Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

O que é seguro compreensivo?

Acompanhe este artigo e descubra o que é o seguro compreensivo e como ele funciona, reunindo diferentes coberturas em uma única apólice.

Antigamente, contratar um seguro auto exigia do segurado um pouco de atenção, pois, para cada cobertura ele recebia uma apólice com condições diferentes.

Assim, quando ocorria um sinistro ele precisava “descobrir” em meio a vários documentos, se a situação estava coberta.

Neste artigo explicaremos melhor como funciona o seguro compreensivo, quais são as coberturas inclusas nele, como ele pode ser contratado e como a franquia funciona em diferentes situações.

O que é seguro compreensivo?

Imagem: Getty

Como surgiu a cobertura de seguro compreensiva?

Até o início da década de 90 a contratação de um seguro auto era uma tarefa bem complicada e cara.

Era preciso assinar uma apólice para cada tipo de cobertura diferente, o que tornava o processo de contratação muito mais burocrático do que se pode imaginar.

Para dificultar ainda mais a adesão aos seguros, havia uma rigidez tarifária que dificultava financeiramente para o consumidor e as empresas não podiam oferecer o que os seus clientes precisavam. Bem diferente do que ocorre com o seguro compreensivo nos dias de hoje.

Com o lançamento do Plano Diretor do Sistema de Seguros na década de 1990, realizado pelo Governo Federal lançando, essa situação mudou.

Ele visava tornar os seguros mais acessíveis e o foco era a necessidade dos consumidores.

Assim surgiu a cobertura de seguro compreensiva, onde uma única apólice cobria diferentes situações, e o segurado tinha mais facilidade tanto na hora de acionar o seguro como no pagamento do prêmio e da franquia.

O que é o seguro compreensivo?

O seguro compreensivo é caracterizado por uma única apólice onde constam diferentes tipos de coberturas como roubo e furto, colisão, incêndio e muito mais.

Com ele, o consumidor tem todas as informações sobre os riscos e coberturas em um mesmo documento e esse modelo vem sendo usados desde a criação do Plano Diretor do Sistema de Seguros em 1990 até hoje com muito sucesso.

De modo geral, o seguro compreensivo reúne as principais coberturas necessárias para que os segurados que desejam proteger seu veículo de uma maneira mais completa, abrangente.

Entre essas coberturas, as principais e mais comuns entre as seguradoras são:

  • Roubo e furto;
  • Incêndio, queda de raio e explosão;
  • Chuva de granizo, terremoto e furacão;
  • Enchentes e alagamentos;
  • Queda de pontes e precipícios;
  • Colisão, capotagem ou abalroamento;
  • Queda de objetos sobre o veículo;
  • Assistência 24 horas com direito a guincho, socorro mecânico e mais;
  • Danos causados por terceiros.

Além dessas coberturas encontradas no seguro compreensivo ou seguro completo, como é popularmente chamado, o segurado pode contar ainda com coberturas adicionais como carro reserva, proteção aos vidros, equipamentos, blindagem e mais.

Isso dependerá diretamente da necessidade de cada segurado e do que a seguradora tem a oferecer.

Seguro compreensivo cobre terceiros?

Em algumas seguradoras a cobertura de danos a terceiros é oferecida dentro do seguro compreensivo, em outras ela é considerada como uma cobertura adicional e deve ser contratada a parte.

Por isso, a resposta para essa pergunta é, depende.

Se você quiser saber se uma determinada seguradora oferece esse tipo de cobertura inclusa no seguro compreensivo, vale a pena perguntar ao seu corretor.

Vantagens do seguro compreensivo

O seguro compreensivo facilitou muito a relação entre os consumidores e seguradoras, além de trazer outros benefícios, que tornaram a vida de ambos mais dinâmica e segura, veja alguns:

  • Regulamentação pela SUSEP, garantindo que o produto está de acordo com as regras comerciais e que as empresas têm autorização para comercializar esse tipo de produto;
  • Redução de taxas, uma vez que todas as informações estão reunidas em uma apólice sendo vendidas como um conjunto;
  • Fácil entendimento e uso do seguro, já que todas as coberturas estão reunidas em uma única apólice facilitando a compreensão do seguro e de suas condições;
  • Possibilidade de montar um seguro personalizado, pois, além das coberturas existentes no seguro compreensivo é possível adicionar outras.

Como contratar o seguro compreensivo?

Para ter acesso a esse tipo de cobertura o primeiro passo é realizar uma boa pesquisa entre as seguradoras existentes.

Isso é necessário porque mesmo se tratando de uma cobertura mais completa, ela pode variar bastante de uma seguradora para outra.

É importante que nessa pesquisa você fique atento às cobertura inclusas no seguro compreensivo e os valores oferecidos.

Para tal, basta solicitar uma cotação do seguro compreensivo para o seu perfil em todas as seguradoras pesquisadas.

Depois disso, escolha aquela que melhor atende às suas necessidades e dispõe de um bom custo-benefício, assim você garantirá uma cobertura completa de acordo com o que precisa a um preço que pode pagar.

Não se esqueça de sempre verificar se a seguradora trabalha dentro das normas necessárias e está devidamente cadastrada junto a SUSEP – Superintendência dos Seguros Privados.

Como funciona o seguro não compreensivo?

Se você não deseja, ou mesmo não pode pagar pelo seguro compreensivo, não se preocupe, pois, existe no mercado o seguro não compreensivo.

Uma cobertura mais simples, que geralmente conta apenas com cobertura para roubo ou furto e que possui um preço muito mais acessível que a cobertura completa.

A vantagem do seguro não compreensivo é que, mesmo se tratando de uma cobertura mais restrita ele pode ser acompanhado de outras coberturas adicionais como as proteções já mencionadas aqui, entre outras.

Para quem busca uma proteção completa para seu veículo, certamente o seguro compreensivo é a melhor opção.

Para que você não tenha muitos problemas ou dificuldades em sua pesquisa, procura o auxílio de um corretor de confiança.

Leia mais artigos sobre:

1 comentário

  • Wanderson Dalto Rodrigues says:

    Olá,

    Como faço para editar o arquivo em PDF, ou posso responder a caneta?
    Digitalizo e reenvio?

    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *