Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Cuidado ao nomear o condutor principal do seguro auto

Acompanhe este artigo e entenda os problemas que você pode ter ao nomear o condutor principal do seguro auto errado. Essa é uma das informações mais importantes na contratação do seguro e interfere diretamente no valor do serviço.

Em busca de economia, quem contrata um seguro auto tenta, muitas vezes, “mascarar” a realidade da seguradora.

Isso acontece, por exemplo, quando o usuário indica o condutor principal do seguro auto diferente da realidade.

Apesar de parecer benéfico no momento, esse tipo de irregularidade impacta na hora do pagamento da indenização.

Um bom exemplo dessa situação é quando encontramos pais que se nomearem como condutores principais, quando, na verdade, quem passa a maior parte do tempo ao volante são os filhos.

Geralmente, essa medida dá certo desconto no seguro, pois a seguradora considera indivíduos mais velhos como mais experientes na direção.

Por isso, eles seriam menos sujeitos a sinistros, e assim podem contar com o seguro mais barato.

Acompanhe este artigo e entenda qual o cuidado ao nomear o condutor principal do seguro auto você deve ter e quais são as consequências caso você faça isso de maneira ‘errada’.

Cuidado ao nomear o condutor principal do seguro auto

Imagem: Getty

Quem é o condutor principal no seguro de carro

Quando o seguro auto é contratado, o consumidor precisa preencher um formulário de avaliação de risco, indicando quem é o condutor principal.

Outros dados como o local de tráfego do veículo e onde ele é mantido estacionado no dia a dia, também são solicitados.

Com base nessas informações, os riscos de sinistro são definidos pela seguradora.

Isso quer dizer que o perfil do motorista como a idade do indivíduo, estado civil, profissão, histórico de direção e outros, serão avaliados.

E, quanto maior o risco de sinistros de um condutor, maior o custo do prêmio da proteção.

Assim como o modelo do carro, ano de fabricação, equipamentos de segurança que ele possui e outros itens e coberturas a serem contratadas.

Todas essas informações juntas tornarão a definição do valor do seguro auto possível.

O condutor principal é sempre a pessoa que dirige o carro em 85% do tempo em que ele circula ou mais.

Se estivermos falando de um carro que pertença a família e mais de duas pessoas utilizem, então aquele que passa mais tempo com ele deverá ser nomeado o condutor principal.

Os outros condutores neste caso deverão ser inseridos na apólice como condutores adicionais.

Assim caso um motorista que não o condutor principal se envolve em um sinistro, acidente, a cobertura do seguro estará garantida.

Por que nomear condutores adicionais?

Quando um condutor principal de um veículo é nomeado no seguro, não significa que ele será o único que poderá dirigir o carro.

Na verdade, há a possibilidade de nomear os condutores secundários, aqueles que passam menos tempo ao volante, mas que também estarão sujeitos a sinistros na direção.

É bastante comum que as seguradoras cobrem um valor extra por cada motorista adicional nomeado.

Porém, essa é uma despesa necessária, pois só assim o usuário terá a segurança de receber a indenização.

Como funciona as coberturas do seguro auto para condutores adicionais?

Como mencionado é possível adicionar condutores eventuais à sua apólice, algumas seguradoras oferecem essa possibilidade apenas para condutores que morem junto com o condutor principal e/ou segurado ou tenham algum parentesco.

Nesta primeira situação será comum o segurado encontrar na área de análise de risco do seguro auto uma pergunta referente a existência de pessoas entre 17 e 24 anos ou 18 e 25 anos, que morem com ele.

Já outras empresas oferecem a possibilidade de estender as coberturas contratadas para qualquer outro motorista.

Neste caso, você encontrará junto à parte referente a análise de risco, na apólice uma pergunta que diz “você deseja estender as coberturas para motoristas entre 18 e 25 anos?”.

Caso você deseje incluir essas pessoas na cobertura da apólice é preciso que responda positivamente a essas perguntas.

Vale dizer que, condutores adicionais são aqueles que dirigem eventualmente o veículo, totalizando no máximo dois dias vezes por semana.

Além disso, as seguradoras costumam perguntar apenas sobre motoristas de 18 a 25 anos, uma vez que essa faixa etária é a mais propensa a sinistros e acidentes de trânsito.

De um modo geral, condutores eventuais com 26 anos ou mais são incluídos automaticamente nas apólices.

O que acontece se um condutor diferente for nomeado no seguro auto?

É extremamente comum encontrar segurados que mentem em seus formulários de risco das seguradoras.

Geralmente, isso acontece porque existe a intenção de economizar no valor final do prêmio da apólice.

Através de “pequenas mentiras” ou omissões, eles constantemente conseguem preços mais baixos como o esperado.

Como no exemplo já citado, em que os pais geralmente colocam o seguro em seus nomes, pois sabem que o valor do prêmio será inferior.

Isso mesmo que os filhos sejam os motoristas principais.

Afinal, quanto mais jovem o motorista, menos experiência ele possui ao volante, e maiores as chances de se envolver em um acidente.

Em situações deste tipo, em que o perfil incorreto é informado, a seguradora poderá negar a indenização.

Isso vale para casos em que existem a omissão do local de estacionamento, estado civil dos condutores, local de tráfego ou endereço do usuário, e mais.

Tudo isso porque, se houver um sinistro, a seguradora certamente irá investigar o ocorrido para realizar o pagamento da indenização.

E, se durante essa investigação ela constatar que as informações fornecidas na contratação do seguro auto não estão de acordo com a realidade, o segurado terá sérios problemas.

O menor dos problemas neste caso é que, se a empresa comprovar que foram fornecidas informações falsas no formulário, de forma intencional, para benefício do segurado, ela poderá, respaldada pela lei, se negar a ressarcir os danos causados pelo sinistro.

Ou seja, o menor dos problemas é perder o direito a cobertura contratada.

Além desses problemas as empresas de seguro podem cancelar a apólice do segurado, sem nenhum reembolso dos valores já pagos e, até processar o segurado.

Afinal, ao fornecer informações falsas, o consumidor comete uma fraude.

Este é o motivo da negativa da indenização.

Caso deseje, a seguradora poderá processar o usuário pelas irregularidades.

Por isso, quando for contratar um seguro auto, preencha o formulário com atenção, e fornecendo todas as informações de modo fiel à realidade.

Caso perceba inconsistências após a assinatura do contrato, você poderá entrar em contato com a empresa e fazer um endosso do seguro.

O endosso também deve ser feito caso os dados mudem, como após a troca de endereço residencial do segurado.

O que é um endosso de seguro auto?

O endosso nada mais é do que um documento, criado pela seguradora, com base em uma informação fornecida pelo segurado, sobre algum detalhe dentro das condições alegadas na apólice no momento da contratação, foi alterado dentro do período de vigência dela.

Ele serve para validar qualquer mudança que ocorra com o veículo, os hábitos do condutor ou mesmo o próprio condutor principal ou a inclusão de outros condutores adicionais na apólice do seguro auto.

Por exemplo, você virou mensalista de um estacionamento fechado próximo ao seu trabalho e não para mais o carro na rua; seu filho tirou carta e passará a dirigir seu carro; você se mudou, ou foi transferido para outro endereço no trabalho, todas essas situações geram um endosso.

E não se preocupe, pois, para fazer um endosso é muito simples, basta você entrar em contato com seu corretor de seguros ou diretamente com a seguradora e informar a necessidade de realizar um endosso.

O profissional que lhe atender passará todas informações necessárias para a realização do endosso e em pouco tempo ele estará vinculado a sua apólice.

É importante que você saiba também que, essa alteração nas condições contratuais da apólice de seguro, irá gerar alteração no valor do prêmio.

Isso porque todas as informações que geram endosso são responsáveis pela precificação do seguro auto.

Por isso, se você for adicionar seu filho de 18 anos recém habilitado, o valor do seu prêmio poderá subir consideravelmente.

No entanto, se o endosso for para comunicar a existência de um estacionamento fechado perto do seu trabalho, o valor poderá cair bastante.

Franquia e coberturas do seguro auto

Com os cuidados citados até aqui, será possível dirigir tranquilamente pelas ruas.

Afinal, você saberá que, se algo acontecer, poderá contar com o amparo da seguradora.

Tanto para a cobertura parcial do prejuízo, quanto para, se for o caso, o recebimento da indenização integral.

Uma perda parcial do veículo ocorre quando os danos correspondem a um valor menor que 75% do preço de compra do carro.

Nessa situação, o segurado receberá uma parte do valor necessário para pagar os reparos.

A outra parte do pagamento desses reparos, geralmente a menor parte, ficará por conta do segurado, esse pagamento é chamado pelas seguradoras de franquia.

Já a perda total do automóvel acontece quando os danos são iguais ou maiores do que 75% do valor do carro.

Assim como quando o veículo é roubado ou furtado, e não recuperado pela polícia.

Nestes cenários, não há franquia, e o usuário recebe indenização integral para a compra de um novo veículo.

Na hora de contratar o seguro, lembre-se de considerar, ainda, os tipos de cobertura da proteção.

É importante conversar com o seu corretor, e avaliar as opções mais interessantes ao seu veículo.

Para saber o custo da sua proteção de acordo com o condutor principal no seguro de carro, você pode solicitar várias cotações às seguradoras.

Depois, avalie qual a melhor opção ao seu veículo. Não minta, nem omita informações!

É melhor pagar um prêmio mais caro e se manter seguro, do que economizar na contratação e não obter indenização em caso de sinistro.

Leia mais artigos sobre:
Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

11 Comentários

  • Augusto Maciel says:

    Olá, boa noite,

    Sofri um acidente, o qual resultou em perda total. O carro consta como principal condutor minha mãe, mas na apólice permite um segundo condutor não especificado. Tenho 40 anos. Quando a seguradora ligou para minha mãe para confirmar dados por telefone, ela erroneamente disse que eu andava no carro tanto quanto ela, por achar que isso ajudaria.
    Quando ligaram para mim, disse que não, que ando no carro umas 2 vezes por semana.
    Agora a seguradora está negando pagar por dizer que ela afirmou na ligação ser eu o principal condutor, o que não é verdade, de que maneira devo proceder? Eles tem razão?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Augusto,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link seguroauto.org/cote para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Renata Aparecida Nascimento Martins Chigole says:

    Olá,

    Eu e meu marido vamos dirigir Uber, quero fazer um seguro, mas disseram que só um dos 2 pode dirigir Uber porque o seguro não cobre os dois condutores, isso procede?

    Att

  • Marcos Roismann says:

    Boa noite, minha dúvida é que o carro é meu, tenho recibo de compra e venda, comprei do meu pai pouco tempo antes dele falecer, porém agora terá que fazer o inventário e como estava o seguro em nome da minha madrasta, continuou desde 2014 até a data de hoje, eu sou o condutor principal do veiculo e tenho 7 dias de carro reserva, só que a corretora que fez o seguro, disse que eu não posso ter o carro reserva, por conta que não tenho cartão de credito, e a locadora aceita que eu passe o cartão da minha irmã, e a corretora disse que não pode ser minha irmã, tenho todos os comprovante que paguei o seguro, a seguradora diz que posso fazer formulário que minha irmã vai passar o cartão de credito, a corretora disse que não pode por conta que a segurada não aceita. Está certo este proceder da corretora, recebi a apólice e não consta sobre isso. Quais são os meus direitos?
    Desde o dia 06/03/2019 estou gastando com táxi, uber e acabou minha reserva, posso pedir indenização a corretora, caso tenho direito?

    Obrigado

  • Débora Santana says:

    Bom dia,

    Tenho uma dúvida, eu e meu marido dirigimos na mesma proporção, como faremos esse seguro já que nós temos a mesma idade e sou mais velha que ele apenas 2 meses e 15 dias?

    Obrigada

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Débora,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Visite nosso site e faça sua cotação já! Preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ e aguarde um corretor parceiro entrar em contato com você para tirar suas dúvidas.

      Atenciosamente.

  • Fernanda says:

    Oi,

    De fato eu serei a condutora principal e meu filho só em casos de emergência.
    Ele sendo o condutor secundário, meu seguro ficara mais caro?

    Grata

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Fernanda,

      Agradecemos seu contato.
      Geralmente o seguro fica mais caro nestes casos, pela idade do seu filho.
      Para fazer uma cotação, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você e tire suas dúvidas.

      Atenciosamente.

  • Ana Paula Chaves Torres says:

    Boa tarde, adicionei um condutor no seguro do meu carro para trabalharmos como Uber, posso cancelar?

    Att.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Ana Paula,

      Obrigada pela mensagem.
      Para esse tipo de dúvida, entre em contato com seu corretor para que possa ajuda-la mediante ao seu contrato.

      Atenciosamente.

  • Marisalas says:

    Oi,

    Obrigado pela explicação Dalton.

    Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *