dcsimg

O que o seguro auto não cobre

O que o seguro auto não cobreNa hora de contratar um seguro é preciso verificar bem qual cobertura irá escolher, isso porque de acordo com ele é que terá todas as garantias de que será indenizado em casos de danos.

Se uma pessoa optar por uma cobertura básica ela será indenizada apenas em casos de roubo, furto ou incêndio e nesse caso se o carro sofrer uma colisão essa situação não estará coberta. Por isso uma opção pode ser a cobertura compreensiva que vai incluir outras situações e assim garantir uma maior cobertura.

Além disso, as seguradoras contam com coberturas adicionais que servem para o cliente personalizar o seguro e assim incluir o que desejar desde que esteja disponível. Porém, existem algumas situações que não são cobertas pelo seguro, por isso se atente a elas.

Riscos excluídos ou prejuízos não indenizáveis

Esses são aqueles que não estão previstos no contrato e por isso não serão indenizados. Ele inclui contaminação ou poluição ao meio ambiente, despesas de ações criminais, defeitos em geral no veículo, quando houver despeitos a legislação como ultrapassar o número de veículos, disputas em rachas, trafegar em locais proibidos, areia movediça, confisco ou apreensão por autoridade civil ou militar, guerra, rebelião e outros.

Perda de direitos

Nesse caso o segurado não será indenizado por cometer algum ato que possa prejudicar a seguradora por ter agido de má fé. Ele vai compreender declarações omissas ou inexatas, danos causados por pessoas que conduziam o veículo sem habilitação, fraude, sinistro por má dolo, acidentes decorrentes das condições mentais resultantes do uso de drogas e álcool, entre outros.

Bens não compreendidos

Se houverem objetos dentro do veículo que não foram declarados a seguradora e também não foram incluídos no seguro esses não serão reparados. Isso pode acontecer em casos de sons automotivos, equipamentos de vídeo e outros itens sendo eles de fábrica ou não, mas que deixaram de ser declarados.

Não cumprimento das obrigações

O segurado deve cumprir com algumas obrigações para que possa ser indenizado em caso de sinistros. Por isso é importante que ele vise proteger o veículo sempre que estiver ao seu alcance, em caso de roubo ou furto avisar as autoridades imediatamente, comunicar a seguradora rapidamente em caso de sinistro, informar sobre alterações no veículo, mudança de endereço, transferência do veículo e outras.

Quando o segurado deixa de se comunicar com a seguradora ele pode deixar de cumprir algumas de suas obrigações previstas em contrato e caso ocorra alguma coisa ele poderá não ser ressarcido.

Atraso no pagamento

Quando o segurado fica inadimplente automaticamente o seguro é suspenso e, caso ocorra algum sinistro, nesse tempo o segurado não terá direito a indenização. Dependendo do prazo de atraso, o seguro será cancelado e nesse caso não tem como reverter a situação. Por isso o ideal é sempre manter as parcelas em dia e caso perceba que não terá condições de pagar deve-se entrar em contato com a seguradora antes do vencimento para tentar negociar e assim não perder a cobertura.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário