Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

O que o jovem motorista que conseguiu a CNH precisa saber

Dicas para motoristas iniciantes podem salvar a vida

Se você é um jovem que está começando a dirigir, provavelmente já escutou muitos conselhos e advertências sobre como não se envolver em acidentes de trânsito e não deve estar disposto a ouvir mais sermões.

Mas algumas dicas espertas podem te ajudar a não se envolver em problemas e evitar aquela dor de cabeça e perda de tempo de quem se envolvem em um acidente. Aliás, podem salvar sua vida também!

Enfim, são dicas onde você vai encontrar formas práticas de manter a segurança quando estiver atrás de um volante e evitar um acidente:

  1. O primeiro alerta que pode ser resumido em uma sigla – DD, ou Dirigindo Distraído.

– Com o crescente uso dos telefones celulares e mensagens de texto, não é surpresa que dirigir distraído pelos papos online é a principal causa dos acidentes de carro entre os jovens. Nos Estados Unidos, por exemplo, já ficou provado que 43% dos acidentes entre jovens aconteceram porque eles estavam falando no telefone celular enquanto dirigiam.

– Atualmente, devido a esse constante risco da distração, adotar hábitos de segurança na direção é mais importante do que nunca. Ao mesmo tempo, as leis estão mudando e as escolas preparatórias para direção estão incorporando essas novas situações.

O que o jovem motorista que conseguiu a CNH precisa saber

– É importante que não somente os pais e as escolas de direção, mas as organizações da sociedade e das comunidades entrem para valer no ensino das praticas e habilidades da direção segura, em um trabalho proativo. A direção segura deve ser uma prioridade para qualquer motorista e deve ser incorporada pelo jovem, que precisa entender que ser um bom motorista é adotar uma direção segura. Isso faz parte de uma boa educação.

  1. O segundo alerta é Manter os Olhos na Estrada.

– A principal prioridade para o jovem que está dirigindo deve ser prestar atenção na estrada, pista ou por onde estiver dirigindo. Algumas dicas podem ajudar a manter os olhos na estrada, como:

– Deixar distância suficiente entre o seu veículo e o veículo que está na sua frente, para permitir que você veja tudo o que está acontecendo nas proximidades. Um motorista deve ser capaz de ver os pneus traseiros do veículo que está na frente.

– Ficar atento para identificar um farol com luz verde enfraquecida, ou uma luz verde que rapidamente muda para vermelho. Estar sempre preparado para parar quando isso acontece, antes de chegar ao farol.

– Observar e esperar que outros motoristas façam coisas inesperadas, enquanto estão dirigindo perto do seu carro, como mudar de faixa na pista, acelerar ou freiar bruscamente ou ultrapassar.

– Use sinais luminosos e buzina para se comunicar com outros motoristas em seu trajeto.

– Deixe um espaço de segurança do veículo da frente, esperando pelo menos três segundos, antes de entrar em um cruzamento.

– Cheque seus espelhos a cada cinco ou oito segundos, porque os perigos que costumam causar acidentes não estão sempre na sua frente.

(Foto: Wilson Aiello/EPTV)

Segurança rodovia

– Aprender sobre os riscos e consequências que estão presentes ao dirigir um veículo é essencial para melhorar as condições de desempenho dos motoristas jovens. O treinamento para direção, com sistemas aprimorados e programas de habilitação especiais para jovens, poderiam fornecer informações importantes e a oportunidade para que pratiquem a direção segura.

  1. A terceira dica é Praticar, Praticar, Praticar

Durante os primeiros 1.000 quilômetros de um jovem motorista, ele está 10 vezes mais suscetível de se envolver em um acidente de automóvel do que qualquer outro grupo etário. Dirigir requer habilidade mental e física, que somente podem ser conseguidas com tempo na estrada. Esse é o motivo porque é essencial que os jovens motoristas tenham um treinamento eficiente. O ideal é que os jovens motoristas dirijam por algum tempo em companhia de seus pais, enquanto estão se preparando para dirigirem sozinhos.

  1. Se o carro pertence aos pais, combinem as regras

Esperar por um filho que acabou de tirar a sua habilitação e que volta dirigindo para casa à noite é uma das maiores razões que geram ansiedade e tiram o sono dos pais. E com razão, porque os acidentes de automóvel são uma das maiores causas de morte entre jovens. Nos Estados Unidos, por exemplo, 35% de jovens que morrem entre os 15 e 20 anos de idade são vítimas de acidentes de carro, de acordo com a Administração Americana de Segurança no Transporte em Estradas.

– Se os pais são os proprietários dos veículos é recomendável que criem algum tipo de acordo com seus filhos novos motoristas, para criarem hábitos seguros de direção. Deixem claras as consequências quando seus filhos fazem algo inapropriado enquanto dirigem, de forma que eles entendam seus limites como condutores. O foco de um acordo como esse deve ser o de remover as distrações, tais como usar os telefones celulares ou comer enquanto dirigem, o que pode afastar a atenção do condutor do volante, fazendo com que os jovens motoristas saiam da pista, principalmente nas horas mais complicadas, depois das 10 da noite e antes das 6 da manhã.

Trânsito seguro

  1. Sem celular e sem mensagens

– Dirigir usando o celular, seja falando ou digitando textos e mensagens é infração de trânsito e se provocar um acidente pode caracterizar crime de homicídio, da mesma forma que os acidentes provocados por ingestão de bebida alcoólica.

– O uso do celular é infração prevista no Artigo 252 do CTB, Código de Trânsito Brasileiro. As consequências de dirigir e ao mesmo tempo utilizar o aparelho celular são bem conhecidas. Além de impedir a direção segura, dirigir com apenas uma das mãos também é proibido, no mesmo artigo 252. Se o celular estiver sendo usado para mandar mensagens, o problema é ainda maior, pois divide ainda mais a atenção do motorista, com absurda perda de concentração.

– O Código de Trânsito Brasileiro, em seu artigo 28, deixa claro que o motorista deve ter sempre pleno domínio do veículo, com a atenção necessária para a segurança. O uso do celular viola este principio, pois rouba as chances do condutor dar atenção e controle total sobre o automóvel.

Use o cinto de segurança

– Muitos motoristas e passageiros não utilizam o cinto de segurança. Segundo pesquisa do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, esse é o comportamento de 20% dos condutores e passageiros. A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego divulgou estudo que revela que o risco de mortes em acidentes de trânsito pode ser reduzido em até 45% como uso do cinto de segurança no banco da frente e no caso do banco de trás, a redução do risco de morte chega a 75%.

Se beber não dirija!

– Um motorista bêbado mata alguém a cada 45 minutos, em média, conforme estudo da Associação Mães contra Direção Alcoolizada (MADD, em inglês).

– Os jovens precisam encontrar soluções para responder à pressão dos seus colegas para beber e depois dirigir. Nunca é legal fazer isso!

Durma

– Muitos dos motoristas que dirigem sem dormir o tempo necessário podem dirigir como se tivessem álcool no sangue acima do limite permitido. Depois de uma noite inteira na balada, mesmo que não tenha bebido, o jovem pode estar tão sonolento que é melhor que não dirija. Nesses casos, é melhor que os pais ou um amigo que estiver em melhores condições se ofereça para levá-lo para casa, ou ainda é melhor que pegue um táxi ou Uber.

– De acordo com os profissionais da saúde, são vários os sinais de alerta para quem está sonolento ao dirigir:

– Dificuldade de manter o foco visual

– Dificuldade de lembrar por onde já passou

– Dificuldade em manter a cabeça firme

– Dificuldade em manter o carro na faixa, invadindo a pista contrária ou acostamento.

Os acidentes provocados por motoristas que dormem ao volante são os mais graves, porque o condutor não reage ao que está acontecendo.

Portanto, seja esperto e tome todos os cuidados para ficar em segurança quando estiver atrás de um volante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *