dcsimg

Está pagando caro no seguro auto? Veja se compensa ficar sem o seu!

Você quer economizar, pois está pagando caro no seguro auto? Anote as nossas dicas e veja se compensa ou não manter o seu plano.

Uma dúvida bastante comum é até que ponto compensa ficar pagando caro no seguro auto, ainda mais quando o custo dele é bastante elevado. Para conseguir chegar a uma resposta é preciso primeiro refletir sobre alguns fatores.

Deve-se calcular qual o risco que se está disposto a correr, o valor que está sendo pago e muitas outras variáveis. Para ajudar nessa decisão veja algumas dicas.

Avalie os riscos

Você está disposto a ser roubado ou se envolver em um acidente e ficar sem o carro? Apesar do percentual de roubos ser “baixo” e dos acidentes automotivos também, não é nada impossível que se envolva em algum. Para se sentirem um pouco mais seguras e protegidas, muitas pessoas acabam optando pelo seguro, uma vez que a resposta para essa pergunta é não.

Está pagando caro no seguro auto? Veja se compensa ficar sem o seu!

O quanto o carro é importante?

Além de considerar os riscos, deve se pensar também no quanto o seu carro é valioso, mas não em questão financeira apenas, mas no dia a dia. O quanto se depende do carro para ir ao trabalho, levar as crianças na escola, passear, etc.

Anote dicas úteis para economizar dinheiro ao volante!

Se perceber que a maior parte das atividades dependem do veículo ou que as mais essências não são realizadas sem ele, o seguro se torna quase que obrigatório nesse caso. Então, você pode não estar pagando caro no seguro auto.

O valor do seguro é caro?

O argumento de que o seguro é caro é bastante comum para que as pessoas abram mão dele, mas será mesmo que isso é uma verdade?

Na média, o custo de um seguro é cerca de 10% do valor de um veículo, nesse caso, se teria que pagar um seguro por 10 anos para que ele correspondesse ao valor do carro. Agora, imagine que o seu veículo foi roubado no primeiro ano de uso, se tiver um seguro economizou cerca de 90% do valor dele, se não tiver, o seu prejuízo é de 90%.

Nos casos em que o seguro costuma ser mais elevado, cerca de 30% do valor do carro, em pouco mais de 3 anos se pagaria o valor total dele. Isso pode deixar algumas pessoas com o pé atrás, porém a regra continua sendo a mesma. Além do que, esse custo costuma ser para carros mais luxuosos que não costumam ficar todo esse tempo na mão do mesmo proprietário, o que acabam compensando.

Quais os benefícios que o seguro pode oferecer?

O que muito se esquece é que o seguro pode proteger não apenas em casos de roubo e furto, mas em outros tipos de sinistro. No caso de uma colisão de um carro que custa, por exemplo R$ 200 mil, o reparo pode ter um custo bem elevado perto do valor que se paga no seguro.

Quem tem um carro mais simples, então deve achar que nesse ponto leva desvantagem, afinal o seu carro não vale tanto. Engano. Além de ter o conserto do carro que não é barato, ainda é preciso se preocupar com os outros motoristas que podem não ter seguro.

Fique por dentro do que é mito e verdade no trânsito, tirando todas as suas dúvidas.

Em caso de uma colisão provocado por você, será preciso reparar o seu carro e do outro envolvido no acidente, o valor pago pelo seguro costuma ser bem menor do que o que será paga para consertar o estrago.

Repense qual a melhor seguradora

Se mesmo depois de fazer as contas e checar os benefícios que se tem direito com o seguro auto ainda não estiver satisfeito, repense a seguradora. Isso porque pode estar utilizando uma seguradora que conta com valores mais elevados e com menos benefícios.

O ideal é procurar por outras opções no mercado e fazer comparações para encontrar uma opção que melhor caiba no seu bolso e não te deixe sem proteção. Afinal, ninguém quer ter que ficar preocupado com o carro a todo o momento e correndo o risco de ficar sem o bem por simplesmente achar que o seguro não é essencial. Nesse caso, é melhor ficar pagando caro no seguro auto do que ter todos os gastos com sinistros.

Como não estar pagando caro no seguro auto

Se você acredita que está pagando caro no seguro auto e quer diminuir esse valor, converse com o seu corretor. Analise junto com ele, as coberturas inclusas, quais podem ser retiradas do seu plano por não serem necessárias e peça também para que ele faça novas cotações.

Entenda sobre a legislação dos faróis baixos em rodovias e tire todas as suas dúvidas.

São muitas as seguradoras renomadas no mercado e você pode transferir o seu seguro para qualquer uma delas. Fique atento não apenas ao valor do plano, mas sim em relação às coberturas oferecidas. De nada adianta você economizar R$ 300,00 e não ter uma ou mais coberturas essenciais.

Além disso, verifique também quais os bônus e prêmios, além de coberturas extras, que as seguradoras oferecem. Para quem está pagando caro no seguro auto e quer economizar, vale a pena “ganhar” qualquer extra no plano.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário