dcsimg

Quando tenho direito a um carro reserva no seguro auto?

Quando tenho direito a um carro reserva no seguro auto?Muitas vezes há grandes dúvidas quando precisamos de um carro reserva do nosso seguro auto, não é? Para que não fique nesta aflição, saiba como funcionam seus direitos e tenha a assistência que precisa quando for necessário.

Em diversos momentos – seja em uma colisão, roubo ou furto – pode ser necessário o uso de um carro reserva de seu seguro para que possa continuar com suas atividades normais até que o seu veículo esteja de volta. Mas quando você tem este direito?

O direito a um carro reserva existe quando você contratou este tipo de cobertura na hora de assinar seu contrato de seguro de automóvel. Pode parecer simples, mas mesmo para quem já tem a contratação podem surgir questionamentos e, para quem se esqueceu de contratar, deve ficar claro que a seguradora não terá a obrigação de fornecer este serviço, então deve ser feita uma negociação à parte, caso precise, ou verificar outro meio de solucionar o seu problema.

Contratando a opção de carro reserva no seguro auto

Para você que quer ter este direito de usar um carro reserva é importante atentar-se a algumas coisas na hora da contratação:

  • Quantos dias poderei usar o carro reserva?

Na hora de assinar seu seguro pode haver estipulado um número máximo de dias para o uso deste serviço, sendo que a maioria gira em torno de 7 a 15 dias, mas alguns podem ser ilimitados. Sendo assim, verifique os diferentes tipos de cotação (sem carro, com carro limitado ou ilimitado) e faça a melhor escolha.

  • Qual tipo de veículo poderei usar?

É importante informar-se qual o tipo de veículo que poderá ser usado nestes casos, pois a maioria das coberturas inclui o uso de um modelo básico, sendo que se quiser um carro mais completo (com ar-condicionado e direção hidráulica, por exemplo) será cobrada uma taxa extra.

Sendo assim, dúvidas podem surgir com relação aos direitos de um carro reserva em seu seguro auto, mas sempre pergunte antes e leia atentamente os termos do contrato para evitar surpresas.

Artigos relacionados:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário