Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Fique de olho nos arranhões do carro, pois o seguro não cobre

Está em buscas de informação sobre o que o seguro cobre ou não? Então acompanhe este artigo e veja se os arranhões do carro são cobertos pelo seguro auto.

Algumas pessoas acreditam que o seguro auto é responsável por cobrir qualquer tipo de dano que o veículo venha a sofrer, como arranhões e pequenos amassados, por exemplo, mas não é bem assim que a cobertura de um seguro auto funciona.

Por mais completa que ela seja, sempre existem algumas situações que não estão inclusas na cobertura, e este é exatamente o caso dos pequenos amassados e arranhões do carro.

Para ajudar com essa questão, preparamos um artigo explicando se o seguro auto cobre arranhões ou não, como proceder caso eles ocorram e quais são as principais dicas para evitar esse tipo de problema, acompanhe.

Fique de olho nos arranhões do carro, pois o seguro não cobre

Imagem: Getty

O seguro auto cobre arranhões no carro?

Há quem pense que o seguro auto cobre arranhões do carro, mas infelizmente a isso não é verdade.

Nenhuma seguradora oferece planos que cobrem esse tipo de dano, por mais completa que sejam suas opções de proteção.

Por isso, é bom que você fique ciente de que este serviço não cobre esse tipo de dano.

E, procure estar sempre atento para evitar tipo de problema, afinal, arranhões podem desvalorizar o veículo de diversas formas.

No entanto, essa é uma verdade apenas quando falamos de arranhões superficiais ocorridos isoladamente.

Se estivermos falando de um sinistro em que mais danos tenham acontecido ao veículo, e o seguro seja acionado para reparar esses danos, então sim.

É possível providenciar o reparo do arranhão junto com os demais ajustes necessários através do seguro auto, mediante o pagamento da franquia para sinistros parciais.

Neste caso, para que o reparo aconteça é preciso contar com uma cobertura para lataria do veículo.

Existe uma cobertura específica para arranhões do carro?

Apesar deste ser um problema não atendido pelas seguradoras, algumas empresas oferecem atendimento para esse tipo de problema dentro de uma cobertura adicional.

No entanto, está não é uma cobertura específica para arranhões, mas sim para pequenos danos que possam ocorrer ao veículo e, nem todas as empresas oferecem esse tipo de serviço.

Estamos falando da cobertura para vidros que, em algumas seguradoras inclui o reparo de pequenos problemas superficiais como arranhões e amassados.

De modo geral essa cobertura adicional é a versão mais cara e completa entre as coberturas adicionais de vidros. Por isso, nem sempre vale a pena ser contratada.

O que fazer se meu carro tiver um arranhão?

Claro que a melhor maneira de lidar com essa situação é evitando-a.

Mas infelizmente não é possível prever todos os riscos a que estamos sujeitos, especialmente quando falamos de um carro.

As chances de você deixar seu carro estacionado por alguns minutos e encontrá-lo com um imenso arranhão são muito altas.

Por isso, preparamos uma lista de procedimentos a serem tomados caso isso aconteça.

Basta que você fique de olho nas seguintes diversas situações ao perceber algum risco estranho em seu automóvel:

  1. Tenha certeza que é mesmo um arranhão

Muitas vezes, você acha que é um arranhão que tem no carro, mas na verdade, trata-se de algo muito mais simples, que pode ser retirado facilmente com uso do produto certo ou até mesmo com um pano úmido.

Verifique se apenas não raspou a tinta ou se não é uma sujeira mais chatinha de sair e tire rapidamente.

No entanto, é importante que tenha cuidado nesse momento, pois, se tiver dúvida do que está fazendo ou de que produto usar você poderá acabar danificando ainda mais o veículo.

Neste caso o melhor é procurar alguém que entenda mais sobre o assunto, afinal, uma simples manchinha pode virar algo pior se utilizar a técnica errada.

  1. Veja se o arranhão é muito fundo

Pode ser que na hora de verificar se é mesmo um arranhão, veja perceba que se trata de um risco bem fundo, algo que já danificou a pintura do carro.

Neste caso é importante que você não mexa, nem tente fazer nada. Isso poderá danificar ainda mais a parte visual do seu carro.

Leve em um profissional e deixe que ele repare este arranhão.

E, não se esqueça de verificar o tamanho e gravidade do risco, porque se for pintar seu carro novamente apenas na parte arranhada pode mandar a pintura, sendo o ideal muitas vezes pintar toda a parte que foi danificada para deixar a pintura mais homogênea e discreta.

  1. Se for um problema superficial, cuide do arranhão em casa

Na maioria dos casos esses arranhões são mais superficiais e podem ser reparados em casa mesmo.

Para isso, o primeiro passo é providenciar a limpeza do carro, faça uma completa lavagem no veículo, de preferência utilizando equipamentos com jatos de alta pressão, e esponjas e panos macios e que não soltem linhas ou coisas do tipo.

Não se esqueça de usar sempre água limpa e corrente e não deixar que o sabão seque no veículo, nem mesmo deixar que o carro seque sozinho.

Depois de limpar, aplique produtos específicos para carros.

Se você preferir pode ir a uma loja especializada e pedir a indicação do produto mais adequado para um vendedor experiente.

Na maioria dos casos, uma simples cera em pasta costuma resolver o problema.

Mas lembre-se de aplicada da maneira correta, com o pano e os movimentos indicados pelo profissional ou fabricante e, de polir com atenção.

Se o arranhão for em áreas onde o carro é feito de plástico ou borracha, o mais indicado é que você use produtos hidratantes ao invés de ceras.

Eles costumam ser mais líquidos e deixam um aspecto brilhante, que disfarça muito bem os riscos e pequenos ralados.

Como evitar arranhões no carro

Mesmo que você saiba como ficar de olho se surgir algum arranhão, e o que fazer de acordo com o tamanho do estrago, definitivamente a melhor forma de lidar com esse tipo de problema é evitando que ele aconteça.

Para isso, existem algumas dicas simples para deixar seu carro protegido contra isso, como:

  • Procure sempre deixá-lo estacionado em lugares seguros, longe do trânsito de pessoas e animais;
  • Mantenha seu carro sempre limpo, a sujeira pode promover arranhões em algumas situações, ou mesmo agravá-los;
  • Use ceras automotivas de qualidade e com uma determinada frequência;
  • Faça revitalizações periódicas na pintura do seu veículo;
  • Evite o contato de objetos pontiagudos com o carro;
  • Peça atenção para as pessoas com unhas compridas, anéis, pulseiras ou coisas que vá colocar em seu carro;
  • Evite deixar o carro na rua, prefira estacionamentos seguros, pois nunca se sabe quando alguém vai agir de má fé riscando o automóvel ou até mesmo bater sem querer nele.

Com estas dicas simples você pode ter um carro novo por muito mais tempo, já que sabe que o se seguro auto não cobre este problema.

Além disso, estes cuidados valorizam mais o veículo, deixando-o com cara de novo por mais tempo e valorizando na hora da venda.

Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *