dcsimg

O que fazer quando aquele parente idoso insiste em continuar dirigindo

Você está preocupado com um familiar idoso que continua ao volante?

É preciso estar preparado antes de tocar nesse assunto tão delicado em uma conversa da família. Existem algumas sugestões e ideias que podem te ajudar.

Se sua família se reuniu para passar alguns dias dos feriados, você pode ter notado algumas mudanças na maneira de dirigir de um parente já idoso e começou a ficar preocupado. Saiba que você não está sozinho.

O que fazer quando aquele parente idoso insiste em continuar dirigindo

Com o crescente e grande número de motoristas com mais de 70 anos e como muitos de nós têm pais idosos, o número de adultos que agora se preocupa com os familiares mais velhos ao volante só tende a crescer. Muitos estão inseguros de como tratar esse problema da maneira correta.

Antes de abordar diretamente esse assunto, a melhor coisa é fazer a sua parte primeiro, isto é, pensar muito bem, porque trata-se de um tópico muito sensível para quem está envolvido.

Dar um tempo até estar preparado pode fazer com que a preocupação diminua e ajudar a dar o pontapé inicial para um papo inteligente e positivo. Quem indica é Jodi Olshevski, um especialista no processo de envelhecimento de uma grande companhia de seguros, The Hartford. Ele recomenda que, para ter melhores condições de ajudar, você deve reunir os fatos e se informar sobre os recursos e soluções possíveis.

Não é porque seu parente querido está idoso que automaticamente isso significa que você deve ficar preocupado sobre a sua habilidade ao volante. Muitas pessoas acima da idade de 70 anos estão por aí dirigindo com a mesma facilidade que seus colegas mais jovens.

Idosa ao volante

Se você está preocupado, primeiro verifique se seus medos têm realmente fundamento. Preste atenção nos sinais de alerta, entre no carro e observe o motorista idoso. Escolha a melhor oportunidade, ouça a pessoa que tem o melhor relacionamento com o motorista, num momento adequado, que geralmente não é aquele das reuniões familiares.

Sinais de alerta

Se você está preocupado sobre a capacidade de seu parente querido em dirigir, observe em primeira mão, de dentro do carro, para formar uma opinião própria e não baseada na opinião de outra pessoa. Há sinais de alerta para avaliar a condição de um motorista idoso, que se referem a aspectos físicos que são desafiadores quando a questão é dirigir.

O Centro Hartford para Excelência no Mercado para Pessoas Maduras e o Laboratório da Idade do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachussetts) pesquisaram esses sinais e publicaram resultados, dos quais podemos citar:

  • Dificuldade em virar a cabeça e o corpo para olhar para trás quando estiver dando marcha à ré (41% dos pesquisados)
  • Dificuldade para entrar e sair do veículo (22%)
  • Dificuldade em virar a cabeça para ver locais cegos para o motorista, na mudança de faixas na estrada (19%)

Sinais de alerta de relevância menor

Amassados no veículo e arranhões, que não estavam lá antes. Erros simples que parecem ser falhas eventuais e não padrões estabelecidos.

Sinais de alerta com gravidade

  • Dificuldade em fazer conversões à esquerda, dirigir na pista contrária ao tráfego, parar em meio ao tráfego sem razão aparente, erros consistentes e frequentes.
  • Cometer erros simples e menores não significa que a pessoa precisa parar de dirigir, mas as famílias precisam verificar padrões nos comportamentos equivocados, que são sinais de alerta, principalmente um aumento na frequência e gravidade desses sinais.

Início de uma conversa

Idosos e acidentesDe maneira ideal, as famílias devem ter sua primeira conversa sobre segurança bem antes que a condução de um veículo por um parente idoso se torne um problema. Acidentes de automóvel, quase acidentes, direção seguro e mudanças no estado de saúde fornecem oportunidades para conversar sobre as habilidades na direção do veículo.

Não há nada que faça com que essa conversa seja fácil, mas há alguns caminhos que você pode adotar para promover um diálogo produtivo. Se você estiver convencido de que há razões para se preocupar com a capacidade de dirigir de um parente idoso, é importante abordar a situação de uma maneira inteligente e não ameaçadora.

Comentários sobre como o trânsito está se tornando muito mais congestionado recentemente ou a respeito das notícias sobre um acidente de carro, pode ser uma boa forma de começar a conversa sobre a segurança de continuar dirigindo.

Iniciar a conversa costuma ser a parte mais difícil e a sua abordagem pode determinar a sua direção. Aqui vão algumas sugestões para iniciar uma conversação amigável, que poderá fazer com que seu parente idoso que dirige se sinta mais confiante para expressar os seus sentimentos:

  1. Você ouviu falar sobre o acidente de carro que está nas notícias de hoje?
  2. Você perguntou ao médico sobre os efeitos do novo remédio que está tomando na sua capacidade de dirigir?
  3. Foi por um triz ontem hein? Eu fico preocupado com a sua segurança na estrada.
  4. Eu tenho medo de que você se envolva num acidente de carro na estrada, com toda essa chuva e inundações que têm acontecido.
  5. Estou feliz que você parou de dirigir à noite. Você nunca deve dirigir se não estiver se sentindo confiante e perceber que isso está muito arriscado.

Outras dicas para uma conversa produtiva incluem:

  • Prepare-se para a conversa, faça sua lição de casa.
  • Escolha a melhor mensagem, para o melhor momento.
  • Seja positivo, apoie, restrinja-se aos fatos e não ameace.
  • Ofereça outras alternativas de transporte.
  • Saiba que podem ser necessárias mais de uma conversão para resolver a questão. Deixe a pessoa ciente de que você sempre vai estar lá quando ele ou ela estiverem interessados em conversar a respeito.

Lembre-se de que não há receitas prontas para a solução dos problemas que seu parente idoso estiver enfrentando na condução de um veículo. Alguns podem ser remediados com a melhora do condicionamento físico, através de exercícios, mais atenção e aulas de direção segura. Outras situações podem exigir intervenções mais imediatas.

Algumas escolas de direção oferecem cursos de direção segura para condutores idosos e cursos de reciclagem na direção. Você também pode encontrar publicações online que podem ajudar a lidar com a questão da direção segura dos seus queridos parentes idosos.

Ah, não se esqueça de que um seguro auto idoso é muito importante também para diminuir vários problemas!

Leia mais artigos sobre: ,

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário