Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

5 tipos de proteção que sua empresa pode ter

A proteção da sua empresa garante que haverá integridade dos bens e pessoas. Ela pode acontecer de forma presencial ou remota, mas sempre deve ser feita por especialistas. 

Todo empreendedor se preocupa com seu negócio e a segurança de suas atividades. Para isso se pensa na proteção que sua empresa pode ter e quais benefícios elas trarão.

Talvez os principais ofensores nesse campo sejam os roubos, furtos e invasões. Esses podem levar a perda de bens e de dinheiro. 

A proteção da empresa dá mais tranquilidade para focar em outros assuntos. Para evitar esse tipo de problema existem diversas medidas que podem ser adotadas. Confira abaixo!

5 tipos de proteção que sua empresa pode ter

Imagem: Pixabay/pixelcreatures

Quais empresas precisam de segurança privada e serviços terceirizados?

Antes de falar sobre os tipos de proteção, vale a pena tirar essa dúvida bastante comum.

E a resposta é: todas as empresas precisam investir em segurança privada. Todas elas estão expostas em algum momento e podem sofrer com problemas de invasores e outros.

Segundo a Visud empresa de segurança e facilities, especialista na área, vale mais a pena investir na terceirização do que ter uma equipe própria. Dessa forma, a organização foca no seu negócio e deixa a proteção com quem realmente entende.

É claro que o tipo de segurança a ser usada varia de acordo com o porte da empresa. Algumas precisam apenas do serviço de portaria, outras de um monitoramento por câmeras. Já as maiores podem ter um pacote completo dos serviços.

Veja no que se pode investir para reforçar a segurança e preservação do patrimônio.

1. Segurança privada

A segurança privada pode ser feita de diferentes maneiras. Uma das mais comuns é com o uso de portaria. Os profissionais treinados atuam evitando que pessoas não autorizadas entrem na empresa.

Os porteiros ou recepcionistas ainda fiscalizam, orientam e fazem a abertura e fechamento das entradas das instalações. Isso demonstra que existe um controle das instalações desde seu ponto de entrada. 

Outra possibilidade é o uso de câmeras de monitoramento, com uma central que acompanha o que acontece. Ao menor sinal de irregularidade, providências podem ser tomadas imediatamente. 

2. Ronda

As rondas de segurança são um reforço ao serviço de segurança privada. Profissionais treinados circulam pela empresa a fim de garantir que está tudo bem. Eles conhecem os pontos estratégicos e vigiam a todo momento. 

Para qualquer sinal de problema podem entrar em ação e se deslocam rapidamente para os locais a fim de garantir a proteção que sua empresa pode ter. 

Com esse tipo de segurança é possível garantir tranquilidade para os colaboradores e para os visitantes. Sem falar que isso inibe a ação de bandidos. 

3. Segurança de dados

A segurança dos dados é algo que vem sendo bastante discutido. Eles podem conter informações relevantes da empresa, deixando-a vulnerável em relação aos concorrentes.

A violação de dados pode resultar em roubo de dinheiro da empresa e perda de outros recursos valiosos.

Enquanto a segurança privada cuida dos bens físicos, a segurança de dados cuida dos virtuais. 

É preciso ter sistemas de proteção de invasores, softwares seguros, ambientes criptografados e mais. Ter uma equipe de TI especializada no tema é essencial.

4. Seguro auto

As diferentes medidas devem ser adotadas para evitar roubos e outros tipos de problemas. Quando isso não é possível, é necessário contar com um plano B.

O seguro de carro vai garantir que, se algo acontecer com o veículo, a empresa não fique no prejuízo. Pode ser um roubo ou uma colisão, ela poderá ser indenizada pelos danos. 

A grande vantagem é que se pode escolher quais proteções são relevantes e ter um produto personalizado para as necessidades de cada negócio.

Com isso o patrimônio é preservado e pode ser reposto de forma mais rápida sem afetar as finanças. 

5. Seguro patrimonial

A proteção que sua empresa pode ter deve pensar nos mais diversos contratempos. Em alguns momentos, os dados podem ser resultados de chuvas, enchentes e outros eventos da natureza. Além disso, curto-circuito e incêndios podem ocorrer. 

O seguro patrimonial não consegue evitar esses casos citados, mas pode ajudar financeiramente na recuperação. Quando existem coberturas para esses eventos, há como minimizar os prejuízos e receber valores das seguradoras.

Não importa o tamanho da organização, ela sempre poderá contar com a proteção que sua empresa pode ter. Dessa forma, todos ficam mais tranquilos e os negócios não são prejudicados.

Leia mais artigos sobre:
Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.