Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

IPVA: guia de pagamento do imposto

Compartilhe nas redes sociais:

Como todos os bens que adquirimos, ao comprar um carro, estamos sujeitos ao pagamento de uma série de impostos que devem ser quitados periodicamente. Dentre estes estão: DPVAT, IPVA e outros.

A sigla IPVA significa Imposto sobre Veículo Automotivo, devendo este ser pago no início de cada ano. A fatura a ser paga normalmente chega pelos Correios, mas pode também ser acessada pela internet.

Alguns aspectos básicos sobre o IPVA devem ser conhecidos por todos os que possuem bens automotivos. E aqui, neste artigo, faremos um guia sobre este tipo de imposto.

  • Quanto pagarei de IPVA?

Este valor é variável de veículo para veículo. Esta variação é baseada numa alíquota sobre o preço do produto. Tal alíquota é definida pelo Estado no qual o carro está inscrito. Cada Estado possui suas particularidades referentes à cobrança do valor. Mas no geral, este valor está estre 1% a 4% do valor do veículo.

A título de curiosidade, São Paulo e Rio de Janeiro são os estados com o IPVA mais caro.

Para calcular o IPVA que você pagará, basta:

– Entrar no site oficial do DETRAN de seu estado;

– Informar o ano, modelo e o número de RENAVAN do seu carro.

OBS: vale lembrar que, além do IPVA, você deverá sempre pagar o seguro obrigatório do veículo, e o DPVAT.

  • Quando pagarei o IPVA?

O dia de pagamento irá variar de acordo com o estado. A data será informada pelo DETRAN com todos os outros detalhes necessários.

Para o pagamento à vista, existe um bom desconto, que também varia entre os estados.

  • Onde pagarei o IPVA?

Como qualquer outro título de cobrança, o imposto pode ser pago na sua própria agência bancária, tanto nos caixas presenciais quanto nos eletrônicos. Para este pagamento, você deve apenas informar o seu número de RENAVAN, não sendo necessário um papel impresso.

  • Existe algum caso onde há isenção do pagamento de IPVA?

Sim! Como todos os casos, o pagamento tem suas exceções. Assim, estarão livres deste imposto:

– Táxis, com ou sem taxímetro;

– Veículos com adaptações para deficientes físicos;

– Veículos do governo, de escolas, de partidos políticos, assistência social, para fins religiosos, entre outros.

Para saber mais sobre a isenção, basta procurar o DETRAN de sua cidade e se informar.

Lembre-se sempre de pagar em dia o seu IPVA. O não cumprimento deste quesito pode gerar multa e apreensão de seu veículo.


Compartilhe nas redes sociais:
Leia mais artigos sobre:

2 Comentários

  • Regina Barbosa says:

    Boa tarde,

    Em Abril de 2015 paguei IPVA, assim como muitos paranaenses. Agora, recebo boleto do IPVA 2016 para pagar em Janeiro, ou seja, decorridos 9 meses. É possível cobrar imposto com esta periodicidade? Isto é legal?
    Em Abril de 2015 já havia acontecido este problema, pois a cobrança chegou 6 meses após o IPVA de 2014.

    Aguardo suas considerações.
    Muito obrigada.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Regina,

      Obrigada por comentar no seguroauto.org,
      Para este problema, peço que entre em contato com o órgão responsável para que possam te ajudar.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação de seguro auto, visite a home-page do nosso site e preencha o formulário, para que um de nossos corretores entre em contato com você e ofereça o seguro que mais se encaixa com suas necessidades.

      Estamos à disposição,
      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *