Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Como calcular seguro de caminhão

Quem trabalha com transporte de cargas sabe da importância de contar com um seguro de caminhão. Mas nem todas essas pessoas sabem como calcular seguro de caminhão. Você sabe? Acompanhe, descubra como esse cálculo é feito e prepare as finanças.

Atualmente, contar com um seguro de caminhão, ou só para a carga transportada, é praticamente essencial.

Isso porque, ter um seguro significa se proteger contra o prejuízo de uma série de sinistros, incluindo os roubos.

O risco nas estradas é grande. Para se ter uma ideia, 22 mil roubos de carga foram registrados no Brasil em 2018.

Conforme pesquisa realizada pela CNT, as frotas de caminhão tiveram um crescimento de 84,3% entre os anos de 2001 e 2016.

Apenas no último ano citado, foram mais de 2,7 milhões de caminhões emplacados.

Esse aumento considerável no número de caminhões nas estradas também promoveu um aumento no número de acidentes envolvendo esse tipo de veículo.

Prova desse aumento foram os dados divulgados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Segundo as estatísticas, no primeiro semestre de 2017 foi registrado um aumento de 32,3% dos óbitos causados por acidentes envolvendo caminhões.

Com um seguro, porém, o caminhoneiro tem seus prejuízos ressarcidos.

Dependendo da cobertura contratada, a seguradora também paga pelo prejuízo de terceiros e despesas médicas.

Logo, só há benefícios em contratar o serviço.

Se você está pensando em contratar um seguro para seu veículo ou carga, mas não sabe como calcular seguro de caminhão, este texto é para você.

Continue acompanhando este artigo e entenda melhor o assunto.

Como calcular seguro de caminhão

Imagem: Getty

Como são os seguros para caminhão?

Os seguros para caminhões funcionam com dois tipos de cobertura: a básica e a compreensiva.

Com a  básica, o segurado obtém proteção contra acidentes, incêndios e roubos.

Ao mesmo tempo, essa cobertura oferece indenização em sinistros que causem perda total, promovidos por colisões, incêndios, furto ou roubo e explosões.

A perda total de um seguro acontece quando o sinistro provoca danos maiores do que 75% do valor do caminhão.

Neste caso, a indenização integral tem como objetivo permitir a compra de um novo veículo e ressarcir a carga perdida.

Ela também é paga quando o veículo é roubado ou furtado, e não recuperado pela polícia.

Já a outra opção de cobertura é conhecida como “compreensiva”.

Esse tipo de proteção é mais completo, oferecendo proteção contra situações como as citadas acima e ainda em casos de enchentes e outras ocorrências.

Existem ainda coberturas adicionais, que podem ser contratadas separadamente de acordo com necessidades de cada cliente.

Entre as opções estão a proteção de partes do caminhão, como carrocerias; de partes permanentes dos veículos, sejam elas estruturas de metal ou madeira; e de acessórios, como nos casos de caminhão guincho, betoneiras etc.

Outra opção interessante entre as coberturas adicionais é a Responsabilidade Civil Facultativa.

Ou seja, a cobertura que cobre os prejuízos e indenizações para terceiros.

Apenas quando contrata este serviço, o usuário pode contar com este auxílio da seguradora.

Do contrário, o caminhoneiro precisa arcar com os custos de indenizações sozinho (ou com a ajuda da empresa dona da frota).

Além disso, as coberturas adicionais podem ser voltadas para itens relacionados na nota fiscal do veículo, caso o caminhão seja zero quilômetro.

Isso inclui coberturas para  a antena elétrica do auto, por exemplo.

Como calcular a indenização do seguro de caminhão?

O contrato da prestação do serviço de um seguro  também é chamado de apólice de seguro.

É nele que fica indicado o valor da indenização do serviço. Essa indenização pode ser calculada de duas maneiras:

  1. Primeiro, com base no valor refinanciado de mercado do veículo, sempre considerando o valor constante na tabela FIPE.
  2. Determinando um valor para o veículo. Essa determinação pode ser realizada pelo cliente, com o auxílio do corretor de seguros.

Uma indenização no seguro de caminhão pode ser do tipo parcial ou total.

Assim como nos seguros auto, os casos caracterizados como danos parciais são aqueles onde os estragos não atingem 75% do valor estipulado na apólice.

Já os casos de perda total são aqueles em que  os danos atingem ou ultrapassam essa porcentagem.

Como o custo de um seguro de caminhão é calculado?

Uma série de fatores são considerados para o cálculo do custo do seguro.

Por isso, um veículo que trafega por todo o Brasil pode ter seguro mais caro do que a proteção de um caminhão que só viaja por Minas Gerais, por exemplo.

A lógica é simples: quanto maior a chance de sinistro de um auto, mais caro será o seguro.

Entre os principais aspectos considerados pela seguradora na cotação do seguro estão:

  • Modelo e ano da fabricação do caminhão;
  • Peso do veículo, feito para carregamento leve ou pesado;
  • Se ele é propriedade do motorista ou da empresa;
  • Se a carga transportada é vinculada à transportadora;
  • Modelo da carroceria;
  • Se viaja em comboio ou sozinho;
  • Se transporta ou não equipamentos extras;
  • Região por onde o veículo circulação;
  • Histórico e perfil do caminhoneiro (caminhoneiros com histórico de sinistros e perfil imprudente pagam mais pelo seguro);
  • Distâncias percorridas.

Vale lembrar que, na hora contratar o seguro de caminhão, é possível proteger todo o veículo ou apenas a sua carga.

É importante avaliar cada um dos custos e vantagens das opções, para só então fazer a melhor escolha.

Categorias de seguro de caminhão

Fora as duas modalidades de cobertura já citadas aqui (a básica e a compreensiva), existem ainda quatro categorias de seguro para caminhão, que também serão fundamentais no momento de calcular a proteção para o veículo.

Elas são consideradas “subcategorias” que, juntas às coberturas citadas, oferecem proteções personalizadas ao usuário.

Você poderá contratar, por exemplo, um seguro de caminhão por quilômetro rodado e com cobertura compreensiva.

Conheça melhor as opções a seguir.

Seguro de caminhão por quilômetro rodado

Esse seguro é voltado para pessoas que possuem caminhão de transporte de cargas e preferem pagar apenas o equivalente ao uso do veículo.

Essa modalidade é cobrada mensalmente.

Além disso, o cálculo do seguro de caminhão é feito todos os meses, com base em dados como a distância a ser percorrida, período do percurso e região por onde o caminhão trafegará.

Isso significa que, nos períodos em que o veículo não rodar, valores não serão cobrados pelo seguro.

Seguro de caminhão para carregamentos perigosos

Se o segurado costuma transportar carregamentos perigosos – como combustíveis, produtos químicos ou mesmo gases —, essa pode ser a melhor opção de seguro a ser escolhida.

O seguro deste tipo cobre os danos causados pelo produto transportado após um acidente.

Apesar do que você pode imaginar, o custo para a proteção destes carregamentos costuma ser menor.

Afinal de contas, esse tipo de transporte exige motoristas ainda mais capacitados, algo que diminui as chances de acidentes.

Seguro para veículo de até 20 anos

O cálculo do seguro de caminhão com 20 anos ou mais de fabricação pode acabar saindo muito alto, se feito em uma das opções anteriores.

Por isso, a maioria das seguradoras possui uma opção específica para esse tipo de veículo, com valores mais acessíveis.

Seguro para caminhões de frotas

As empresas de transportes ou frotas de caminhões podem contar com uma modalidade especial de seguro.

Nela, os valores são mais justos, com benefícios voltados para frotas.

Esse tipo de seguro protege todos os veículos da empresa e conta com coberturas como colisões, roubos, alagamentos e incêndios.

Sem contar a cobertura para terceiros. Todos os veículos cobertos são colocados em uma única apólice, facilitando o controle financeiro do cliente.

Seguro para caminhão também conta com assistência 24 horas?

Assim como nos seguros das demais categorias de veículos, os seguros para caminhão também contam com a assistência 24 horas.

Independentemente do tipo de seguro escolhido e da cobertura contratada, a maioria das seguradoras oferece a assistência 24 horas com serviços como:

  • Socorro a pane seca, mecânica ou elétrica;
  • Serviço de guincho;
  • Chaveiro;
  • Assistência em viagens; e mais.

Valores aproximados do cálculo do seguro de caminhão

Como citado até aqui, os custos de um seguro de caminhão podem variar muito, inclusive de acordo com o modelo do veículo.

No entanto, é importante ter certa noção dos valores.

Assim, você terá maior facilidade em perceber se as coberturas oferecidas pelo corretor valem mesmo a pena.

Foi para te ajudar com esse cuidado que realizamos simulações com várias seguradoras.

Para as cotações, foram considerados os valores dos modelos de acordo com a tabela FIPE. Veja a seguir.

Marca Modelo Ano Valor (FIPE) Valor seguro
VW 24.280 CONST 2014 R$ 229.247,00 R$ 9.140,00
VW 24.250 CONST 2012 R$ 163.865,00 R$ 9.950,00
VW 31.320 CONST 2008 R$ 142.715,00 R$ 9.140,00
VW 19.320 CONST REB. 2011 R$ 138.094,00 R$ 9.220,00
Scania R 440 HIGLINE REB 2014 R$ 408.857,00 R$ 17.800,00
Iveco STRALIS HD 570S42T REB 2008 R$ 180.785,00 R$ 13.820,00
Volvo FH 440 6X4 REB. 2012 R$ 314.504,00 R$ 17.895,00
Ford CARGO 2629 6X4 TB 2013 R$ 192.367,00 R$ 15.510,00
Ford CARGO 2628E 6X4 2012 R$ 157.836,00 R$ 11.200,00
MBenz AXXOR 2035 2011 R$ 182.432,00 R$ 9.500,00

Fonte: www.segurodecaminhão.com.br. Consulta em julho/19.

É importante lembrar que os valores da tabela são apenas aproximados.

Afinal de contas, critérios como perfil do motorista, chassi, região onde o veículo circula, espécie de carga transportada e CNPJ da empresa  podem alterar o valor final da contratação do serviço.

Resumindo, para calcular seguro de caminhão, é preciso considerar diversos fatores, como o tipo de seguro escolhido, o perfil do motorista, o tipo de carga e a distância ou lugares por onde o veículo trafega.

Faça uma simulação e descubra o valor cobrado para o seu perfil.

*O SeguroAuto.org não se responsabiliza pelos valores aqui mencionados, visto que o preço do seguro pode variar conforme o perfil de cada motorista.

Leia mais artigos sobre:
Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. É apaixonada pelo que faz.

2 Comentários

  • José Sergio Dias Oliveira says:

    Olá,

    Excelente matéria! Serviu de orientação, também, para o projeto que pretendo realizar.

    Obrigado.

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia José,

      Obrigada pela mensagem.
      Que bom que gostou do nosso artigo!

      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *