Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

O que é danos corporais a terceiros no seguro auto?

Você ainda fica confuso em relação à cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto? Então descubra nesse artigo mais sobre esse assunto.

Muitas pessoas não dão a atenção devida a cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto. Ou por não entenderem o seu funcionamento ou simplesmente por não acharem necessária.

Mas, a verdade, é que nunca se sabe quando poderá acontecer um acidente onde você seja o responsável, e caso ele aconteça, contar com uma cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto pode fazer toda a diferença. Entenda melhor como essa cobertura funciona e, porque ela é tão importante.

O que é danos corporais a terceiros no seguro auto?

Entenda o que é a cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto

Essa cobertura atende apenas lesões físicas em causadas a outras pessoas em acidentes de responsabilidade do segurado. Ou seja, se você possui essa cobertura em seu seguro auto, e acidentalmente provoca uma colisão onde um ou mais ocupantes do outro veículo se machuquem, ou mesmo atropele uma pessoa. A cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto arcará com todas as custas hospitalares e médicas que forem necessárias.

Se por uma desventura maior a vítima em questão sofrer alguma invalidez permanente ou mesmo vier a falecer, a cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto também poderá arcar com as indenizações de direito dos respectivos beneficiários.

Existe ainda a possibilidade de haver um processo legal decorrente do acidente, e caso ela se concretize, essa cobertura também abrange encargos judiciais e custas advocatícias.

Como funciona a cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto

Todos essa abrangência de situações é garantida pela cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto. Mas, é preciso ressaltar que esse seguro é válido até um valor limite que deverá ser estipulado previamente na apólice, no momento da contratação do serviço. Por isso, vale a pena investir em valores que iniciem em R$ 100 mil.

O principal motivo de optar por um valor mínimo, mais alto, é que essa não é uma cobertura cumulativa. Ou seja, se você provocar um acidente e tiver que arcar com R$ 25 mil de indenização e custas médicas, por exemplo. Caso você se envolva em um segundo acidente no mesmo período de vigência da sua apólice e precise arcar com os custos médicos e indenizatórios, lhe restará apenas R$ 75 mil para isso. Se, porventura, nessa segunda situação você tiver gastos de R$ 80 mil, R$ 5 mil deverão sair do seu bolso. Por isso, é interessante contratar um valor mais alto.

É interessante deixar claro também que esse tipo de seguro é válido apenas depois que a vítima já acionou e recebeu os valores que lhe são devidos pelo DPVAT.

Descubra o que a cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto não atende

Como dito anteriormente, essa cobertura atende apenas danos físicos, lesionais, causados a terceiros. Logo, ela não atende casos em que ocorra danos psicológicos ou estéticos.

Ao contrário do que se imagina, a cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto não onera muito o valor final da apólice de seguros. Se comparado aos gastos que serão evitados pelo segurado em um acidente onde ocorram tais situações, esse acréscimo acaba se tornando irrisório.

É preciso deixar claro também que tanto essa como todas as outras que são oferecidas pelas seguradoras, são válidas quando for provado que o segurado estava agindo de maneira ilícita.

Logo, se o acidente for derivado por embriaguez ao volante ou mesmo em uma corrida ilegal, o segurado não poderá contar com o seguro auto.

Porque contratar uma cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto se existe o DPVAT?

Algumas pessoas não julgam necessário contratar esse tipo de cobertura, devido à existência do DPVAT, um seguro obrigatório pago anualmente, que indeniza nessas mesmas situações.

A grande questão, é que o DPVAT possui indenizações com valores limites pré-definidos e, nem sempre o máximo a ser pago por ele, realmente cobre todas as despesas que foram necessárias, em determinados acidentes.

A cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto serve como um complemento indenizatório do DPVAT, que muitas vezes acaba fornecendo um valor muito abaixo do necessário para o ressarcimento de todas as despesas envolvidas.

Poder contar com uma cobertura de danos corporais a terceiros no seguro auto, além de lhe garantir uma tranquilidade extra, em relação a gastos exorbitantes em situações de acidente onde o segurado seja o responsável. Ainda lhe garante que todas as indenizações e custas processuais e advocatícias serão pagas, sem que haja a necessidade de você retirar um valor do seu bolso. Por isso, invista no seguro de danos corporais a terceiros no seguro auto, e faça isso com um valor considerável estipulado em contrato.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *