Seta Balao

Simule o preço do seu seguro da sua moto

Qual é a marca da sua moto?

Seguros para motos antigas

Você tem uma moto rara na garagem, mas evita sair com ela de casa? Isso não é necessário! Entenda nesse artigo como funcionam os seguros para motos antigas.

Contratar um seguro para motos antigas pode ser bastante vantajoso.

Primeiro, porque a proteção dá ao usuário a oportunidade de aproveitar seu bem com mais segurança.

Além disso, ele fica livre dos prejuízos com o veículo.

Algumas pessoas não se contentam apenas em ter uma moto — elas gostam de ter motos antigas, cheias de história e personalidade.

Máquinas que estão na família há anos, ou simplesmente itens de coleção.

Por serem tão raras para seus donos, essas máquinas acabam não saindo muito de casa, por medo de acidentes ou roubos.

Nesses casos, o mais indicado é que se faça uma simulação de seguro de moto.

Mas como será que funcionam os seguros para motos antigas e seus valores?

Quer saber mais sobre esse assunto? Acompanhe o conteúdo abaixo!

Seguros para motos antigas

Imagem: Getty

Como funcionam os seguros de moto?

Assim como os seguros de automóveis, os seguros de moto possuem dois tipos de cobertura.

São elas: a simples e a compreensiva. Sem contar os benefícios e coberturas adicionais que podem ser contratados.

Para saber o valor exato de um seguro de moto, é preciso fazer uma simulação de seguro.

Normalmente, as apólices básicas do seguro de moto cobrem roubo e furto, assistência 24 horas e guincho.

Já a opção mais completa ainda inclui proteção para colisão e incêndio. Outra proteção comum é a de danos a terceiros.

No entanto, comparada a um carro, uma moto pode causar bem poucos danos a outro veículo.

Assim, a cobertura oferecida para essas situações é menor, girando em torno de R$ 20 mil.

Motos com mais cilindradas podem ter cobertura para terceiros de até R$ 50 mil.

As coberturas podem variar por seguradora e, por isso, é essencial pesquisar bastante antes de optar por um seguro.

A simulação de seguro é simples e pode ser feita sem sequer sair de casa.

Basta escolher algumas empresas de confiança e solicitar uma cotação, informando dados pessoais e do veículo para qual o seguro será contratado.

Feito isso, você receberá uma série de informações sobre o funcionamento do serviço e as coberturas possíveis, além de valores.

O que muda em um seguro para motos antigas?

De uma maneira geral, a principal diferença entre os seguros de moto comuns e os de motos antigas é o valor da apólice.

As motos antigas costumam ter valores muito mais altos do que as mais novas.

Isso acontece porque a grande maioria delas é mais visada em roubos e furtos.

Também é mais difícil encontrar peças de reposição para realização de possíveis consertos necessários.

Além disso, quanto mais antiga for a moto, maior serão as necessidades de reparos em casos de acidentes ou tombos.

Considerando esses fatores, não são todas as seguradoras do mercado que oferecem proteção para motos antigas.

E, quando oferecem, os custos podem ser mais altos do que o comum.

Assim, vale a pena tomar uma série de cuidados na hora de cotar as opções.

Como são feitos os cálculos dos seguros para motos antigas?

Assim como nos demais tipos de seguro veicular, o cálculo do seguro para motos antigas é feito com base no perfil do cliente e da moto.

Por isso, são avaliados fatores como o estado geral e ano da moto, assim como a região em que o segurado mora e transita.

Com essas informações é possível que a seguradora calcule corretamente os riscos a que a moto está exposta.

Quanto maior eles forem, mais alto será o valor da apólice.

O tipo de uso da motocicleta é outro que afeta diretamente o custo do seguro.

Afinal de contas, quanto mais utilizado, mas o veículo está sujeito a sinistros.

Especialmente a roubos e furtos, já que, só em São Paulo, quatro motos são roubadas por hora.

A média é bastante parecida no restante do Brasil.

Outros aspectos avaliados pelas seguradoras para cotar o seguro são:

  • Local de estacionamento da moto, inclusive para pernoite;
  • Valor da indenização do seguro;
  • Tempo de experiência do piloto e etc.

Apesar de alguns fatores deixarem o seguro mais caro, é importante dizer a verdade à seguradora.

Afinal de contas, é por meio das suas informações que ela definirá o custo do seguro.

Se mentir ou omitir, você poderá pagar menos, mas terá problemas depois.

A lógica é bastante simples: após um sinistro, a seguradora avalia se as informações que possui condizem com a realidade.

Por exemplo, se a moto era realmente utilizada apenas para passeio.

Quando percebe inconsistência dos dados, a empresa pode acusar fraude pelo consumidor.

Então, ela negará a indenização, deixando o usuário no prejuízo.

Como fazer para ter um seguro para motos antigas mais barato?

Se seu orçamento anda apertado e você não pode gastar muito com segurança para motos antigas, existem algumas formas de baratear o seguro.

Como dito antes, não é recomendado que você minta na hora de preencher o formulário da cotação do seguro de moto.

No entanto, existem algumas pequenas alterações diárias que podem abaixar muito o valor do seguro.

Passar a deixar a moto em uma garagem é uma das maneiras de baratear os seguros para motos antigas.

O uso de equipamentos como rastreadores também pode baratear consideravelmente os custos.

Isso já que, após um roubo, a moto poderá ser mais facilmente encontrada.

Ainda vale a pena fazer a cotação nas mais variadas seguradoras.

Os seguros para motos antigas têm custos e coberturas bastante diferentes nas empresas, e a pesquisa é essencial para encontrar o melhor preço.

Leia mais artigos sobre:

4 Comentários

  • Marco says:

    Olá, é possível fazer uma cotação em uma Honda CB400 Four, de 1975 customizada?

    Att

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Marco,

      Obrigada pelo contato.
      No momento estamos sem parceiros para fazer esse tipo de seguro para veículo antigo.

      Atenciosamente.

  • Douglas says:

    Oi, quero cotar, tenho uma CBX Strada 200.

    Abraço

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Douglas,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Visite nosso site e faça sua cotação já! Preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ e aguarde um corretor parceiro entrar em contato com você para tirar suas dúvidas.

      Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *