Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

O insulfilm é muito utilizado nos carros em nosso país, para se conseguir segurança, privacidade, proteção contra o calor e radiação solar. Mas é preciso checar a qualidade e se está de acordo com a legislação.

Muitos carros atualmente já saem de fabrica com a película escurecida instalada nos vidros. Segundo um representante de uma empresa produtora do insulfilm, aproximadamente 80% dos veículos zero-quilômetro já estão saindo das concessionárias com o acessório instalado pelos revendedores.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: revistaautoesporte

É preciso, no entanto, atenção para o fato de que muitos dessas películas estão fora do padrão aprovado pela legislação de trânsito, o que acarreta infração grave, com multa e cinco pontos na habilitação, além da retenção do veículo até sua regularização.

Especificação permitida pela legislação

Segundo a legislação brasileira, o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) informa que é permitido utilizar o insulfilm com 75% de visibilidade no para-brisa transparente, 70% no para-brisa colorido do carro, de forma semelhante para os vidros dianteiros laterais e 28% nos vidros laterais traseiros e no vidro de trás. A opção fumê bloqueia até 99% dos raios nocivos do sol e ameniza 79% do calor do sol, o que reduz o esforço do ar condicionado.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: novonegocio

Na fiscalização, o agente de trânsito verifica se a película obedece ao prescrito na lei, verificando o percentual gravado na película, geralmente antecedido pela letra G. Apesar de uma das especificações preferidas do público ser a G5%, que possui apenas 5% de transparência, ela é proibida, porque prejudica muito a visibilidade.

Ao contrário do que se acredita, que a película mais escura é a que mais proporciona segurança e proteção contra a radiação solar e calor, nem todas as películas escuras são de boa qualidade e podem não ter o tratamento adequado para filtrar os raios UV, que danificam a pele e os materiais do interior do carro, como plásticos e tecidos.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: blog.mixauto

Películas como medida de segurança

Esse tipo de película tem como objetivo impedir a ação de marginais que quebram os vidros do carro para roubar. Elas tanto podem ser fumês ou transparentes. Essas ações de banditismo costumam ocorrer em engarrafamentos, quando os bandidos percebem motoristas desatentos, com pertences expostos em cima dos bancos. Eles costumam usar pedras ou barras de ferro, para arrebentar os vidros. A película pode minimizar os riscos nessa situação, porque oferece dificuldade para o ladrão, reforçando o vidro em até dez vezes, conforme a sua espessura. Também impede que o vidro se despedace e caia no motorista, o que é importante para sua segurança.

O insulfilm se tornou conhecido para prevenir a ação de marginais por impedir que esses saibam o que está no interior do veículo, se é um motorista homem, mulher, sozinho ou em grupo. Na realidade, a princípio o insulfilm afastou os bandidos, quando ainda era novidade, mas atualmente há casos de assaltos no trânsito comentados na internet em que o carro tinha insulfilm nos vidros. Entretanto, existe a possibilidade do assaltante entrar no carro e com os vidros escuros a sua presença não ser notada, nem mesmo se o veículo passar por um policial, que não notará nada estranho.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: classificados

A polícia calcula que para quebrar um vidro e roubar um objeto do interior do veículo sejam necessários, em média, 5 segundos. Com a película antivandalismo, há um retardo de 10 segundos, o que seria suficiente para desencorajar o assalto. Isso faz com que a película transparente seja considerada mais interessante do que a fumê, por não oferecer o risco de esconder o bandido no carro.

Insulfilm de boa qualidade

Existem à venda modelos de películas que seguem a legislação e protegem contra os raios UV e proporcionam conforto térmico. A especificação mais vendida atualmente é a G20, que é instalada em todos os vidros, menos no para-brisa. As películas de boa qualidade protegem contra os raios infravermelhos e UV e possuem uma camada contra riscos. A aplicação é feita entre duas a quatro horas.

O insulfilm mais barato não tem o revestimento contra riscos ou são feitos com materiais inferiores, que perdem a proteção UV ao longo do tempo. Se o adesivo não for de boa qualidade, podem formar bolhas e descolar. As películas coloridas de material inferior acabam por desbotar como tempo. Os produtos de qualidade são mais caros, mas oferecem garantia de 15 a 20 anos, inclusive para a proteção contra os raios ultravioleta.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: portalautoshopping

Películas nos carros novos

Muitos carros novos saem das fábricas com seus vidros já nas especificações mínimas de transparência adequadas. As montadoras praticamente não fazem mais para-brisa incolor, desde que o verde se tornou padrão, e seguem o percentual de transparência mínimo de 75% e outros vidros com 70%. Se o vidro já vem escurecido de fábrica, qualquer insulfilm que se desejar colocar em um carro zero-quilômetro irá ultrapassar o limite legal. Somente se pode escurecer os vidros traseiros, até chegar na transparência mínima de 28%.

É muito difícil conferir se o percentual de transparência somando o vidro mais a película ficará dentro do limite legal, sejam películas G5, G10 ou G20. Apenas as montadoras dispõem do equipamento que permitem medir a transparência final do vidro, que é o chamado Medidor de Transmitância Luminosa. Os agentes fiscalizadores também deveriam ter esse equipamento, conforme previsto na Resolução 253/2007 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), mas até hoje os fiscais apenas calculam pela aparência e olhando na informação da película, sem condições de analisar o conjunto vidro original+película.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: blog.mixauto

Saiba como escolher o insulfilm certo para seu carro

Escolher o tipo, a marca, espessura e finalidade da película ideal para o seu carro e a sua preferência, pode não ser tão simples. Existem inúmeras diferenciações entre os insulfilms no mercado brasileiro, sendo que algumas estão proibidas por lei. Especialistas informam sobre o que você precisa saber sobre películas de proteção automotiva.

– As mais procuradas

As preferidas do público são as películas escuras e antivandalismo. Os motoristas procuram as escuras para conseguir privacidade aos olhares externos, protegendo os ocupantes, além da redução do calor. As antivandalismo tem a finalidade de proteger os ocupantes do veículo, no caso do vidro estourar, evitando que sejam atingidos. Entretanto, ela não significa uma blindagem. São vendidas com várias espessuras e colorações.

– Espessuras indicadas

O fornecedor e responsável pela aplicação pode orientar o cliente sobre a melhor configuração, de acordo com o modelo do carro e as necessidades do motorista. A aplicação mais comum é a da espessura de 0,1 mm, chamada PS4. Existem as de 0,25 mm de espessura, na classificação PS10.

– Cores disponíveis

As colorações mais conhecidas são as G20, G5 e G35. A G20 é a padrão, a G5 é quase preta e a G35 é transparente clara. Também existem películas metalizadas, coloridas e espelhadas, mas não são permitidas para veículos, sua utilização é em projetos arquitetônicos e decoração de interiores.

Antes de instalar insulfilm, atenção para alguns cuidados

Imagem: Películas mais utilizadas pelos veículos brasileiros.

– Legislação sobre transparência

Como descrito, o limite mínimo que deve ser respeitado, segundo o Contran, é o de 75% no para-brisa incolor, 70% no para-brisa temperado degradê e vidros das janelas dianteiras. Nas janelas traseiras e vidros traseiros a transparência mínima é de 28%. A película G5 é proibida em veículos e o motorista pode ser autuado, receber multa por infração grave e perder cinco pontos na carteira, além de ficar sem o carro até a regularização.

– Técnica de aplicação

As películas mais grossas são mais difíceis de serem instaladas. Normalmente, é possível a instalação sem retirar o vidro, desde que seja até a espessura de 0,2 mm, a PS8. Existem os instaladores que preferem retirar os vidros, para a aplicação ser feita por dentro, mesmo no caso das mais finas.

– Durabilidade

Os fabricantes costumam oferecer de 10 a 15 anos de garantia, para o risco de descolamento ou desbotamento. Normalmente, se forem de boa qualidade, as películas costumam durar muitos anos, sendo muito resistentes.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *