Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

Laudo cautelar: o que é e para que serve

Realizar um laudo cautelar não é algo obrigatório, mas traz várias vantagens no momento da venda de um veículo usado. Acompanhe o texto e descubra como fazer e quais os benefícios da análise.

Um laudo cautelar nada mais é do que uma análise completa de um veículo. Ele pode ser realizado por um engenheiro ou técnico habilitado, que possua registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA).

Também chamado de perícia cautelar, esse tipo de laudo é indicado para o momento de compra ou venda de um carro usado. Por meio dele, ambas as partes da negociação podem conhecer tudo o que precisam sobre o veículo.

Em todo o caso, é necessário destacar que o laudo não é obrigatório. Porém, existe uma segunda vistoria regulamentada pelo Código de Trânsito Brasileiro: a vistoria de transferência.

Esta é feita pelo Detran, e é obrigatória sempre que é necessário fazer a transferência de propriedade (compra/venda) de um carro.

Essa avaliação também é necessária para o momento de regularização dos documentos do automóvel, seja qual for essa regularização. A simples troca de endereço do proprietário, por exemplo, requer a perícia de transferência.

Você, então, pode estar se perguntando: “qual a vantagem em fazer as duas perícias?”. Simples: com o laudo cautelar, as condições do veículo são avaliadas.

Na de transferência, avaliam-se melhor os documentos e, se for o caso, a legalidade da negociação de compra e venda.

Fazer a primeira vistoria evita problemas e atrasos na segunda, pois será possível corrigir, previamente, qualquer pendência legal.

A vistoria de transferência pode ser realizada por poucas empresas habilitadas pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

As autorizadas podem ser visualizadas no site de cada órgão estadual. Em alguns municípios, é preciso fazer o agendamento e pagamento antecipado da vistoria.

Laudo cautelar: o que é e para que serve

Imagem: Getty

O que um laudo cautelar avalia?

Ao passar por um lado cautelar, o veículo tem os seguintes aspectos avaliados:

  • Documentos;
  • Histórico de proprietários;
  • Indícios de sinistros, como colisões, roubos, furtos, incêndio etc.;
  • Pendências e encaminhamento para leilão;
  • Aspectos jurídicos e financeiros, como o pagamento dos impostos em dia;
  • Passagem por Recall;
  • Parte estrutural, mecânica e elétrica, como o alinhamento, amortecedores, chassi, motor, farol, freio, pneus, velocímetro etc.;
  • Alterações na pintura ou estrutura (como rebaixamento do veículo).

Quais as vantagens em fazer um laudo cautelar?

Uma das primeiras vantagens obtidas com um laudo cautelar é a melhor avaliação do preço do carro no mercado. Sabendo das reais condições do veículo, o atual proprietário pode cobrar valor correspondente e justo do comprador.

A análise do auto também facilita a revenda, já que o comprador pode ter acesso às informações. Dessa forma, ele se sentirá mais seguro em obter o veículo.

Acidentes também são prevenidos, uma vez que qualquer problema pode ser consertado antes da venda.

Especialmente em relação a condições mecânicas e elétricas do automóvel. Evita-se, ainda, dores de cabeça em relação aos aspectos legais do carro.

Finalmente, o laudo cautelar pode servir para a contratação de uma seguradora. A avaliação do veículo é feita para a definição do preço do seguro e da franquia, e também para os tipos de cobertura necessárias para o carro.

Procure um especialista no assunto e garanta a avaliação! Os documentos podem facilitar o cuidado com o seu veículo.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *