dcsimg

Existe um limite para usar o seguro auto durante o ano?

É normal algumas pessoas terem dúvidas sobre tempo de vigência e limite para usar o seguro auto durante o ano. Se você também tem dúvidas sobre isso, acompanhe.

Muitas pessoas quando estão pesquisando um seguro auto para contratar, ou mesmo já possuem um se pegam com dúvidas sobre o tempo exato de vigência da apólice, e o limite para usar o seguro auto durante o ano. Se esse é o seu caso, acompanhe mais informações sobre o assunto.

Existe um limite para usar o seguro auto durante o ano?

Limite para usar a cobertura de perda total

Quando o assunto é o limite de uso da cobertura do seguro auto, o primeiro item que vale a pena comentar é a cobertura nos casos de perda total, seja ela ocasionada por uma colisão ou por roubo / furto sem a recuperação do veículo. Nesses casos, o limite de acionamento do seguro auto é de apenas uma vez por ano.

Quando isso acontece a seguradora paga a indenização conforme acordada na apólice. Após esse pagamento, o contrato de prestação de serviço é quitado e cancelado, obrigando o cliente a fazer uma nova apólice de seguro.

Como nesse caso, a apólice será cancelada logo após o pagamento da indenização, não existem maneiras de acionar essa cobertura mais de uma vez.

Limite para usar a cobertura de perda parcial

No caso de acionamento da cobertura de perda parcial, como consertos, o seguro poderá ser acionado quantas vezes for necessário, não existe um limite de uso. Ou seja, toda às vezes que acontecer uma colisão que cause a perda parcial, ou qualquer outro problema que promova a necessidade de conserto. O cliente pode acionar o seguro tranquilamente, sem medo de recusa.

Cobertura para danos a terceiros

É importante explicar também como o seguro funciona quando é acionado nesses casos. De modo geral, as seguradoras trabalham com um sistema chamado “reintegração automática de verba”, que funciona da seguinte maneira.

Supondo que o cliente tenha uma cobertura para terceiros de R$ 100 mil, e em uma colisão, por culpa do segurado, a outra pessoa sofra perda total, no valor de R$ 60 mil. Quando acionado, o seguro deverá pagar a indenização do terceiro, e por não ter atingido o valor integral da indenização contratada, a cobertura de terceiros do segurado é reintegrada, voltando ao valor total de R$ 100 mil.

Agora, se o mesmo segurado sofrer outra colisão e tiver que indenizar a outra pessoa no valor de, por exemplo, R$ 50 mil. O seguro novamente pagará a indenização, no entanto, a soma das duas indenizações será de R$ 110 mil, ultrapassando o valor teto de cobertura contratada. Nesse caso, a cobertura não é reintegrada e sim, cancelada.

Em relação aos serviços de assistência 24h, qual o limite de acionamento?

O limite de acionamento da cobertura 24h varia de acordo com cada empresa. A assistência 24h oferece diversas possibilidades de serviços, como guinchos, chaveiro, auto socorro e muito mais, no entanto, o limite de uso desses serviços varia muito conforme cada seguradora, seguindo o que é estabelecido pela Susep.

Enquanto algumas permitem o acionamento apenas três vezes durante todo período da vigência da apólice, outras promovem o uso ilimitado desses serviços. Por isso, vale a pena pesquisar essa questão antes de contratar uma seguradora.

Limite de uso para cobertura de vidros

Essa também é outra cobertura que varia muito conforme a política de cada empresa. Algumas seguradoras permitem o uso apenas duas vezes durante todo o tempo de vigência do seguro. Já outras limitam o uso conforme o valor dos reparos realizados, ou seja, na contratação da apólice é estipulado um valor máximo para cobertura de vidros, e quando ele é atingido, independentemente do número de sinistros que sejam feitos, a cobertura deixa de existir.

Por isso, esse também é um detalhe que vale a pena ser observado no momento da contratação, assim será possível optar por uma empresa que realmente atenda suas necessidades com limite para usar o seguro auto, evitando surpresas desagradáveis no futuro.

Fique atento

Vale a pena lembrar que, apesar de ser possível contatar o seguro quantas vezes for necessário em sinistros de perda parcial, quanto mais vezes você acionar o seguro, menores serão suas chances de conseguir a renovação da apólice quando chegar a hora.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário