Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Como funciona o seguro scooter

Considerado um dos modelos mais antigos, é imprescindível que seja feita a contratação de um seguro scooter, para manter o bem preservado, caso ocorra algum imprevisto.

Devido a sua facilidade em transitar mais livremente pelas ruas, muitas pessoas acabam se esquecendo de adquirir o seguro scooter para proteger melhor seu meio de transporte.

Mesmo não sendo um transporte com altos índices de roubo ou furtos, é melhor prevenir, antes que algo pior possa vir a acontecer.

Portanto, se você possui uma motocicleta nesse modelo, saiba que o seguro oferece inúmeras formas de proteção, para que seu bem não sofra danos irreversíveis.

Além disso, muitos exemplares são únicos, não pelo valor ou raridade, mas sim pelo fato de ser herança familiar ou possuir algum valor sentimental.

Como o valor de uma scooter não é tão alto, se comparado a outros modelos de motocicleta, o seguro acaba sendo uma parcela pequena, a depender de quais coberturas serão contratadas.

Não há como estipular valores, uma vez que existem diversas seguradoras e coberturas disponíveis. O melhor a ser feito nessas ocasiões, é entrar em contato com uma empresa especializada e fazer a cotação.

Por conta da pandemia, essa etapa poderá ser realizada de forma virtual, caso a seguradora ofereça tal comodidade para seus clientes, basta procurar mais informações.

Como funciona o seguro scooter

Imagem: Getty Images

Quais são as coberturas para o seguro scooter?

Por ser um meio de transporte de duas rodas, esse tipo de motocicleta é uma das queridinhas dos brasileiros, principalmente em localidades onde há uma intensa movimentação de carros.

Cidades grandes como Rio de Janeiro e São Paulo possuem uma maior incidência de roubos e furtos, fazendo com que a melhor forma de proteção seja a contratação de um seguro.

Proteção para furto e roubo

Essa é a forma mais comum nas quais os motociclistas perdem as suas scooter, seja nas grandes cidades ou nas que possuem uma população relativamente pequena.

É válido ressaltar que essa possibilidade pode ocorrer em qualquer lugar do mundo, portanto, contratar o seguro, mesmo que ofereça proteções mais básicas.

O seguro scooter contra roubos e furtos possui um valor bastante acessível no mercado atualmente, tanto devido ao valor ínfimo do transporte, quanto à situação pela qual estamos passando.

Para quem passou o ano cumprindo as regras impostas pelos governantes referentes à pandemia causada pelo Coronavírus, corre ainda mais perigo ao sair de casa com esse retorno das atividades.

Agora, os motoristas irão encontrar estradas com mais buracos e algumas quase inacessíveis para alguns transportes.

Esse tipo de proteção é recomendado principalmente para aqueles trabalhadores que precisam dirigir por ruas desertas, ficando mais susceptíveis à ação de ladrões.

Proteção compreensiva

Algumas seguradoras especializadas em scooters oferecem coberturas mais simples, somente contra roubos e furtos, assim como situações mais abrangentes e complexas.

Com a aquisição de um seguro compreensivo, o proprietário da motocicleta possui coberturas maiores, abrangendo acontecimentos que vão além de algumas ações.

Por exemplo, em casos de vandalismo, a seguradora irá arcar com a metade do valor no qual o dano fora estipulado, sendo a outra parte, de responsabilidade do proprietário.

Essa proteção também poderá cobrir ações contra danos e até mesmo a perda total da scooter. O seguro compreensivo poderá ser adquirido por um valor mais alto que aquele contra roubos e furtos.

Tal proteção possibilita que o sujeito tenha à sua disposição, uma lista de coberturas inclusas para usufruir enquanto estiver pagando.

As coberturas podem ser listadas como: colisão, chuva de granizo, furacão, enchentes, desastres naturais, capotagem, objetos pesados e vandalismo.

Ou seja, esse tipo de seguro é o mais completo que existe no mercado atualmente, uma vez que possibilita soluções para as diversas situações.

Por que contratar o seguro scooter?

Manter a motocicleta com um seguro, seja o básico ou o mais completo, é algo indispensável nos dias atuais. Afinal, vivemos em um país onde o número de roubos e furtos avança cada dia mais.

A contratação de qualquer plano deve ser feita pensando no trajeto realizado no dia a dia, a fim de evitar eventuais transtornos que venham acontecer.

Mesmo que venha a acontecer roubo ou vandalismo, o proprietário só deverá entrar em contato com a seguradora e informar o ocorrido. Sendo de responsabilidade dessas empresas o procedimento posterior à essas ações.

Portanto, o contrato deve ser planejado pensando nas mais diversas situações, mesmo as hipotéticas, mas que não estejam tão distantes das citadas acima, pois o seguro scooter irá se responsabilizar somente por elas.

Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *