitam por áreas suscetíveis a roubos ou furtos.

Nestes casos, até a franquia Isenta pode servir, caso o usuário concorde em pagar um seguro mais alto.

Tudo isso porque, franquias menores significam gastos menores para o consumidor a cada sinistro.

Uma franquia Ampliada, por outro lado, só vale a pena para motoristas com experiência, que têm pouquíssima chance de sinistro.

Do contrário, a franquia alta demais poderá trazer prejuízos contínuos ao bolso.

É muito importante saber qual a melhor franquia para você.

Para isso, conte com o auxílio de um bom corretor!

Especialista no assunto, o profissional terá facilidade em perceber qual franquia será mais barata ao seu nível de risco.

Quando o consumidor paga a franquia do seguro auto?

Pronto, agora você já sabe o que é a franquia do seguro auto e conhece os seus tipos.

Então, é hora de saber quando você paga ou não o valor.

Atenção às regras, pois isso vai evitar cobranças indevidas da seguradora. Veja a seguir!

1. Sinistro com valor inferior ao da franquia do seguro auto

Não paga

Vamos supor que você bateu de leve o carro e isso resultou em uma lanterna quebrada.

O valor da peça para substituição, mais a mão de obra, fica em R$ 150,00.

Porém, o valor da sua franquia é de R$ 1.000,00.

Nesse caso, não teria cabimento que o consumidor pagasse um valor tão acima.

Será bem melhor pagar os R$ 150,00 à oficina do que os R$ 1 mil necessários da franquia, não é mesmo?

Por isso a seguradora não cobra a franquia, mas, em compensação, também não faz o conserto.

2. Sinistro com valor superior ao da franquia

Paga

Nesse outro exemplo, a colisão foi mais grave, fazendo com que as portas laterais do veículo, para-choque, pneus e lanternas fossem danificados.

O conserto para reparar todos os danos terá custo de R$ 3.700,00.

Como o valor do reparo será superior ao da franquia, que é de R$ 1.000,00, o segurado arca com o valor da franquia e a seguradora com o restante.

Ou seja, a seguradora paga R$ 2.700,00 do total. Essa é a chamada indenização parcial do seguro.

Aqui, é importante destacar que a seguradora paga o conserto apenas daquilo que é coberto pela apólice.

Por isso, se o seu carro teve os vidros quebrados, mas você não contratou essa cobertura adicional, terá que arcar sozinho com o custo.

Ou seja, nesses casos, a seguradora paga os reparos do que cobre.

Já o usuário é o responsável por quitar a franquia mais o segundo conserto à oficina.

3. Perda total

Não paga

perda total ocorre quando os custos para a reparação dos danos causados ao veículo são correspondentes a 75% ou mais do valor do carro.

Nesse caso, o gasto para fazer todos os reparos será bastante alto, e as seguradoras preferem arcar com o custo integral do veículo.

Isso significa que a seguradora reembolsará o valor integral do veículo, para a compra de um novo carro.

Essa é a chamada indenização integral.

Então, o segurado não tem nenhum custo.

Afinal, como não haverá nenhum reparo, não há motivo para  que o consumidor pague a franquia.

Sabendo disso, aproveite para conhecer alguns mitos sobre a perda total no seguro do carro.

4. Roubo ou furto sem localização do veículo

Não paga

Esta é outra situação em que não há motivo para pagar a franquia do seguro auto, pois nenhum reparo será feito.

Quando o veículo não é localizado, em caso de roubo ou furto, a seguradora reembolsará conforme o valor estipulado na apólice.

Normalmente, os montantes correspondem a 100% do valor do veículo, segundo a tabela FIPE.

Em todo caso, há situações especiais, em que há variação.

5. Roubo e furto com a localização do veículo

Paga

Se o carro for roubado mas, logo depois, recuperado pela polícia, ele pode estar com alguma avaria.

Ou seja, será preciso realizar reparos.

Se a avaria corresponder a menos de 75% do valor integral do veículo, será cobrada a franquia.

A franquia só não será cobrada se for identificada perda total do veículo.

Nessa situação, a seguradora irá arcar com a compra de um novo veículo.

6. Danos causados a terceiros

Não paga

Imagine que você provocou um acidente de trânsito, e isso envolveu o carro de terceiros.

Caso o seu seguro tenha a cobertura de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V), fica previsto na  sua apólice o pagamento do conserto do veículo do outro motorista.

Isso significa que a seguradora fará o reparo do outro veículo, sem qualquer cobrança da franquia do seguro auto.

Valores referentes a cobertura de danos morais e despesas hospitalares também podem ser quitados por meio do RCF-V.

Vale dizer que a franquia só não é paga quando o reparo é para o carro do terceiro.

Se for necessário fazer o conserto do seu carro, a franquia poderá ser cobrada, conforme as regras citadas antes.

Por falar nisso, você sabe como funciona o seguro auto contra terceiros?

7. Danos causados por terceiros

Não paga

Nesse exemplo, o seu carro foi danificado por conta de um erro cometido por um terceiro.

Assim, cabe à pessoa que provocou o acidente arcar com os custos do conserto.

Se o indivíduo possuir um seguro auto, poderá acionar a apólice dele, para que o reparo seja feito em seu veículo.

Porém, nem sempre as pessoas possuem um seguro.

Nessa situação, a sua seguradora poderá fazer os reparos, mas quem deve arcar com os custos é quem causou o acidente.

Você também pode conversar com a sua seguradora e verificar se ela adota outras regras.

8. Queda de raio

Não paga

Apesar de ser incomum que um carro seja atingido por um raio, isso pode acontecer.

Nesses casos, não há cobrança de franquia de seguro.

O segurado, então, poderá ter os reparos efetuados ou receber o valor do carro reembolsado, sem que precise arcar com qualquer custo.

9. Incêndio

Não paga

A Susep determina que, em casos de incêndio acidental, não deve haver cobrança da franquia do consumidor.

O valor a ser reembolsado também deve ser correspondente a 100% do  veículo.

Já se o incêndio foi causado intencionalmente por quem contratou o seguro, a seguradora não precisará arcar com nada.

A ocorrência será considerada fraude e poderá acarretar numa série de problemas.

10. Assistência 24 horas

Não paga

Quando a seguradora disponibiliza o serviço de assistência 24 horas, não é cobrada a franquia de seguro para sua utilização.

Porém, vale se atentar quais as regras para o uso do serviço.

Elas devem estar listadas na apólice do seguro auto.

Agora é só ficar atento a essas regras e não pagar nada a mais em relação a sua franquia do seguro auto.

Veja os valores da franquia normal e reduzida e saiba qual compensa mais para seu seguro auto.

Como é o processo de sinistro e pagamento da franquia?

Assim que o carro segurado sofre um sinistro, é necessário avisar a seguradora sobre o ocorrido.

Normalmente, esse contato pode ser feito por telefone, pelo site ou e-mail.

Algumas empresas disponibilizam até um aplicativo para smartphone.

É essencial saber como falar com a sua seguradora!

Por isso, anote todos os contatos em um local de fácil acesso.

Isso vai facilitar a sua vida na hora que você precisar de ajuda.

Com o contato feito, a seguradora informará quais os próximos passos para obter a indenização.

Normalmente, ela faz uma vistoria no carro, por meio de uma oficina credenciada.

Orçamento feito é preciso decidir se você fará o serviço com a oficina indicada, ou com outra da sua confiança.

Vale verificar se a seguradora permite a segunda opção, pois alguns contratos têm limitações.

Para que o reparo seja feito, o segurado precisa pagar a franquia à oficina.

Muitas empresas permitem o parcelamento do valor, por meio do cartão de crédito.

Depois, a seguradora quitará o restante das despesas, e o veículo será reparado.

Importante lembrar que o processo de pagamento da franquia só acontecerá em algumas situações, citadas ao longo do texto.

Para as demais, será preciso apenas entrar em contato com a seguradora e solicitar instruções.

No caso de um sinistro de perda total, também é necessário entregar uma série de documentos à empresa.

Logo que o processo é completo, o usuário recebe o valor total do seguro, e tem a apólice finalizada.

Então, ele pode adquirir um novo veículo com os valores, se desejar.

Se resolver proteger também seu novo carro, o indivíduo precisará fazer nova cotação com a seguradora.

A franquia e as classes de bônus

Contar com o auxílio da seguradora na hora de quitar seus prejuízos é uma ótima vantagem.

Porém, às vezes, pode ser mais interessante pagar os reparos do próprio bolso.

Isso porque, ao acionar o seguro e pagar franquia, você perde uma classe de bônus.

As classes de bônus funcionam como um programa de pontos.

A cada ano em que o seguro é renovado sem o acionamento do seguro, o usuário acumula uma classe.

Então, cada classe proporciona um percentual de desconto no prêmio, no custo da renovação do seguro.

As classes de bônus ficam ligadas ao CPF do usuário, podendo ser utilizadas com diferentes seguros e seguradoras.

Quando aciona o seguro, o segurado perde sua chance de acumular uma nova classe.

Por isso, não recebe um percentual de desconto a mais na sua renovação.

O ponto é que, algumas vezes, os valores da franquia do seguro auto e do reparo do carro são muito parecidos.

Nessas situações, vale a pena avaliar se não é melhor pagar tudo do próprio bolso.

Sem acionar o sinistro, você terá um desconto a mais na próxima renovação.

Por exemplo: você bate o carro e seu reparo terá custo de R$ 1.200.

A sua franquia é de R$ 1.000, e a seguradora pagaria apenas R$ 200 à oficina.

Ou seja, você perderia uma classe e um percentual maior de bônus por apenas R$ 200.

Em situações assim, se possível, valeria muito a pena pagar tudo sozinho.

Pronto! Agora você já sabe tudo o que precisa sobre a franquia do seguro auto.

Depois de um sinistro, tenha bastante atenção se você precisa mesmo pagar o valor.

Na dúvida, converse com a franqueadora e leia a sua apólice com cuidado.

O documento deverá contar com todas as regras do seu seguro.

Leia mais artigos sobre:
Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

29 Comentários

  • Lucas Del Cid says:

    Boa tarde,

    Quando devo pagar a franquia? Antes ou depois do reparo ser efetuado pela seguradora do veículo?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Lucas,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Claudemar Correia de Lima says:

      Boa noite Lucas,

      Sou corretor de seguros, sobre a franquia, somente após o termino do reparo que você deverá pagar a franquia para oficina.

      Att.

      • Laura says:

        Olá,

        Isso está em alguma legislação?

        Grata

        • Sanaira Silveira says:

          Boa tarde Laura,

          Obrigada pela mensagem.
          Alguns dados do artigo, você pode confirmar com a Susep.
          Quanto ao valor da franquia, é determinado em cada seguradora e firmado em um contrato.

          Atenciosamente.

  • Cristiano Dos Reis Campos says:

    Olá,

    Sofri uma colisão de terceiro, o conserto fica em torno de 700,00 e a franquia é 900,00 utilizei o guincho, o que você acha?

    Att

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Cristiano,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Taylane Freitas Borges says:

    Boa noite,

    Meu carro, segundo a seguradora, deu pt, e eles me cobraram a franquia afirmando que o não pagamento é somente em caso de furto, eles estão certos? E como devo me posicionar?

    Att

  • Coelho says:

    Boa tarde,

    As respostas são sempre as mesmas para muitas perguntas diferentes. E as respostas estão todas no texto, basta ler. Obrigado pelas informações.
    Me ajudaram bastante!

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Coelho,

      Obrigada pela mensagem em nosso site.
      Que bom que gostou do nosso artigo e que pôde ajuda-lo.

      Atenciosamente.

  • Daniel Matos says:

    Boa tarde!

    O meu carro avariou e tenho outro carro fornecido pela seguradora.
    Reparei hoje que o carro tem um risco no para-choques. Não sei se já estava ou não.
    Se estava, não tenho prova, se não estava, foi alguém no estacionamento que me deu um toque.
    Os documentos que possuo falam numa: franquia de danos próprios /excess: no valor de 813,01 + IVA.
    O que quer isto dizer?
    Quando for entregar o carro vou ter que pagar 1000€? Não entendo. O valor de um para-choque novo é de no máximo 200€.

    Conseguem ajudar-me?
    Obrigado!

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Daniel,

      Obrigada pela mensagem.
      Como você já possui um seguro, entre em contato com seu corretor para que possa ajuda-lo.

      Atenciosamente.

  • Helio says:

    Boa noite,

    Gostaria de saber para quem devo pagar a franquia, seguradora ou a oficina? E pago antes ou de pois do conserto?

    Att.

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Helio,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Claudio Geraldo Araujo says:

    Boa tarde, tenho um veículo e possuo seguro, um motoqueiro colidiu com o veiculo que estava sendo conduzido pela minha esposa, porém o motoqueiro estava com o documento atrasado e a carteira de motorista imprópria para conduzir moto, acionei o seguro, pois os danos aparentes ficaram com o valor bem maior que a franquia, porém o causador do acidente negou a pagar a franquia, sendo assim, para a retirada do veiculo após seu conserto, tive que arcar com a despesa da franquia. Pergunto se posso acionar a justiça para receber a franquia paga por mim, sendo que não foi a condutora do veículo causadora do acidente.

    Obrigado.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Claudio,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Carmen says:

    Oi, gostaria de saber a quem devo pagar a franquia? A seguradora ou para a oficina?

    Obrigada!

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Carmen,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Jane Lúcia says:

    Oi,

    Comprei um carro e foi me oferecido o seguro da loja, me falaram que eu tenho que pagar uma franquia de 499,00 é certo esta cobrança?
    Por favor me esclareça!

    Att

  • Jube Carlos de Oliveira Filho says:

    Oi,

    Ao pagar uma franquia, a seguradora emite algum boleto?

    Grato

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Jube,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você e tire suas dúvidas.

      Atenciosamente.

  • David Bertolino dos Santos filho says:

    Oi,

    Tenho uma oficina e fiz um orçamento de um serviço, ficou 4.000,00 aí a seguradora falou que a franquia é de 4.126,00, se for, não compensa então o dono pagar a frangia, é assim mesmo o procedimento?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde David,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Por favor, entre em contato com seu corretor para que possa ajuda-lo.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente

  • Sirlene says:

    Boa noite,

    Fui envolvida em uma colisão, a pessoa que bateu em meu carro não possui seguro, como posso fazer para somente ele me pagar a franquia. Porque o valor ficará muito mais alto para consertar.

    Grata

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Sirlene,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Vanda says:

    Oi,

    O meu carro foi atingido na traseira, o condutor não tem seguro, eu tenho, nesse caso ele tem que pagar a franquia? A seguradora vai cobrar o custo dos reparos do outro condutor também?

    Obrigada

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Vanda,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um de nossos corretores parceiros entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Carlos Luiz Martins Pinheiro says:

    Oi, o meu carro foi atingido na traseira, o condutor tem seguro, eu pago a franquia?

    Obrigado!

  • Pai de Yan says:

    Oi,

    Tive um acidente com carro da empresa e o custo da reparação foi de 200.000 mt e a seguradora cobrou 60.000 mt de franquia e assim a empresa quer descontar esse valor. Gostaria de saber quem paga franquia, é o trabalhador ou a empresa? O carro tem seguros contra todos riscos.

    Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *