Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro

Quer saber quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro? Com este artigo você ficará sabendo qual é o tipo de carro você pode comprar de acordo com o seu salário, sem que aperte muito seu orçamento.

Depois de muito andar de ônibus, você decide comprar um carro para que a locomoção fique mais fácil.

Essa é a situação que muitas pessoas enfrentam, porém, antes de adquirir o veículo dos seus sonhos, é preciso verificar se ele realmente vai caber no seu orçamento e se as demais contas não vão ficar atrasadas. Ou então, você precisará considerar comprar um carro mais barato.

A questão é que a maior parte das pessoas não para e pensa nisso, apenas observa o valor final do veículo ou das parcelas.

Sem que façam nenhum tipo de cálculo, acabam comprando o carro e depois não conseguem pagá-lo. Isso tem feito com que a devolução de veículos financiados ou a busca e apreensão desses só aumente.

Uma das coisas que tem levado a uma maior procura por automóveis é que ficou mais barato conseguir comprar carro.

Há mais de 10 anos, para comprar um carro Sedan era preciso desembolsar 124 salários mínimos, hoje pode essa realidade mudou, mas ainda exige um investimento alto.

Então eu não poderei comprar um carro? Poderá, mas não sem antes pensar nas suas finanças e ler esse texto até o final e descobrir quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro. Vamos lá?

Quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro

Imagem: Getty

Como saber qual carro combina com o meu salário?

Antes de decidir pela compra de um veículo, saiba exatamente quanto você ganha e descubra o valor que pode pagar pelo valor do carro.

De modo geral, o valor pago por mês não deve comprometer mais de 10% dos rendimentos. Se possuir um salário de R$ 2.500, então a parcela do financiamento não deverá ultrapassar R$ 250.

Com base nesse valor, com certeza vai dizer que financiamento de veículos nesse custo não existe e, tenho que concordar que não será em qualquer situação que as parcelas caberão no seu bolso.

Se escolher um carro novo, que custa cerca de R$ 50.000, e quiser parcelar em 48 meses, cada parcela sem juros já teria um custo de R$ 1.041, ou seja, totalmente fora do orçamento.

Então quer dizer que não posso ter o carro dos meus sonhos? Em alguns casos, não, deverá escolher outro modelo de carro mais barato. Porém, nem tudo precisa ficar assim perdido.

Alguns exemplos

Se desejar ter o carro X e sabe que um novo custa R$ 50.000, poderia optar por um usado, afinal, após sair da concessionária, ele já desvaloriza cerca de 20%. Com o passar do tempo, o valor de mercado diminui ainda mais.

Ao optar por um carro usado só se atente para que esse esteja em boas condições, isso porque os custos com manutenção podem fazer com que a sua programação financeira desande.

A dica é comprar carro optando por um seminovo ou um que esteja bem conservado.

Já fiz até um texto aqui falando sobre carro novo ou usado, você viu?

Outra alternativa seria dar uma boa entrada e diminuir o valor a ser pago parcelado, pois assim o financiamento poderia caber no seu orçamento. Afinal, financiar um carro sem entrada pode deixar o valor final bastante elevado.

Veja uns exemplos abaixo de como comprar:

Exemplo 1

Valor do carro zero: R$ 50.000,00

Número de parcelas: 60

Valor da entrada: Zero

Valor da cada parcela, com juros de 1,5% a.m.: R$ 1.292,77

Exemplo 2

Valor do carro usado: R$ 32.000,00

Número de parcelas: 60

Valor da entrada: R$ 17.000,00

Valor da cada parcela, com juros de 1,5% a.m.: R$ 387,83

Exemplo 3

Valor do carro usado: R$ 20.000,00

Número de parcelas: 60

Valor da entrada: R$ 10.500,00

Valor da cada parcela, com juros de 1,5% a.m.: R$ 245,63

Nos exemplos acima, se tiver um salário de R$ 2.500, o único que atenderia a regra dos 10% é o exemplo 3, de carros até 20 mil. Nesse caso, deve-se optar por um carro de custo mais baixo, com uma entrada alta e parcelas reduzidas.

O modelo do veículo não é o principal fator a ser levado em consideração para o cálculo das parcelas, já que pode ser um carro sedan ou outros, mas sim o valor do financiamento, aquele que deverá ser pago todo mês, especialmente se comprou o carro sem entrada, caso não queira ter o carro apreendido e perder tudo o que já foi pago.

Porém, não se deixe cair em tentação com as ofertas que os vendedores fazem para financiar carro. Por lei, até 30% do orçamento pode ser comprometido com um financiamento de veículo.

Mas se você tiver outras contas para pagar, essa com certeza não é uma boa ideia, não é mesmo? É só fazer as contas aí no seu caso, considerando não apenas o valor do carro.

Não importa se pretende comprar um carro de 20 mil, carros até 10 mil, carros de 40 mil ou outros valores de carros para comprar

Outro ponto que você precisa ficar atento é que para fazer um financiamento será analisado o quanto recebe. Por isso, mesmo que resolva se arriscar e tentar pagar mais de 30% dos seus rendimentos não conseguirá.

Quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro

Imagem: Pixabay

Existem outros valores que devem ser levados em consideração?

Uma coisa que eu sempre digo é que não deve ser feita mais de uma dívida por vez, por isso, se já tiver pagando algum parcelamento de longa duração, vale a pena rever a possibilidade de adiar a compra do carro. Mas por que isso?

Junto com o veículo, vem uma série de despesas que farão com que o custo dele aumente. Então se está comprometendo 10% da sua renda apenas com o pagamento das parcelas, prepare-se para comprometer mais.

É agora que, se você ainda não estava concordando com a regra dos 30% ser ineficiente, que vai entender o que estou falando, especialmente se pretende comprar carros sem entrada. Veja:

Manutenção

O carro deve passar por manutenções preventivas regulares e fugir delas não é uma boa. Se ficar adiando essas manutenções, ele pode dar problema, quebrar alguma peça e o custo para arrumar será maior do que antes.

Sem falar que problemas podem aparecer a qualquer momento, sendo preciso arrumá-los se quiser continuar a utilizar o carro.

Aliás, isso me lembra alguns quebra-galhos que você não deve fazer em se veículo achando que está sendo melhor. Já viu?

Seguro do carro

valor do seguro vai variar de acordo com as coberturas que deseja ter, porém, por mínimas que elas sejam, acabam interferindo no orçamento.

Além disso, o preço do carro na Tabela Fipe influencia o valor do seguro auto. O valor até pode ser parcelado, o que facilita o pagamento, mas ficar sem ele não dá.

O seguro acaba sendo essencial para ajudar a minimizar os custos em casos de roubo, furto, colisões e outros.

Se estiver fazendo as contas para conseguir comprar um carro, não se esqueça de incluir o seguro nas despesas, pois já falei várias vezes aqui que realmente compensa ter o seguro automotivo.

Portanto, não considere apenas o valor de carro, mas de sua proteção também ao comprá-lo.

Se ainda tem dúvidas sobre ele, pense que você pagará cerca de R$ 2.000 por ano para ter um seguro e que o reparo de uma colisão traseira forte pode custar cerca de R$ 8.900.

Tendo o seguro, o valor economizado será grande, pois você só paga a franquia, que será bem menor que isso, com certeza.

IPVA e licenciamento

Não tem como se livrar do IPVA e licenciamento, inclusive para os veículos mais baratos, como um carro até 10 mil, por exemplo.

Todo ano é preciso pagar esse imposto para poder circular com o veículo sem ter nenhuma preocupação.

Cada carro terá um custo diferente do IPVA, podendo ele ser baixo, cerca de R$ 200, ou bem caro, passando a casa dos 5 dígitos.

Documentos

A transferência do veículo e outros tantos documentos encarecem o custo do carro. Apesar de alguns deles só serem pagos uma única vez, lembre-se de que será cobrado junto com a aquisição do automóvel.

Ao comprar carro, inclua todos os custos extras para não se perder na hora de pagar as contas e começar a fazer uma dívida antes mesmo de estar usufruindo do seu veículo novo.

Combustível

Não tem como falar de gastos com carro sem lembrar o preço alto da gasolina, não é mesmo?

Então considere o trajeto que você fará com o carro todos os dias, seja para trabalho ou estudo, e ainda adicione um montante para os momentos de lazer e tenha uma ideia do quanto irá gastar nessa parte.

Saiba que você pode optar por modelos mais econômicos ao comprar carro.

Se ficar na dúvida sobre etanol ou gasolina, e qual compensa mais, veja só esse artigo e calcule corretamente já.

Outros custos

Se você achou que parou por aqui, ainda não. Pois é, parece que nunca acaba, né? Pois é importante ver que comprar um carro envolve tudo isso e muito mais, afinal, nunca se sabe os possíveis problemas.

Mas que ter um carro envolve muita praticidade, isso não se pode negar, não é mesmo?

Então, ao ver um carro para comprar, nessa parte você deve calcular possíveis custos extras que possa ter, seja para pagar um aluguel de garagem porque sua casa ou apartamento não dispõe de uma vaga para carros, ou porque no seu trabalho não há estacionamento para funcionários e terá que pagar um mensal.

Além disso, se não tiver tempo nem jeito para lavar o veículo, lembre-se de embutir o custo da lavagem, que deve ser feita a cada X dias, conforme a necessidade.

Outro ponto que quase ninguém pensa é em ter uma reserva financeira para imprevistos com o veículo. Se ocorrer um sinistro parcial terá de pagar pela franquia do seguro e o valor pode ser alto.

Por isso, é bom ter uma poupança para essa situação e se o valor não for usado pode ser aplicado em uma entrada quando for trocar o seu carro.

Ou seja, você pode pensar em outros itens que seriam importantes para cuidar do seu carro, então nesse momento deve colocar tudo detalhadamente, além de considerar o valor de carro.

Isso quer dizer que não basta apenas saber quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro. É preciso considerar todos os gastos pertinentes ao veículo.

Fonte: Pixabay

Ficou muito caro, e agora?

Calma, não precisa se desesperar e nem achar que nunca poderá ter um veículo próprio.

Se perceber que as parcelas ficarão muito acima da porcentagem de 10% dos seus rendimentos e entender que não terá condições de pagar, é melhor investir o dinheiro. Mas, como juntar dinheiro pode ser melhor?

Adie a compra do carro e, ao invés de pagar a parcela, aproveite para investir o dinheiro em uma opção que ofereça uma boa rentabilidade.

Prefira juntar o dinheiro para poder dar uma boa entrada e assim diminuir o valor das parcelas, fazendo com que elas caibam no seu bolso.

Aliás, tem um texto que fala a melhor forma de financiar um carro. Dê uma olhadinha e tire suas dúvidas!

Não consigo guardar dinheiro para dar uma entrada, o que faço?

Como dissemos o ideal é juntar dinheiro por um período para que consiga dar uma entrada alta e assim diminuir o valor das parcelas e não prejudicar o orçamento. Saiba que comprar carros sem entrada não é boa ideia, no caso de financiamento.

Quem é disciplinado pode guardar o mesmo valor que estaria pagando nas parcelas e verá que no final o dinheiro rende mais.

Porém, ele não deve ficar parado, veja um investimento que garanta uma boa rentabilidade e que permitirá o saque no período que programou.

Agora, se você é uma daquelas pessoas que gasta o dinheiro enquanto tiver, poderia optar por um consórcio.

Esse serviço pode ser contratado junto a uma administradora de consórcios que cuidará do seu dinheiro.

Todos os meses será preciso pagar o valor correspondente a cota mensal contratada, e esse valor vai se acumulando.

Para fazer a compra do carro terá de ser contemplado, isso significa que deverá ser sorteado entre o grupo que compõe o seu consórcio.

Se preferir também poderá dar um lance, isso significa que fará uma oferta em dinheiro e se ela for maior que a dos outros membros você recebe a carta de crédito e o valor ajuda a abater o valor a ser pago.

Entretanto, vale ressaltar que no consorcio é preciso assumir o compromisso de pagar um valor todos os meses e que ao final será recebida uma carta de crédito, sendo ela válida apenas para compra de veículos.

Uma vantagem do consórcio em relação ao financiamento é que não existem juros, é cobrada apenas uma taxa de administração, que ao final acaba sendo vantajosa financeiramente.

Mas, considere o famoso questionamento sobre quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro. Afinal, é preciso pagar as parcelas do consórcio, concorda?

10 passos simples para fazer esses cálculos

A conta para calcular valor de carro vai muito além de apenas aceitar a regra dos 10% do seu salário para ser aceito no financiamento de veículos.

Se você quer um veículo que possa usufruir, sem que tenha que deixá-lo parado na garagem porque o valor do combustível está alto, porque a parcela está muito atrasada e ele pode ser apreendido, porque tem medo de que roubem o veículo ou porque ele quebrou e não tem dinheiro para consertá-lo, prefira seguir as dicas que dei acima.

Alguns passos simples

  1. Calcule o valor máximo da parcela do financiamento usando 10% do valor líquido do seu salário;
  2. Saiba o valor da documentação com transferência e outros itens porque estarão inclusos no preço da compra;
  3. Esteja ciente do valor que pagará anualmente com impostos, como IPVA e licenciamento;
  4. Saiba o valor médio do preço do seguro do seu carro. Você pode fazer uma cotação antes mesmo de comprá-lo para ter ideia de quanto vai pagar e já se programar;
  5. Veja o valor que fica a revisão do veículo, alinhamento e balanceamento (e outros itens preventivos importantes) e qual a periodicidade que deve ser feita, conforme recomendação do fabricante. Assim você pode deixar esse dinheiro sempre reservado;
  6. Tenha um valor guardado para possíveis imprevistos de manutenção e saiba como juntar dinheiro para essa questão;
  7. Calcule a distância que percorrerá com o carro diariamente e acrescente um pouco para os momentos de lazer a fim de saber quanto gastará com combustível;
  8. Avalie se terá custos extras com garagem, estacionamento, lavagem, etc;
  9. Deu em seu orçamento? Ótimo, já pode comprar seu carro com a certeza de que não irá se endividar. (Nem precisa ir para o item 10);
  10. Não deu para comprá-lo com o que ganha? Invista o dinheiro e aguarde um tempo para comprar o tão sonhado veículo. Não desista, apenas aguarde o momento certo.

Como fazer o cálculo de forma simples?

Se depois de ler essas dicas acha que ainda existe muita conta a ser feita e está com dificuldades, calma.

Pensamos em facilitar as coisas para você e poupar um pouco a sua matemática. Se deseja saber quanto ficariam os custos fixos mensais com a parcela do carro e mais o valor do seguro, tem uma maneira simples.

É possível calcular o seguro e mais parcelas com uma ferramenta simples que desenvolvemos. Basta responder algumas perguntas e saber quanto terá que investir para não mais precisar andar a pé ou de ônibus.

Então, se deseja comprar um carro novo sem se endividar, não se esqueça de fazer o cálculo de acordo com os seus rendimentos e não com os seus sonhos.

Afinal, ter um carro é possível e é muito bom, mas melhor ter um livre de dívidas do que só ganhar dor de cabeça depois, não é mesmo?

Então, pelas contas você consegue comprar o carro dos seus sonhos agora ou vai ter que esperar mais um pouquinho? Mas, ainda tem dúvidas ainda sobre como fazer a compra de carros? Entendeu quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro popular ou outros?

Imagem: Pixabay/stevepb

Os carros para assumir financiamento compensam? 

Existem muitas opções de carros para assumir financiamento no mercado. Mas, antes de você fechar negócio, saiba sobre a importância de calcular financiamento de veículos. 

Ou seja, você estará assumindo o financiamento de outra pessoa, um acordo que esta aceitou. Portanto, estará assumindo as condições acordadas, não tendo chances de renegociação 

Para o vendedor também não é muito viável, já que este corre o risco de arcar com as despesas, sem ficar com o carro. Ou seja, se o comprador não efetuar os pagamentos das parcelas, o antigo dono, e responsável pelo financiamento, que responderá pelos atrasos. 

Então, vale a pena analisar com muito cuidado sobre as vantagens e desvantagens. 

Agora que já sabe quanto você deve ganhar para conseguir comprar um carro fica fácil responder a essa pergunta.

Vale a pena fazer um consórcio de carro? 

Como informado acima, se você não tem urgência em ter o veículo, o consórcio pode ser uma boa ideia para conseguir comprar carro sem entrada. Entre as vantagens que as empresas oferecem, estão: 

  • Menos burocracia 
  • Opção de dar lances  
  • Retorno de investimento 
  • Juros mais baixos 
  • Flexibilidade nos pagamentos 

Sem contar que o valor total fica abaixo do financiamento de carro. Além disso, se você optar em dar um lance pode escolher pagar um valor reduzido nas parcelas ou diminuir o número delas.  

Portanto, escolher entre financiar carro, fazer consórcio ou guardar o dinheiro na poupança para ter o total do preço de carro é relativo. Ou seja, você deve analisar a urgência em ter o veículo e suas condições financeiras.

Existem modelos de carros com seguro auto mais barato? 

É importante ressaltar que o preço do seguro auto é calculado com base em uma série de fatores. Ou seja, ao realizar a cotação do seguro de carros, o condutor informa à seguradora sobre sua idade, tempo de CNH, endereço, uso comum do veículo, entre outras informações. 

Além disso, a seguradora faz uma vistoria no veículo e considera também o tipo de plano desejado, ou seja, quais as coberturas que farão parte do contrato. Assim, consegue fazer uma análise de risco assumido e ter uma previsão de valores que poderá ter que arcar por conta de um sinistro. 

Portanto, considerando todas as informações necessárias para esse cálculo, é que será possível saber quanto custa o seguro de automóveis. Então, é importante fazer uma cotação personalizada em mais de uma seguradora para comparar o que cada uma oferece e quanto cobra. 

E sim, o preço também é influenciado pelo modelo que deseja comprar e o valor do veículo pela Tabela Fipe, se for um carro de 20 mil, carros até 30 mil ou outros. 

Saiba que a proteção para carro popular costuma ser mais em conta. Mas, como já informamos, o perfil do condutor pesa muito na hora de calcular o preço do seguro para carros.

Então agora você já sabe como comprar um carro sem comprometer além do que pode sobre o seu orçamento. Também entendeu que é bom tentar evitar ao máximo a compra de carros financiados com zero de entrada. Se precisar, conte com um especialista em finanças.

Veja nosso vídeo falando sobre o assunto:

*Publicado em: 

Leia mais artigos sobre:
Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Gestão de Seguros, Marketing e tem pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro. Possui mais de 3.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

18 Comentários

  • Orlando arnaldo mazivile says:

    Boa noite eu preciso de um carro ractis como posso fazer ganho pouco no meu salário

  • Vinícius says:

    Investir o dinheiro, em nosso país, será uma corrida q cada passo q a pessoa dá fica mais distante do sonho, pois os valores dos bens aumenta exponencialmente perto dos rendimentos, mesmo que seja investindo em ações de bancos como o ITUB3 q dá ótimos dividendos e tem crescido cada vez mais. No final a pessoa só nunca terá seu carro se quiser ficar investindo primeiro pra depois comprar o carro.

    • Augusta Miranda says:

      Olá, Vinícius!
      Obrigada por comentar no SeguroAuto.org e contribuir com os nossos leitores!
      Atenciosamente,
      Equipe Seguro Auto

  • João Paulo says:

    Obrigado muito obrigado me ajudou muito

    • Andréia Silveira says:

      Olá, João Paulo!

      Obrigada pelo contato. Ficamos contentes que nosso conteúdo tenha ajudado.

      Atenciosamente!

  • Renê César says:

    Olá! Eu tenho um carro popular 2004, bem danificado e que me fez gastar muito em manutenção. Mas que me leva para lá e para cá. Este ano, graças a Deus, quitei a dívida dele ao banco e coloquei os documentos em dia. Eu queria passá-lo pra frente. Mas não ganho muito bem (pouco mais de 2 salários mín), estou limpando o meu nome depois de longos 8 anos, pretendo finalizar no 1° semestre de 2021.

    Eu não estou confiante em assumir parcelas e me endividar novamente. Porém, como eu disse, o meu carro dá muitos problemas mecânicos. Vendê-lo agora, pegarei bem pouco. O que faço? Continuo a empurrar com a “barriga”? Reformo por completo? (Acho que gastaria muita grana) Ou compro outro carro?

    • Andréia Silveira says:

      Olá, Renê!

      Obrigada por comentar no SeguroAuto!

      É melhor você entrar em contato com um especialista em finanças.

      SeguroAuto é um portal de geração de leads que encaminha as solicitações de clientes em busca de um plano de seguro auto para os corretores parceiros das seguradoras em todo o Brasil.

      Atenciosamente!

  • Renata R Pereira says:

    Olá! Eu gostaria de saber, na verdade , partindo do princípio que vou comprar o carro a vista, qual o valor do carro que devo comprar de acordo com a minha renda ? Teria como dar algum exemplo para uma renda de 6k, por exemplo?

    • Andréia Silveira says:

      Olá, Renata!

      Obrigada por comentar no SeguroAuto.org!

      SeguroAuto é um portal de geração de leads que encaminha as solicitações de clientes em busca de um plano de seguro auto para os corretores parceiros das seguradoras em todo o Brasil.

      Atenciosamente!

  • Zito de Jesus dos Santos says:

    Olá,

    O que precisa pra comprar um carro?

  • Douglas says:

    Olá!

    Me chamo Douglas e queria saber quanto pago de seguro em um Lifan x60, só para os finais de semana, não tenho filho, moro com minha mãe, minha irmã e sobrinhas. Ano do carro é 2014.

    Att

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Douglas,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,

      Para fazer uma cotação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Marla Cristina Barbosa Santos says:

    Olá,

    No consórcio, as parcelas não são parcelas fixas? Tem um comentário dizendo que as parcelas aumentam.

    Att.

  • Gabriel Pina says:

    Oi,

    Sou surdo verdade
    nunca vontade uma ganhar carro mim mais muito sonho amo 4X4 carro isso sorte mim muito obrigado
    moro em NATAL-RN Brasil

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Gabriel,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Anderson says:

    Para Flávio Gomes da Costa:

    O que você precisa fazer é simples: aprenda a guardar dinheiro.

    Até mais.

  • Flávio Gomes da Costa says:

    Olá,

    Tenho um Gol 12.12 vale 23 mil e quero um Honda Civic no valor de 50 mil, o que devo fazer para adquirir o bem já que não consigo guardar dinheiro?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Olá Flávio,

      Obrigada por comentar no seguroauto.org,
      Nosso site é especializado em cotações de seguro, você precisa falar com algum profissional no assunto para que possa te ajudar.
      Já fez a cotação do seu seguro auto? Faça a sua solicitação através do formulário que está na home-page do nosso site, após o preenchimento, um de nossos corretores parceiros entrará em contato para tirar suas dúvidas.

      Abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.