dcsimg

O que fazer após um acidente de carro

Quando se tem um veículo e dirige pelas ruas se sabe que a qualquer momento podem acontecer imprevistos, por mais cuidado que se tomem. Em alguns casos acabam ocorrendo acidentes de trânsito e esses podem ser leves ou então mais graves.

Tipos de acidente de carro

No caso de uma colisão, seja ela com outro veículo ou com pedestres, a primeira coisa a se fazer é verificar a gravidade do acidente. Se as pessoas envolvidas estiverem bem, a primeira coisa a ser fazer é entender o ocorrido e retirar o carro da via. Isso porque, além dele atrapalhar o trânsito, pode render ainda uma multa. Se for o caso, para utilizar depois no seguro, tire algumas fotos dos veículos envolvidos antes de fazer a remoção.

Quando não for possível tirar o carro do local, sinalize a via com o triângulo e luzes de alerta, principalmente à noite.

Se o acidente envolver vítimas, a primeira coisa a se fazer é ligar para o resgate e sinalizar o local para evitar novos acidentes. Se você estiver bem, converse com a vítima até o apoio chegar.

Registrando um boletim de ocorrência

Após o acidente é preciso registrar um boletim de ocorrência. Nesse caso deve-se ligar para a polícia e informar sobre o ocorrido. Na maioria das vezes, a polícia vai até o local para que esse registro possa ser feito. Se não for esse o caso, é preciso que os envolvidos se dirijam até a delegacia.

É importante pegar os dados dos outros envolvidos no acidente porque a seguradora irá solicitar essas informações. Se a pessoa que ocasionou o acidente fugir do local, tente verificar com pessoas próximas se elas viram quem foi e se podem ajudar de alguma forma.

É importante registrar o que aconteceu com as informações precisas e se uma das partes tiver assumido a culpa deixar essa informação clara.

Avaliando os danos

Antes de acionar o seguro é preciso avaliar os danos ocorridos. Se eles foram pequenos, muitas vezes não é necessário acionar o seguro para fazer o reparo porque o valor da franquia pode ser maior que o conserto.

Se a responsabilidade foi da outra pessoa, ela que deverá arcar com os custos. Nesse caso você apenas deverá comunicar a sua seguradora sobre o ocorrido, mas não precisará acionar o sinistro.

Como acionar a seguradora

Se você viu que os danos foram grandes, tanto para você como para o outro envolvido, e a responsabilidade é sua, é preciso entrar em contato com a seguradora. Esse contato normalmente pode ser feito por telefone e nele serão solicitados os dados do segurado, da apólice e também questionado sobre o boletim de ocorrência.

Após isso a orientação será que o segurado se dirija até uma das oficinas credenciadas para que possa ser feita a avalição dos danos. O reparo não necessariamente precisa ser feito na oficina indicada pela seguradora, mas nesse caso você precisará assinar um termo se responsabilizando por problemas futuros. Feito isso é só fazer o reparo e se atentar para não se envolver em mais acidentes.

Leia mais artigos sobre:

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário