dcsimg

Guia para comprar o seguro auto e economizar

Guia para comprar o seguro auto e economizar Quem possui um carro sabe que para que ele fique protegido não basta contar apenas com a sorte é preciso adotar medidas para isso. E hoje a melhor forma de se proteger ainda é fazendo um seguro auto, mas antes de contratar o seguro é preciso se atentar a alguns itens.

Por isso confira as dicas que separamos para que possa escolher o seu seguro auto com muita tranquilidade e com a certeza de que fez um bom negócio.

Escolha uma seguradora de confiança

Antes de sair por aí cotando fazendo a cotação com um monte de seguradora é preciso verificar se ele é confiável, isso porque caso ocorra algum sinistro será ela que irá arcar com parte dos custos.

Por isso se você já tem boas referências dela isso será um bom avanço, mas o problema ocorre quando não se conhece os serviços prestados por ela. Nesse caso é preciso fazer uma pesquisa que pode ser com pessoas conhecidas ou em fóruns especializados na internet. Além disso pode-se fazer uma pesquisa no site da Susep para verificar se ela é credenciada.

E para quem busca sempre mais informações pode pesquisar o índice de reclamações dos consumidores, sendo essas informações podem ser obtidas junto ao Procon e em site como o Reclame aqui.

Escolha um modelo de carro menos visado

Um fato que muita gente não se atenta na hora de adquirir o veículo é se ele é muito visado por bandidos, isso porque alguns modelos sofrem muito mais roubos que outros. É lógico que quanto mais roubado esse carro for maior será o valor do seguro dele.

Outro ponto importante que pode fazer com que o seguro fique mais caro ou mais barato é a disposição de peças de reposição. Isso porque os seguros tradicionais só podem usar peças novas em caso de reposição e quando essas são caras ou difíceis de serem encontradas o valor é repassado para o prêmio.

Além disso, a mão de obra é levada em consideração, os carros originais de fábrica que nuca passaram por modificações são manuseados na maioria das oficinas já os modificados exigem mão de obra qualificada e difícil de ser encontrada.

Atente-se a cobertura

Seguro não é tudo igual e o que vai diferenciar um produto do outro é a cobertura oferecida. O seguro mais básico é o contra roubo, furto e incêndio e nesse caso ele não vai incluir mais nenhum serviço. Ele não costuma ser muito vantajoso, pois deixa o motorista desprotegido em diversos aspectos e não tem grande diferença de valor do seguro total.

Já o seguro total além dessas coberturas ainda vai incluir as colisões permitindo assim reparos no veículo. Esse é o tipo mais comercializado por ter uma maior abrangência. Além disso ele pode ou não ter o seguro contra terceiros. Esse vai incluir danos morais e materiais a terceiros e isso inclui não apenas o veículo como muros, atropelamentos e outros.

Não adicione serviços extras que não poderá pagar

Uma jogada das seguradoras para tentar lhe vender serviços extras é sempre os colocar como um grande benefício, mas é preciso verificar bem se eles acabam compensando. Por exemplo, fazer o seguro dos faróis só vale a pena se eles tiverem um valor muito elevado e que não compense pagar a parte em caso de danos.

Outros serviços adicionais como assistência a casa, serviços para mulher e outros precisam ser muito bem estudados. Isso porque apesar de aparecerem um grande benefício podem acabar nem sendo utilizados e só farão com que o seu seguro aumente de valor e isso pode fazer com que ele não caiba no seu orçamento. Por isso antes de decidir faça as contas.

Escolha como será a franquia em caso de sinistro

A franquia não é fixa, na verdade, ela corresponde a um valor que o segurado deverá pagar em caso de perda parcial do veículo. Esse valor deve ser pago diretamente a oficina que fará o reparo de veículo.

A franquia comum é um valor que a própria seguradora estabelece considerando o valor do seguro e as peças de reposição. A franquia aumentada faz com que a participação do segurado seja maior e como consequência o valor do prêmio diminui.

Faça a cotação do seu seguro auto online!
Qual é a marca do seu carro?

A franquia reduzida funciona da forma exatamente oposta, ou seja, o valor pago nesse caso será menor e em compensação o valor do prêmio irá aumentar.

Por isso na hora de escolher a franquia é preciso não apenas pensar com o bolso, mas considerando as possibilidades do carro sofrer algum tipo de dano.

Escolha o seguro pelos serviços e não apenas pelo valor

Um erro muito comum que as pessoas cometem na hora de escolher o seguro é considerar apenas o valor e não os serviços que ele oferece. Se você for comparar o valor de um seguro contra roubo com um completo é logico que o contra roubo será mais barato, porém ele não terá todas as coberturas.

Além disso, existem serviços de assistência como serviço de guincho, assistência em casos de pane seca e problemas mecânicos e elétricos, descontos em estabelecimentos parceiros e outros que precisam ser levados em consideração na hora de fazer essa análise.

Por isso é importante sim pensar no bolso, mas em contrapartida é preciso considerar quais serão os benefícios conseguidos por esse valor.

Em caso de reparos peça garantias

Um grande problema é não saber se a peça usada no seu carro é mesmo original, e segunda a legislação no Brasil quando o reparo é feito pela seguradora elas devem ser. Por isso sempre que for fazer um reparo peça para saber a procedência das peças e uma garantia de que elas são originais, isso pode ser conseguido por meio das notas fiscais.

Esse pedido deve ser reforçado ainda mais quando a oficina for indicada pela seguradora, pesar de não poder haver essa exigência elas podem indicar alguns lugares ou ter centros automotivos próprios. Essa é a única forma de garantir que seu carro continuará funcionando bem.

Se você tem direito a bônus aproveite dele

Muita gente que possui seguro não sabe que tem direito ao bônus e esse é um benefício que todos os segurados podem conquistar. Esse consiste em uma pontuação que vai de 0 a 10 e que o motorista vai somando pontos conforme o tempo que utiliza o serviço de seguro auto (independente da seguradora) e também de acordo com a quantidade de sinistros e motivos desse.

Esse bônus pode ser usado para conseguir descontos nas apólices e quanto maior for a sua pontuação maior também será a economia. Por isso se você já tem segura há algum tempo vale a pena questionar o corretor sobre o bônus e o melhor é que ele continua valendo e acumulando mesmo que você mude de seguradora.

Seja um bom motorista

É preciso dirigir dentro da lei, isso porque motorista que sofrerem acidentes sob efeito de drogas e álcool perdem o direito da cobertura do seguro, então ele não servirá de nada nesse caso e você ainda vai ficar com um prejuízo enorme.

Que participa de rechas também não tem direito as coberturas do seguro por se tratar de uma atividade ilegal. Por isso quem sempre quiser estar protegido precisa respeitar a legislação de trânsito.

Seja sincero no formulário

Para que você receba uma cotação adequada com o seu perfil as seguradoras solicitam que seja preenchido um formulário para entender o perfil do motorista e também os hábitos com o veículo. Na hora de fazer esse preenchimento é necessário que não se minta e nem omita nenhuma informação solicita, isso porque além delas influenciarem no valor final do prêmio também servirão como base na hora de pagar a indenização.

Nesse formulário costuma ser solicitados dados de quem dirige o veículo, tanto do motorista principal como de outros e nesse caso se houverem jovens o seguro tende a ser mais caro pois estatisticamente eles se envolvem em mais acidentes.

Além disso, é questionado se o veículo possui equipamentos de segurança como alarmes e rastreadores que podem fazer com que o valor caia. O local em que o carro costuma ficar estacionado também vai influencia, isso porque se ele ficar em locais privados a seguradora entende que ele está mais protegido, diferente dos casos em que fica estacionado na rua.

Grupos e associações

Existem empresas e associações que oferecem a seus membros a possibilidade de fazer um seguro por meio delas. Nesse caso o seguro é feito de forma individual e cada segurado terá a sua apólice, porém com uma grande vantagem no preço.

Isso acontece porque a seguradora irá conseguir uma boa quantidade de clientes e como benefício acaba oferecendo a eles descontos que podem chegar a até 40% quando comparados a apólices individuais. Por isso vale a pena pesquisar se você consegue esse benefício de alguma maneira.

Pesquise e faça cotações

Depois de entender um pouco mais sobre como funciona o seguro fica muito mais fácil na hora de escolher o serviço, isso porque se sabe exatamente o que está sendo contratado. Então na hora de fazer as cotações coloque as suas preferencias e os serviço que realmente irá precisar para que possa fazer a comparação de valores.

Nessa hora é valido fazer a pesquisa com mais de uma seguradora, sendo que essa pode ser feita presencial ou online, sendo que a opção online é sempre mais rápida, ideal para quem não tem muito tempo. Com as cotações em mãos vai ficar fácil perceber que há grande variação de valores de uma seguradora para a outra, mesmo optando por serviços similares.

Por isso, somente após ter várias cotações em mãos é que se deve escolher com qual seguradora irá contratar o serviço.

Escolha a forma de pagamento

A modalidade de pagamento mais comum é o parcelamento do valor do prêmio, porém isso pode encarecer um pouco o seguro. Para que você possa entender melhor o valor do seguro será calculado com base no seu perfil e do motorista e o resultado será demonstrado em uma única parcela, sendo que esse costuma ser em torno de 10% do valor do carro.

Após calculado o valor do seguro será preciso negociar a forma de pagamento dele, mais o que é mais comum de ocorrer é dividir o valor em parcelas para que essas caibam no orçamento. Porém ao fazer isso podem ser acrescentadas algumas taxas, por isso sempre tente negociar de acordo com o seu orçamento e em uma quantidade de parcelas que não gere encargos.

Pergunte

Mesmo após receber todas as informações do corretor podem surgir algumas dúvidas ou algumas informações não ficarem muito claras. É muito importante que essas questões sejam esclarecidas, isso porque elas podem resultar em uma surpresa desagradável no futuro.

Leia a apólice

Mesmo após esclarecer as dúvidas é importante ler a apólice com atenção, pois é ela que vai ter por escrito todas as obrigações e coberturas do segurado. É importante verificar se tudo o que foi combinado está incluso na apólice e se os dados do veículo e proprietário estão corretos. Se houver alguma irregularidade é preciso corrigir antes de fazer a assinatura da apólice.

Se for o caso peça para levar para casa para ler com mais calma e somente após isso é que deve ser feita a assinatura.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário