Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Como consultar a tabela FIPE

Está pensando em comprar ou vender um veículo, ou vai contratar um seguro e quer saber quanto o seu carro vale atualmente de acordo com a tabela FIPE? Então você precisa acompanhar este artigo e descobrir como consultar a tabela FIPE.

Se você já tem um carro, ou está planejando comprar um, certamente já ouviu falar da tabela FIPE, mas será que você sabe realmente o que ela é, como ela funciona e o principal, como consultar a tabela FIPE?

Se sua resposta foi não para qualquer uma dessas questões, ou todas elas, não se preocupe, neste artigo explicaremos melhor todos os detalhes sobre essa ferramenta e como usá-la, acompanhe.

Como consultar a tabela FIPE

Imagem: Getty Images

Descubra o que é a tabela FIPE e como ela funciona

Antes de explicar melhor como consultar a tabela FIPE é interessante falar um pouco sobre ela, explicando qual sua utilidade e como ela funciona.

FIPE é a sigla para Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

Esta é uma entidade sem fins lucrativos e com direito privado, que foi fundada em 1973 como apoio ao Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo.

Desde sua criação, existe uma tabela, chamada FIPE, que disponibiliza os valores de veículos zero quilômetro e usados, a partir do ano de 1985.

Todos os meses, esses valores são atualizados, considerando sempre valores praticados em todo o território nacional.

Essa atualização constante, faz com que a tabela FIPE esteja sempre de acordo com o mercado atual.

Mas, também torna possibilidades como fazer o download da tabela FIPE, por exemplo, inviáveis.

Para acessar a tabela de preço do seu carro novo ou usado na Tabela FIPE, o mais fácil é consultar usando a ferramenta do Seguroauto.org na página https://www.seguroauto.org/consultar-preco-do-seu-carro-na-tabela-fipe/.

A importância desta tabela é a conscientização do valor de um veículo, seja ele novo ou usado.

O que isso significa?

Significa que quando você precisar comprar ou vender o seu carro, saberá pagar ou cobrar um valor justo por ele.

Isso é essencial visto que existem pessoas que não possuem noção do valor exato de um utilitário e acabam pagando mais caro por ele, desembolsando um valor muito maior do que o médio de mercado.

Com esta tabela, você não precisa saber nada sobre o ramo automotivo nem mesmo entender de valores de veículos.

Basta consultar o preço daquele modelo no mês vigente e saber o quanto ele vale.

Como consultar a tabela FIPE?

Consultar a tabela FIPE é bem mais simples do que se imagina, basta acessar o site da FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, clicar na opção “índice e indicadores”, localizada no menu superior no site e procurar na página que abrirá a opção, “Indicadores > Preço médio de veículos – Tabela FIPE”.

Você será direcionado para uma página onde o funcionamento da tabela FIPE é explicado e, onde é possível realizar a pesquisa.

Para esta opção, basta rolar a página até o final.

Na parte inferior da página você encontrará três opções para iniciar sua pesquisa, estas são:

  1. Consultas de carros e utilitários pequenos;
  2. Consulta de caminhões e micro- ônibus;
  3. Consulta de motos.

Basta escolher a opção desejada e em seguida informar os seguintes dados:

  • Mês e ano de referência para a pesquisa;
  • Marca do veículo;
  • Modelo do veículo;
  • E ano do modelo;

Feito isso, é só clicar em “pesquisar” e todas as informações serão mostradas abaixo.

Veja na imagem a seguir um exemplo de pesquisa:

Como consultar a tabela FIPE

Imagem: Fipe.org.br

Como consultar a tabela FIPE

Imagem: Fipe.org.br

Como consultar a tabela FIPE

Imagem: Fipe.org.br

Vale lembrar que um automóvel é considerado zero quilômetro quando será comprado na concessionária, então se selecionar um modelo com ano de 2012, ele já incidirá sobre um valor desvalorizado, como de um veículo já retirado da loja.

A consulta é feita de maneira simples e rápida e não é necessário ter conhecimentos avançados sobre o veículo nem sobre internet.

É só fazer a seleção dos dados e ver o valor de mercado para realizar uma negociação tranquila e segura, sem imprevistos.

Com essa informação em mãos, será muito mais fácil negociar de maneira justa, seja em uma concessionária ou em uma compra particular.

Com certeza vai compensar muito consultar a tabela antes de gastar seu dinheiro sem saber se está pagando o preço justo.

Não é preciso os dados do chassi para consultar a FIPE

Para consultar a tabela FIPE não é necessário possuir dados como o chassi ou o Renavam do veículo.

Isso porque a FIPE aponta o valor de mercado do modelo do veículo, e não de um automóvel específico.

Então para consultar o valor do veículo na FIPE, informar o ano, fabricante e modelo do veículo.

É importante apenas saber dados como se o carro é flex, e o tipo de motor.

Fique atento!

Existem muitos sites que publicam tabelas de preços de médios de mercado para a compra e venda de veículos, alegando ser a tabela FIPE.

Se você realizar uma pesquisa rápida na internet certamente encontrará informações como:

  • Tabela FIPE Webmotors;
  • Planilha para tabela FIPE;
  • Tabela FIPE para carros usados Volkswagen;
  • Ou mesmo tabela FIPE para carros FIAT e mais.

É bem possível que essas tabelas tenham sido criadas com informações realmente obtidas junto a tabela FIPE verdadeira.

Mas como essa é uma ferramenta atualizada mensalmente, existem grandes chances dessas informações estarem ultrapassadas.

Por isso, o mais indicado sempre é que você acesse o site oficial da tabela FIPE e realize sua pesquisa lá.

Fazendo isso, você terá a certeza de estar se pautando em informações reais para sua negociação.

Como funciona o uso da tabela FIPE no seguro auto?

Atualmente, a maioria das seguradoras oferecem coberturas em que nos casos de perda total, a indenização será paga de acordo com a tabela FIPE.

No entanto, nem todo mundo sabe ao certo como isso funciona.

É muito simples, vamos supor que você contrate um seguro auto para o modelo usado no exemplo da pesquisa.

Segunda a tabela FIPE, o valor de mercado do Fiat Palio 2016 em questão no mês de outubro de 2019 é de R$ 46.984.

Vamos dizer que em junho de 2020 você sofrerá um acidente considerado como perda total e, consequentemente receberá a indenização integral de acordo com a tabela FIPE.

É importante que você saiba que esse valor não será correspondente ao valor que seu veículo tinha quando o seguro foi contratado, mas sim o valor que ele tem na data em que o sinistro aconteceu.

Ou seja, considerando que todo veículo desvaloriza com o passar do tempo, certamente você receberá um valor menor que o de R$ 46.984 que era o valor de mercado quando o seguro auto foi contratado.

Indenização parcial e indenização integral

A indenização parcial é paga pela seguradora quando o veículo precisa de algum reparo, que não represente uma grande parte do valor do veículo.

Ou seja, se o valor do conserto for de até 75% do valor total do carro, a seguradora entende que vale a pena reparar o carro.

Dessa forma, o segurado deve pagar uma parte do conserto, referente ao valor da franquia, e a empresa pagará o restante.

Por exemplo, se o valor do reparo for de R$3.000, e o valor da franquia do segurado for de R$1.000, a seguradora deverá pagar os R$2.000 restantes.

Já a indenização integral é paga quando o carro tem perda total.

Essa perda total é definida quando o valor a ser gasto para consertar o carro ultrapassa os 75% do valor total do carro.

Por exemplo, se o valor de mercado de um veículo é de R$20.000, e o valor para consertar o carro ultrapassa os R$15.000, o automóvel é dado como perda total.

A mesma coisa acontece quando o automóvel é roubado e não é encontrado.

Nesses casos também são considerados como perda total.

Essa indenização é paga de acordo com o valor que consta na tabela FIPE,  pois ela é uma das maneiras de se definir o valor de mercado de um automóvel.

A intenção do pagamento dessa indenização é possibilitar ao segurado a compra de um veículo semelhante ao que ele possuía.

Como a tabela FIPE varia, o valor de referência deve ser aquele que constava na tabela no mês em que aconteceu o sinistro, e não no mês que a seguradora o pagar.

Como a seguradora tem 30 dias após a entrega de todos os documentos para pagar a indenização ao segurado, um sinistro pode ocorrer no mês de abril, por exemplo, mas o pagamento acontecer apenas no mês de maio.

A indenização pode ter um valor diferente do que está na tabela FIPE?

A indenização pode ter um valor diferente do que está na tabela FIPE, no entanto, tudo isso deve estar esclarecido em contrato.

As situações em que os valores podem ser diferentes são seguintes:

Quando a indenização não é 100% da tabela FIPE.

As coberturas podem ter indenizações de 80% da FIPE, ou então pagar a mais e ter o valor de 110% da FIPE, por exemplo.

Uma outra situação é quando a cobertura é de valor determinado, ou seja, no momento da contratação do seguro, o cliente já saberá o valor da indenização,  independente das variações da tabela.

No entanto, a seguradora deverá seguir o que estiver estabelecido em contrato, e não poderá mudar os termos em cima da hora.

Vantagens de utilizar a tabela FIPE no momento da compra ou venda de um veículo

Apesar de não ser obrigatório, o uso da tabela FIPE serve para dar um padrão ao valor dos automóveis.

Pois, se ela não existisse, cada pessoa poderia colocar o preço que quisesse, e a outra parte não saberia se esse valor condiz com outras negociações ou não.

Por isso, o valor da tabela FIPE serve como uma referência, tanto para vendedores quanto para compradores.

Para ambas as partes, os valores da tabela servem como um ponto de partida, e garante que haja uma maior unificação no mercado.

A tabela FIPE também serve como referência para os impostos

Além de servir como tabela de referência para clientes e empresas, tanto para as seguradoras quanto para as vendedoras de carro, a tabela FIPE também serve de referência para o governo.

É na tabela FIPE que o governo pega o valor de mercado do carro para realizar o cálculo do IPVA.

Ou seja, ela é tão confiável que até mesmo o valor do IPVA é decidido através dela.

Agora que já sabe como consultar a tabela FIPE poderá comprar o seu veículo sem pagar a mais, pois saberá o valor médio de mercado de acordo com o ano e modelo.

Fique de olho em suas próximas compras!

Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

4 Comentários

  • Gigi says:

    Bom dia,

    Tenho um Hona Fit Ex 2015 Automático, que está na Fipe por 49.500,00, eu pretendo vender, gostaria de saber quanto peço nele, como posso avaliar ele pra vender particular, pois não quero deixar na concessionária, eles desvalorizam demais.

    Obrigada

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Gigi,

      Obrigada pelo contato.

      A melhor forma de você calcular um valor justo, é procurando anúncios de vendas do mesmo carro que o seu e comparando a quilometragem, opcionais do carro, ano, estado de conservação, etc…

      Atenciosamente.

  • Antônio says:

    Olá,

    Qual a diferença de cobertura compreensiva e da categoria facultativa?

    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *