dcsimg

Manual para comprar um carro

Manual para comprar um carro Segredos infalíveis para comprar um carro em tempos de crise

Na hora de comprar um carro as pessoas precisam se atentar a muitos detalhes para não pagar a mais e também para conseguirem o modelo que desejam. Por isso veja como comprar um carro e saiba de tudo para que consiga ter ele em breve.

Na hora de escolher o carro

Quem nuca sonhou em ter um carro super moderno e dos sonhos? Porém nem sempre isso é possível, isso porque as vezes esse sonho não está acessível financeiramente e precisamos ajustá-lo a nossa realidade. Por isso antes de escolher o modelo do seu próximo carro é preciso considerar alguns tópicos.

Escolha um modelo que lhe agrada, mas não se prenda exclusivamente a ele.

Se gosta de carro sedã isso já é um começo para começar a sua pesquisa, veja o modelo que lhe agrada, mas sempre tenha mais duas ou três opções similares, assim é possível conseguir os melhores negócios e preços. Isso porque o modelo que era a sua 1ª opção tem uma grande diferença de valor que faz com que ele não caiba no seu orçamento, já as outras opções podem ser mais acessíveis.

Pesquise em diversos locais

Isso preciso ser feito porque a diferente de valor de uma concessionária para outra pode variar bastante. Se for comprar um veículo usado uma opção pode ser comprar direto do vendedor, assim pode se conseguir os melhores preços. O importante é nunca comprar na primeira oportunidade que aparecer é preciso gastar um pouco de tempo pesquisando e comparando valores.

Considere um carro usado

O carro zero pode ser muito atraente por conta de todas as suas garantias e nunca ter tido um dono, porém desvaloriza bastante assim que sai da concessionária. Uma forma de tentar reduzir os gastos pode ser optar por um carro usado, isso porque ele já desvalorizou um pouco, mas ainda pode estar em ótimas condições. Para quem está com pouco dinheiro essa pode ser a melhor saída.

Planeje-se com os gastos extras

Muita gente considera apenas o valor do veículo e acaba esquecendo dos custos com documentação, IPVA, combustível, manutenção e outros. Por isso na hora de fazer as contas deve se considerar todas essas despesas extras e como elas irão interferir no seu orçamento.

Formas de pagamento

Comprar um carro à vista não é a realidade para a maioria das pessoas, isso porque ter disciplina para juntar o dinheiro é um pouco difícil. Por isso muita gente acaba optando pelo financiamento de carro, assim fica mais fácil de pagar e ter logo o veículo.

Financiamento

O Crédito Direto ao Consumidor (CDC), mais conhecido como financiamento é responsável por mais de 70%das vendas de veículos no país, ou seja, essa é a forma mais utilizada.

Para que o financiamento seja liberado é preciso passar por uma análise de crédito pela instituição financeira que está disponibilizando o pagamento e normalmente quem não tem o nome sujo consegue essa liberação. Esse financiamento pode ser feito em um banco, financeira ou no banco da montadora, independentemente do local é sempre preciso estar atento as taxas.

Financiamento sem juros não existe o que ocorre na maioria das vezes é que esses valores já estão embutidos no valor do veículo e quando se compra à vista se ganha um “desconto”.

Além dos juros existem taxas como a Taxa de Abertura de Crédito (TAC) que é ilegal, mas mesmo assim algumas concessionarias insistem em cobrar. As tabelas de retorno são um acordo entre a concessionária e a financeira que o vendedor concede um desconto, mas inclui esse nos juros, atenção porque esse também é ilegal.

Para não ter problemas com os valores deve-se pedir para que seja calculado o Custo Efetivo Total (CET), ante de assinar o contrato. Dessa forma é possível saber o valor total que deverá ser pago e a que ele corresponde.

Consórcio

Comprar um carroO consórcio é uma outra modalidade de financiamento e também uma invenção brasileira. Nessa modalidade o cliente entre em um grupo que pagará uma taxa todos os meses por um período determinado. Durante esse período haverá sorteios e os contemplados podem receber a carta de crédito para adquirir o veículo, ou então isso acontecerá somente no final do período.

Faça a cotação do seu seguro auto online!
Qual é a marca do seu carro?

Ele é bem interessante para quem não tem pressa de pegar o carro, isso porque pode demorar bastante até ser contemplado. Mas quem preferir também pode dar um lance para tentar antecipar a carta de crédito, mas isso não ocorrer esse valor é usado para quitar as parcelas faltantes.

Apesar dessa modalidade não cobrar juros ela possui uma taxa de administração que pode chegar até 12% do valor do bem. Além disso, as parcelas podem sofrer reajuste de acordo com a tabela do fabricante o veículo, por isso é preciso se programar para isso.

É preciso se atentar porque o consórcio não disponibiliza o valor em dinheiro apenas para a compra do veículo. Se optar por um veículo de maior valor é possível usar a carta de crédito e pagar a diferença. Já se o veículo for de menor valor pode usar o dinheiro que sobrar para pagar o seguro do veículo, IPVA ou até mesmo as parcelas restantes.

Financiamento balão

Essa é uma modalidade usada pelas montadoras para atrair o cliente e o nome se deve pelo fato de ele reaquecer o mercado. Ele funciona como um financiamento, mas com uma diferença, o veículo é financiado em 24 meses e a última parcela é a maior, porém ela pode ser paga com o carro usado desde sirva como entrada para um novo.

Ela também é conhecida como recompra garantida, porém apesar de parecer bastante interessante por permitir que seja feita a troca de veículo a cada dois anos e a última parcelar ser paga com o próprio carro tem alguns pontos que merecem atenção.

Cada montadora estabelece as suas regras, mas no geral é preciso ter uma quilometragem máxima de quilômetros rodados, avaliação da fabricante e outras. Outro ponto importante é que só é possível trocar o veículo por outro da mesma marca.

Leasing

O leasing é mais utilizado pelas empresas do que pessoas físicas e nesse caso se paga por uma espécie de aluguel do carro. Muitas vezes ele não tem entrada e os juros são bem menores o que pode ser um grande atrativo, mas também tem seus poréns.

Nesse caso o veículo fica em nome do banco até o final do contrato mesmo que se antecipe as parcelas. E mesmo pagando antecipado não existe a redução dos juros. Em caso de atraso das parcelas fica muito mais fácil do banco tomar o bem, isso porque ele não está em nome do proprietário e sim do banco.

Ao final do período do contrato é possível comprar o veículo por um valor baixo ou então deixar ele para o banco.

Dicas para não se enrolar com essas dívidas

  • É preciso se planejar antes de financiar um veículo, segundo especialistas o ideal é não comprometer mais do 30% da renda com as parcelas. Essa porcentagem deve incluir todos os seus financiamentos por isso se além do veículo tiver algum outro é preciso ver bem as parcelas.
  • Tente fazer no menor número de parcelas possíveis, isso porque quanto menor o número de parcelas menores também serão os juros.
  • Se for trocar o seu carro dê o antigo como entrada assim se reduz o valor total a ser pago.
  • Guarde o rendimento extra como 13º para eventuais despesas que venha a ter como o carro como IPVA, manutenção e outras.
  • Se perceber que irá atrasar uma parcela entre em contato antes com a financeira para tentar renegociar e assim evitar os altos juros.

A importância do seguro

Na hora de comprar deve-se atentar a todas as formas possíveis de aquisição do veículo e depois de escolher é hora de pensar em como manter esse bem protegido enquanto paga as parcelas. Muita gente deixa o seguro de lado e depois acaba se arrependendo quando acontece um imprevisto.

Segundo estatísticas um a cada sete veículos se envolve em um acidente de trânsito, além disso existem os assaltos que podem ser outros problemas.

Quando se tem um seguro é possível evitar dores de cabeça e prejuízos financeiros uma vez que se estará respaldado em casos de sinistro.

Existem diversas modalidades de seguro que incluem desde coberturas mais simples até as mais completas e assim é possível encontrar a que melhor atenda a sua necessidade. Além disso, também é possível escolher a melhor franquia, pagando um prêmio maior ou menor.

Para ficar mais completo ainda algumas seguradoras contam com serviços adicionais que garantem outros benefícios como serviços para sua casa, descontos em estabelecimento parceiros e muitas outras.

Quando se tem um seguro aquedado ao seu perfil é possível contar com:

  • Diminuição dos prejuízos financeiros em caso de acidentes, roubos e furtos, isso porque a seguradora será responsável por arcar com parte dos custos. Assim você não perde o valor parcial ou total pago no seu carro, ou pior, continua pagando as parcelas sem nem mesmo ter mais ele.
  • Menor preocupação em andar com o veículo, isso porque sabe-se que ele estará segurado.
  • Um ótimo custo benefício em relação ao serviço prestado.
  • Valor do prêmio parcela com parcelas que cabem no seu orçamento.

Porém para que fique mais fácil na hora de escolher por um plano de seguro auto o indicado é que se tenha ajuda de um corretor. Ele poderá entender melhor as suas necessidades indicando o serviço que melhor lhe atende e ainda conseguindo bons valores junto as seguradoras.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sanaira Silveira - 10 de Fevereiro de 2016 às 17:23

Boa tarde Rodrigo,

Sobre a sua questão no seguroauto.org,
Peço que entre em nosso site e preencha o formulário, para que um corretor possa entrar em contato com você para tirar suas dúvidas e oferecer o seguro que melhor atenda suas necessidades.

Qualquer dúvida, estamos à disposição,
Abraço.

Rodrigo Favero - 10 de Fevereiro de 2016 às 16:44

Bom dia!

Gostaria de saber se o AGILE LTZ 2011 que saiu de linha de fabricação é um bom carro para ser comprado neste momento…

Obrigado

Postar um comentário