Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto?

Você se envolveu em uma colisão, ou sofreu um sinistro e quer saber quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto? Então, você está no lugar certo. Acompanhe este artigo e descubra.

Se envolver em uma colisão, ou sofrer um sinistro que danifique seu veículo, pode ser uma das coisas mais chatas que existem.

Especialmente, se você não tiver um seguro auto com que contar.

No entanto, mesmo para quem conta com um seguro auto, ficar sem o carro por um período devido um acidente pode ser um grande transtorno.

Algumas pessoas dependem diariamente do veículo para se locomover, seja para trabalhar ou cumprir outras tarefas.

E, neste caso, é comum que surja uma dúvida muito comum nessas ocasiões “Quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto?”.

Para responder essa pergunta e explicar mais alguns detalhes sobre esse assunto, preparamos esse artigo. Acompanhe e entenda melhor.

Quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto?

Imagem: Getty

Descubra quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto

Antes mesmo de se preocupar com questões como quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto, é preciso estar atento a algumas situações.

A primeira delas é informar a empresa de seguro sobre o sinistro.

Depois que esse aviso é feito, a seguradora deve solicitar alguns documentos e, o início dos procedimentos de reparo acontecem dois ou três dias após a entrega deles.

Para que os reparos comecem a acontecer é preciso que a seguradora entregue ao segurado uma autorização de reparo.

Anexado a essa autorização é entregue uma relação de oficinas mecânicas conveniadas com o seguro.

E caberá apenas a você escolher qual delas é melhor.

Algumas seguradoras permitem ainda que o segurado escolha qualquer oficina, mesmo ela não sendo credenciada a sua empresa.

Isso dependerá apenas das regras internas de cada empresa de seguro.

Se estivermos falando de reparos pequenos, simples de serem feitos, é possível que eles sejam realizados em um prazo de 15 dias.

Se os estragos foram de médio porte, pode ser que seu carro leve entre 20 e 25 dias para ser reparado.

Em algumas situações, esse prazo pode se estender em até um mês ou mais para que os reparos sejam finalizados.

Segundo a SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, as seguradoras têm um prazo máximo de 30 dias para realizar reparos em casos de sinistro de perda parcial ou indenizações em casos de perda total.

A seguradora pode estourar o prazo para consertar o veículo no seguro auto?

É comum acontecer do prazo do conserto ser ‘estourado’.

E o motivo mais alegado pelas seguradoras nessa situação é a falta de peças de reposição.

Especialmente quando se trata de carros importados ou muito antigos.

Nessas situações pode realmente acabar sendo mais difícil conseguir peças novas para a substituição das danificadas.

No entanto, nesses casos a seguradora pode optar por utilizar peças usadas ou seminovas, e similares às peças originais.

Claro que, sempre com a autorização do segurado.

Fique atento, pois, esta é apenas uma possibilidade em caso de ausência de peças novas e originais, no mercado.

Outro motivo que constantemente faz com que o prazo de reparos se estenda mais do que o permitido é a demora por parte da seguradora para a realização da vistoria do veículo.

Essa etapa deve ser feita logo após o acidente, para que a mota do sinistro seja definida.

E, muitas vezes as empresas demoram a realizá-la, fazendo com que o período indenizatório se estenda.

No Brasil, infelizmente não existe uma legislação que estabeleça um período máximo para que essa vistoria seja realizada, por isso, algumas empresas acabam usando de uma certa ‘má fé’ na demora da realização deste processo, para assim conseguir mais tempo na realização dos reparos ou no processo de indenização integral.

O que acontece quando o prazo do consertar o veículo é ultrapassado?

Se, depois de realizada a vistoria e definido todos os processos, o prazo do reparo se estender por mais que 30 dias, o segurado tem direito a um ressarcimento por causa desse atraso.

Para que isso aconteça, será preciso que o segurado registre todo o prejuízo obtido por causa deste atraso e apresente a seguradora.

Isso acontece muito mais do que se imagina, e na maior parte dos casos são incluídos gastos como o aluguel de um carro, devido o atraso da entrega do veículo, ou perdas profissionais.

Nesses casos, é preciso que todos os recibos dos gastos extras, causados pela ausência do veículo do segurado e os documentos que comprovem os prejuízos profissionais ou morais sejam apresentados à seguradora, juntamente ao valor necessário para que o ressarcimento aconteça.

A maioria das seguradoras estão prontas para lidar com esses tipos de problemas e possuem até mesmo, canais próprios para se comunicarem com seus clientes e resolverem essas questões de uma maneira simples e rápida.

Geralmente, os profissionais que atendem através desses canais informam um prazo máximo para a resolução desse problema.

Caso a empresa não cumpra com esse prazo, o segurado pode então encaminhar uma reclamação de abuso da seguradora para a SUSEP, que cuidará da resolução do problema, diretamente com a seguradora.

Se ainda sim, houver problemas relacionados a esse assunto, o mais indicado é que o segurador procure um advogado, de preferência especializado em seguros privados, e solicite seus direitos judicialmente.

E nos casos de reparos a terceiros, quanto tempo leva para consertar o veículo no seguro auto?

O mesmo prazo se aplica quando o assunto são reparos a terceiros.

Ou seja, o prazo limite é de 30 dias, e caso ocorra o problema de reposição das peças, é preciso que a seguradora proceda da mesma forma.

Quais são os motivos que podem atrasar o conserto do veículo no seguro auto?

O mais comum certamente é a ausência no mercado de peças de reposição.

Mas, em alguns casos, o atraso no reparo do veículo pode ocorrer devido à demora na vistoria do mesmo após o acidente.

Ainda não existe uma regulamentação que defina um período máximo de espera para a vistoria.

Conforme o artigo 33 da circular 256/2004 da SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, o prazo limite para a liquidação dos reparos promovidos pelo sinistro não pode ultrapassar 30 dias a partir da entrega dos documentos.

Então, fique sempre atento aos seus direitos como consumidor e exija o cumprimento da lei.

Quais os meus direitos como consumidor caso a seguradora ultrapasse o prazo?

Se porventura a seguradora ultrapassar o prazo máximo de 30 dias para realizar os reparos necessários ao seu veículo, e deixá-lo funcionando novamente.

O segurado tem o direito de ser ressarcido.

É preciso que todos os prejuízos sejam documentados e apresentados a seguradora.

Especialmente em casos onde o segurado se viu obrigado a alugar um carro devido ao atraso na realização do conserto.

Para isso, é preciso que todos os recibos que comprovem gastos extras causados pelo atraso na realização dos reparos, sejam guardados e apresentados no momento da queixa junto a seguradora.

Saiba ainda que, em casos de atrasos extremamente longos o cliente ainda pode ser ressarcido por danos morais.

É preciso apenas que ele comprove tais danos com a apresentação de documentos idôneos.

Se meu seguro estiver com uma parcela atrasada posso ter problemas na indenização?

Sim, caso você se envolva em um sinistro e o carro precise de reparos, mas você esteja com uma ou mais parcelas em atraso, o seguro pode obrigar que essas parcelas sejam colocadas em dia para que os reparos necessários sejam realizados.

Nos casos de indenização integral, é possível que esse débito seja descontado do valor indenizatório estipulado em contrato e você receba a diferença.

Além de estar em dia com o pagamento do seguro auto, é importante também que toda a documentação do veículo também esteja em dia.

Caso você esteja com o IPVA, licenciamento ou outros documentos irregulares, a seguradora pode lhe solicitar que coloque tudo em dia para que o seguro repare os danos necessários.

Agora que você já sabe que o prazo limite para o reparo do veículo no seguro auto é de 30 dias.

Fique atento aos seus direitos, organize toda a documentação necessária e apresente tudo de maneira correta sempre que for necessário.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *