Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

Sinais de que um carro já se envolveu em um acidente

Hoje, quando se vai comprar um carro usado é preciso adotar uma série de cuidados para não ter problemas com ele.

Uma das grandes preocupações é a condição do veículo, saber se ele está em pleno funcionamento é essencial.

Para isso, é comum andar com o carro para fazer um teste e olhar para ver se não tem nenhum problema. A documentação também pode dar dicas sobre a história do carro.

Mas nem sempre apenas isso é suficiente para identificar se o carro já se envolveu em um acidente.

A análise precisa ser feita de forma detalhada e alguns pontos podem ser um ótimo indício para descobrir isso. Veja como fazer a observação do veículo.

Sinais de que um carro já se envolveu em um acidente

  1. Pintura irregular

Os vendedores podem tentar esconder que o carro já se envolveu em um acidente pela pintura.

Por isso é preciso analisar com cuidado e a dica é sempre olhar o carro de dia e em um local bem iluminado.

Veja se a pintura está da mesma cor em todos os lugares. Uma parte que esteja mais brilhante pode indicar que ela foi pintada recentemente.

Outra dica é analisar nos cantos e rente a borrachas. Esses locais costumam deixar a tinta anterior à mostra. Levante a borracha em volta do vidro e veja se existem tintas diferentes.

  1. Olhe o alinhamento das peças

O carro sai das montadoras alinhado e deve continuar assim, porém, uma colisão pode fazer com que ele fique irregular.

Veja se o para-choque está alinhado, se o capô está certo, se as portas estão regulares, etc. Sempre veja se a distância entre uma parte e outra permanece a mesma em toda a sua extensão. Por exemplo, se a distância da porta para a lateral do veículo for maior em cima, é um bom indício de problema.

  1. Analise as irregularidades

Peças batidas e com ferrugem, em alguns casos, podem ser reparadas e pintadas para esconder o problema.

Apenas olhando nem sempre conseguimos perceber de primeira que há algo de errado. O ideal é passar a mão para tentar sentir algumas saliência e se certificar que está tudo certo.

  1. Analise o quadro estrutural

Se a colisão for forte, o quadro estrutural pode sofrer danos e esses comprometem toda a segurança do veículo.

Olhe para identificar se ele apresenta irregularidades. Por mais que ele passe por reparos, sempre dá indício desse problema.

Além disso, veja se faróis e rodas estão alinhados, pois, caso não estejam, pode ser problema do quadro.

  1. Coberturas impermeabilizantes

As coberturas impermeabilizantes são uma espécie de spray de borracha muito usado para proteger os veículos, principalmente na cidades litorâneas onde ocorre a corrosão com mais facilidade.

A questão é que ele forma uma película, ajudando a esconder algumas irregularidades na lataria e até mesmo nas peças.

Se for comprar um carro na concessionária, é normal que ele esteja limpo e polido, mas esse tipo de cobertura é um sinal de alerta.

  1. Trincas no vidro

Carros em perfeitas condições têm os vidros intactos. Mas, se existem trincas, pode ser sinal de algum problema.

Muitas vezes elas são resultados de colisões, podendo ser algo mais simples, no qual apenas caiu um objeto sobre ou vidro ou uma batida com outro veículo.

Sonde o vendedor para descobrir a origem do problema e analise outros pontos para identificar se a informação é verdadeira.

  1. Parafusos soltos

Tudo bem que com o tempo alguns parafusos podem se soltar e ficar um pouco frouxos, mas é possível perceber quando isso é ação do tempo ou problema de fixação por irregularidade.

Se os parafusos não estão prendendo, pode ser porque uma colisão fez com que ocorresse um desalinhamento e, nesse caso, não irão se prender.

  1. Faróis novos

Os faróis são peças relativamente frágeis, pois são feitos de plástico, por isso, são ótimos  para identificar se um carro já se envolveu em um acidente.

Veja se algum dos faróis parece mais novo. Isso pode ser percebido se houver diferenças visuais entre eles, como o formato e até mesmo a cor.

Os faróis mais velhos vão ficando amarelados com o tempo e os novos costumam ser mais transparentes. Veja se a idade do veículo corresponde com a dos faróis.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *