dcsimg

Quem pode dirigir meu carro, se eu tiver um seguro?

Quando se faz um seguro todas as informações sobre ele vem discriminadas na apólice, entretanto nem todos os motoristas leem esse documento como deveriam.

Somente quando ocorre um sinistro e precisam acionar o seguro é que vão se atentar para alguns pontos, como o fato de outra pessoa estar dirigindo o veículo.

O pagamento da indenização quando um terceiro está ao volante ainda gera muita dúvida, por isso é preciso conhecer bem as regras da seguradora.

E mesmo a SUSEP regulamentando esse serviço, essa é uma situação na qual as seguradoras possuem flexibilidade de acordar as condições com os seus clientes.

Mas, entenda no geral como funcionam as regras.

Quando outra pessoa estiver dirigindo o veículo o seguro pode ou não arcar com a indenização, isso vai depender de diversos fatores.

  • Condutor regular: o condutor regular é aquele que dirige o carro com uma determinada frequência, pode ser apenas 3 vezes por semana para ai ao curso. Nesse caso, como segue uma regra para a utilização do veículo, deverá ser informado como condutor secundário à seguradora para que a indenização seja paga.

Hoje, não são todas as seguradoras que costumam exigir esse tipo de informação.

  • Condutores jovens: quando existe jovens morando na mesma residência do segurado ou que dirigem o carro com regularidade, a seguradora solicita essas informações. Entenda jovens como pessoas de 18 a 25 anos.
  • Quando eles estão conduzindo o veículo e não constam na lista da seguradora, há uma grande probabilidade da indenização não ser paga, mesmo que dirijam esporadicamente.
  • Pessoas não habilitadas: no caso do carro estar sendo conduzido por um pessoa não habilitada, a segura entende que houve um descumprimento da legislação de trânsito. Isso permite o entendimento de que os deveres do segurado foram descumpridos, assumindo o risco.

A seguradora não arcará com os custos no caso de um sinistros, por isso antes de emprestar o carro é preciso se atentar a esse detalhe.

  • Em casos de roubo: uma outra situação que pode ocorrer é o carro ser roubado e depois recuperado com alguns danos. Nessa situação, independente de quem estava dirigindo o veículo, seja um jovem ou uma pessoa não habilitada, a seguradora arcar com a indenização, pois se trata de um caso de roubo ou furto.

Entretanto, é preciso que tenha sido feito o boletim de ocorrência informando sobre a situação do veículo.

Apesar dessas regras serem as mais comuns, sempre vale a pena conversar com a sua seguradora para verificar de que forma ela atua e estar sempre atento as condições da apólice.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sérgio Santos Teles - 14 de Abril de 2017 às 18:19

Bom dia,

Se houver um sinistro e o meu carro ainda estiver na garantia de fábrica, o conserto tem que ser pela fábrica?

Obrigado!

Sanaira Silveira - 20 de Março de 2017 às 17:52

Boa tarde Sergio,

Obrigada por comentar no seguroauto.org,
Entre em contato com eles e peça para incluir sua esposa.
Caso tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nosso site e aguarde o contato de um corretor.

Atenciosamente

Sergio Rodrigues Vale - 18 de Março de 2017 às 09:22

Bom dia, estou contratando seguro Tokio Marine pelo Santander, gostaria de saber como posso incluir minha esposa como segunda condutora.

Obrigado

Postar um comentário