Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

Como saber quando trocar o pneu de seu carro

O pneu é um acessório importantíssimo do veiculo, já que possibilita um transporte mais tranquilo. É por isso que é importante saber quando trocar o pneu de seu carro, já que isto evita acidentes e proporciona bastante tranquilidade ao motorista e passageiro.

A observação é essencial neste momento, mas algumas dicas poderão ajudar a descobrir a hora certa de trocar o pneu de seu carro.

Como saber quando trocar o pneu de seu carro

Para começar, fique atento ao prazo de validade. Muitas pessoas acreditam que o prazo de validade é importante somente para alimentos e, no caso dos automóveis, para o extintor de incêndio. Porém, o pneu também tem um prazo de validade a ser seguido.

A média é de 5 anos a partir da data de fabricação do pneu, mas a informação deve ser encontrada na lateral do mesmo da seguinte forma: DOT XXXX XXXX (SSAA). O “SS” é o número da semana do ano em que foi fabricado e o “AA” é o ano.

Esta dica vale para quem quase não usa muito o veículo e por isso não o verá tão desgastado para efetuar a troca. Porém, de nada adianta não andar com ele se o pneu estiver fora do prazo de validade. Anote esta informação em lugar de fácil acesso para ficar de olho.

No caso de quem anda bastante com o carro, os sinais são mais aparentes e não dá nem tempo de ultrapassar o prazo de validade para ter que trocar o pneu. É o famoso pneu “careca” que fica desgastado.

Neste caso, não existe uma quilometragem exata para a troca, pois vai depender tanto do quanto você anda com seu carro como dos terrenos que circula com ele. Da mesma forma, cuidados básicos de manutenção prolongam este tempo de troca devido ao desgaste como alinhamento, balanceamento e calibragem.

Para saber se a hora de trocar o pneu devido ao seu desgaste é agora, você só precisa ficar de olho em sua aparência.

Ainda nesta parte de atenção à aparência do pneu, andar bastante por ruas esburacadas pode ocasionar bolhas e outros danos, então repare em possíveis imperfeições e procure resolver o problema assim que identificá-lo para evitar que o pneu estoure ou murche e ocasione um acidente.

Para que o pneu dure mais e a hora de trocá-lo seja adiada um pouco, o rodízio de pneus a cada 15.000 km é totalmente aconselhável para que garanta sua segurança e a conservação do mesmo.

Não é fácil saber quando trocar o pneu do carro. Basta ficar atento e cuidar de sua segurança no trânsito.

2 Comentários

  • Onofre Cassimiro Vieira says:

    Olá,

    Recomendações sobre os cuidados com os pneus são importantíssimas, mas é preciso saber como fazer.
    O prazo de 15 mil quilômetros para os rodízios é extenso, o que seria a tolerância máxima, pois o correto é serem realizados a cada 10 mil quilômetros, quando também deverão ser conferidos o balanceamento das rodas e o alinhamento de direção, que são ações de baixíssimo custo.
    Usar pneus de baixa qualidade é economia porca e os chamados frisados é o ridículo da ignorância, o que pode ser considerado até suicídio. Pneus diferentes no mesmo eixo é miséria e estupidez.
    As calibragens periódicas devem obedecer as recomendações das fábricas e o nível de esvaziamento em torno de 2 libras.
    Quanto a hora da substituição dos pneus deve-se observar além de danos significativos, as marcas indicativas que são saliências no interior dos sulcos quando estiverem alinhadas com as áreas de contato da banda de rodagem, ocorrendo entre 1,6 a 2 milímetros de profundidade, mesmo apesar da boa aparência, pois os pneus já não terão boa aderência e tornaram a direção mais pesada.
    Outro cuidado nos rodízios dos pneus é manter o sentido de rotação quando possuírem setas indicativas, portanto será necessário virar o pneu no aro se utilizar a manobra de rodízio em “X”, evitando realizar tais procedimentos em borracharias que não tenham as modernas máquinas de manejo de pneus.
    Por fim evitar deixar o carro com os pneus apoiados no meio fio quando estacionado em declives ou aclives, bater em velocidades altas acidentalmente em buracos, saliências no solo e evitar as derrapagens em curvas, freadas e arrancadas bruscas. Com tais procedimentos obterá muito mais durabilidade com os jogos de pneus, economia de combustível, menor desgaste geral em componentes de suspensão, freios e terá o mais importante que é maior segurança.

    Até mais

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Onofre,

      Obrigada por comentar no seguroauto.org,
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação de seguro, entre em nosso site e preencha o formulário para que um de nossos corretores entre em contato com você.

      Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *