Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

Posso transferir minha classe de bônus do seguro auto?

A classe de bônus é um desconto no seguro auto. Saber se você pode transferir esse benefício para alguém pode ser muito vantajoso, já que você poderia ajudar uma outra pessoa a contratar a proteção. Por isso, leia o artigo e saiba mais sobre o assunto!

Poder ajudar um amigo ou ente querido sempre é bom, não é mesmo? Quando podemos fazer isso com facilidade, melhor ainda!

Uma alternativa para essa “boa ação” é transferir a sua classe de bônus do seguro auto.

A transferência das classes de bônus vale a pena porque, quem recebe o benefício, obtém desconto no seguro.

A opção é ainda mais interessante para pessoas que não possuem condições financeiras para arcar com o custo de um seguro auto.

Ou, então, para quem acabaria pagando um valor muito alto por causa da região onde o carro circula.

Mas é claro que transferir requer cuidado. Até porque, a possibilidade não está disponível para todo o mundo.

A seguir, explicamos como funcionam as classes de bônus e quando você pode transferi-las para outra pessoa. Continue acompanhando!

Posso transferir minha classe de bônus do seguro auto?

Fonte: Pixabay

O que é classe de bônus?

Além de evitar dores de cabeça e transtornos que podem atrapalhar a vida do segurado, não se envolver em sinistros traz muita vantagem para o bolso, como com a classe de bônus.

A classe de bônus é um desconto que o segurado, que não se envolveu em nenhum sinistro durante o período de cobertura, recebe no momento da renovação do contrato.

Esse desconto pode ir aumentando conforme o seguro vai ficando mais velho. Isso desde que o indivíduo não se envolva em nenhum sinistro.

Ou seja, o desconto do terceiro ano de renovação será maior que o do segundo ano, e assim sucessivamente.

Classes de bônus na perda parcial e perda integral

As classes de bônus são contadas como em um programa de pontos.

Após um ano sem um sinistro, o usuário acumula um ponto. Após dois anos, dois pontos, e assim por diante.

Se o segurado sofrer um sinistro, ele perde uma das suas classes de bônus. Afinal de contas, ele precisará acionar a seguradora.

Por isso, se ele tinha 3 classes, ficará com 2 assim que acionar o sinistro. Logo depois, ele terá que aguardar mais um ano sem sinistro para completar, novamente, 3 classes.

A lógica é a mesma para quando há a perda integral do carro. A perda integral acontece quando o veículo não pode ser reparado, pois tem danos superiores a 75% do seu valor de mercado.

Nessa situação, o usuário recebe a indenização total do seguro, para a compra de outro veículo. Ao mesmo tempo, perde 1 ponto em sua classe de bônus.

As classes que restarem podem ser utilizadas na contratação de um seguro para o novo carro.

Aliás, é importante destacar este ponto: quando a perda integral acontece, o seguro de carro é finalizado.

Para contar com a proteção para um novo veículo, é necessário contratar o serviço novamente.

Como funcionam os “pontos” na perda parcial?

Na perda parcial, por outro lado, o carro segurado é consertado. Afinal, seus danos terão sido de até 75% do custo de mercado do auto.

Nessa situação, o usuário recebe os valores para consertar o veículo, e a apólice continua valendo até a data do fim do contrato.

Em todo o caso, há a perda de uma classe de bônus, já que a seguradora foi acionada. Na renovação do serviço, o usuário não terá direito a uma nova classe.

Isso só acontecerá após, com um novo contrato, o indivíduo completar um ano sem ocorrências.

Serviços de assistência 24 horas, como guincho e ajuda após pane elétrica, não são considerados sinistros. Por isso, não provocam a perda de classes.

O usuário pode acumular, no máximo, 10 classes de bônus.

Cada “ponto” de uma classe de bônus gera desconto percentual na contratação do seguro.

Essa porcentagem varia por seguradora. Por isso, é importante verificar qual será o seu benefício com a empresa.

Posso perder minha classe de bônus caso troque de veículo ou de empresa seguradora?

A resposta dessa pergunta é extremamente simples.

Quando pensamos em classe de bônus e como transferir a classe de bônus do seguro auto para outra pessoa, é preciso pensar que nessa modalidade, estamos pensando na pessoa, ou seja, no cliente.

Isso significa que o desconto é associado ao cliente, ao seu CPF, e não ao veículo ou qualquer outra coisa.

Assim, se o segurado trocar de carro, o desconto continuará valendo.

E se trocar de seguradora, acontece a mesma coisa: o consumidor deve receber o desconto igualmente.

As seguradoras mantém um sistema com consulta unificada, para que possam verificar a existência ou não de classes de bônus do usuário.

Posso transferir minha classe de bônus do seguro auto para outra pessoa?

Assim como qualquer outro produto, quanto mais baixo for o preço, melhor. Por isso, saber se, e como, transferir a classe de bônus do seguro auto é de grande auxílio para todos.

Mas vamos à resposta que você tanto deseja: sim, é possível transferir a classe de bônus do seguro auto!

Mas isso não pode ser feito para qualquer pessoa. São aceitas apenas as transferências que ocorrem entre:

  • Cônjuges, mediante comprovação da certidão de casamento;
  • Pais e filhos, mediante comprovação da certidão de nascimento;
  • De pessoa jurídica para a física, somente quando a pessoa física for sócia ou proprietária do negócio. É preciso comprovar a informação mediante apresentação do contrato social.

Com a classe de bônus transferida, o usuário que recebeu os “pontos” terá acesso aos descontos da seguradora.

O segurado que transferir as classes pode escolher repassar todas elas, ou manter algumas para a contratação do seu próprio seguro.

É importante, apenas, negociar estes aspectos com a seguradora contratada.

Como citado, um indivíduo pode acumular, no máximo, 10 classes de bônus.

Transferir seus pontos para outra pessoa pode ser um modo de continuar a acumular classes, além de beneficiar um terceiro.

Se você já possuir 10 pontos, o ponto que seria obtido na renovação do contrato será perdido. Melhor aproveitá-lo, nem que seja transferindo-o, não é mesmo?

Agora que você já sabe em quais momentos você transferir a classe de bônus do seguro auto para outra pessoa, fica mais fácil ajudar a família.

Se você ainda possui alguma dúvida a respeito do assunto, comente abaixo! Teremos satisfação em lhe responder!

Leia mais artigos sobre:

3 Comentários

  • Andrea Almeida says:

    Boa tarde,

    O seguro é em nome do meu tio Laercio, porém está na classe 9, mas eu Andrea Almeida (sobrinha), sou a condutora principal, com 39 anos, documento do carro em meu nome.
    Pra eu renovar o seguro, gostaria de usar a classe de bônus e tirar o Laercio (tio) como o responsável pelo seguro, posso utilizar a classe, não estaria cometendo erro?

    Obrigada

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Andrea,

      Obrigada pelo comentário em nosso site.
      Por favor, entre em contato com a seguradora responsável para que possam ajuda-la.

      Atenciosamente.

  • Maurício Virgílio Peres Machado says:

    Boa tarde,

    Qual embasamento legal para exigir essa transferência da classe de bônus para o cônjuge?

    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *