dcsimg

Mentiras mais usadas para fraudar seguros de carro

Mentiras mais usadas para fraudar seguros de carroNa hora de pagar menos, muitas pessoas tentam bancar as espertalhonas e fraudar algumas informações para que o seguro auto saia mais barato, tanto que as seguradoras estão mais atentas a isso.

Segundo um levantamento da Seguro da Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNseg) somente em 2012 as fraudes custaram as seguradoras cerca de 341 milhões de reais. Essas fraudes representam cerca de 20% dos custos total das seguradoras, porém esse número pode ser ainda maior uma vez que muitas podem não ser descobertas.

Os profissionais da área já pegaram diversas mentiras absurdas, por isso conheça algumas delas.

Carro declarado como roubado, mas que foi vendido em outro país

Antigamente era comum declarar o carro como roubado e vender ele em outros países da América do Sul. Em uma situação a seguradora encontrou a declaração do carro cruzando a fronteira e chamou a mulher que era a titular do seguro e o marido enquanto deixaram o vídeo rodando.

A surpresa ocorreu quando a mulher acho que o carro havia sido recuperado, mas para a surpresa dela o marido havia o vendido sem o seu conhecimento e informado o roubo.

Capotamento

Existem pessoas que se tornaram capotadores profissionais. Em uma curva na rodovia Régis Bittencourt essa prática se tornou comum, e esses capotadores são pagos para capotar o veículo. Com isso os motoristas fingem o acidente para receber o seguro.

Assando o carro

O motorista de um BMW jogou o carro ladeira abaixo para receber o seguro, porém como o carro não ficou danificado ele resolver amassar a lataria com um martelo. A fraude foi facilmente identificada pelos peritos.

Delatado por uma borboleta

Um motorista de uma Mercedes resolvei bater o carro em um poste e forjar um acidente, porém os peritos encontraram um casulo de borboleta no sistema de escape. Ao procurar um profissional puderam confirma que foi uma fraude já que o inseto não sobreviveria ao motor ligado.

Desmontando a Ferrari

O proprietário de uma Ferrari F430 e também dono de uma oficina desmontava o carro e vendia as peças e depois alegava que ele havia sido roubado. Ele conseguiu aplicar esse mesmo golpe 3 vezes e só foi descoberto na quarta tentativa para receber o seguro.

Enterrando o carro

Em Minas Gerais, o proprietário de um Fiat Uno 2000 enterrou o carro no quintal de casa. a fraude só foi descoberta após uma denúncia anônima e o proprietário só confessou depois que o carro foi desenterrado.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário