Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Vai limpar os bancos do carro? Saiba como

Para tudo existe uma maneira melhor de fazer a mesma coisa. Limpar os bancos do carro pode ser mais fácil seguindo algumas dicas. Para estofados de couro quanto os de tecido, veja como facilitar o trabalho.

As regras básicas de conservação ajudam principalmente quem tem crianças pequenas.

Os bancos podem ficar com manchas de sorvete, refrigerante, migalhas espalhadas.

Assim é difícil manter o carro limpo.

Adolescentes também costumam deixar o carro bagunçado, com tralhas espalhadas nos bancos e muita sujeira.

Vai limpar os bancos do carro? Saiba como

Imagem: Pixabay

Se você for mandar limpar os bancos em empresas especializadas a cada vez que refrigerante ou biscoitos são derrubados no interior do seu carro, tenha certeza de que isso não vai ficar barato.

É melhor aprender como limpar os bancos do carro em sua própria residência, de forma que possa evitar despesas desnecessárias.

Com certeza o resultado pode também ser bastante satisfatório.

Primeiramente, anote uma receita caseira para limpar estofados de carros.

Especialistas dão as dicas para remover aquelas manchas e sujeiras no estofado que podem aparecer, principalmente na volta de uma viagem.

Você pode utilizar ingredientes que já tem em casa ou em qualquer supermercado.

Além de limpar, a receita deixa um aroma agradável no interior do carro.

Receita para limpeza:

– 500 ml de água;

– 1 colher de bicarbonato de sódio;

– 1 colher de amaciante de sua preferência;

– ¼ de uma xícara de álcool;

– 1 colher de vinagre de maçã

O vinagre desinfeta e recupera a cor, enquanto que o álcool ajuda na secagem da mistura depois de ser aplicada no estofado.

O bicarbonato limpa profundamente e o amaciante deixa o cheiro agradável, principalmente quando há sujeira causada por umidade, comida ou bolor.

Em primeiro lugar, utilize o aspirador de pó, para remover poeira, farelo e cabelos dos bancos.

Depois disso, umedeça um pano macio com a mistura de limpeza, sem encharcar, e passe pelo estofado em movimentos circulares.

Na área em que houver manchas, reforce a limpeza, até que sejam removidas.

Depois de finalizar, deixe as portas do carro abertas para ventilar e secar o interior.

Nunca feche o carro depois da limpeza, com os bancos ainda úmidos, pois isso ira contribuir para a criação de mofo e fungos.

Se acaso estiver com pressa ou o dia estiver chuvoso, use um secador de cabelo ou papéis absorventes.

Vai limpar os bancos do carro? Saiba como

Imagem: Pixabay

Para manter os bancos limpos

Já que limpar os estofados de seu carro exigem tempo e dedicação e não é sempre que conseguimos as condições para realizar a limpeza, é importante ter sempre no seu carro alguns itens que ajudam em caso de emergência e sujeiras inesperadas.

Monte seu kit de limpeza e encontre um lugar no carro para guardá-lo. O kit deve conter:

– Lenços umedecidos, caso derrame algum líquido ou alimento;

– Pano macio e absorvente, para secar;

– Sacos de lixo ou sacolas para recolher papéis, embalagens, latinhas, copos e outros;

– Escova de limpeza, para retirar migalhas.

Para a eliminação de odores, a dica e ter no carro um sachê com café ou carvão, que combatem o mau cheiro.

Saches com ervas ou cascas de frutas cítricas secas também ajudam a manter um aroma agradável no interior do veículo.

Tirar um tempinho para limpar os estofados do carro vale a pena, para tornar o interior do carro agradável, mas também para evitar manchas que poderão desvalorizar o carro na hora da venda no futuro.

Uma limpeza completa pode ser feita a cada dois meses e uma limpeza profissional, duas vezes durante o ano.

Vai limpar os bancos do carro? Saiba como

Imagem: Pixabay

Como limpar bancos de couro

No caso de bancos de couro, os cuidados precisam ser redobrados.

O couro pode mais facilmente sofrer arranhões e rachaduras, provocados pelo ressecamento, ao limpar com um produto abrasivo.

Para limpar bancos de couro, utilize 500 ml de água com apenas uma colher de detergente neutro, em um borrifador.

Pulverize nos bancos e esfregue com um pano macio.

Por último, use um pano seco para retirar o excesso de umidade.

Os bancos de couro podem ser danificados com qualquer tipo de líquido, sabões, óleos, silicones, cera automotiva, solventes, abrasivos, ar condicionado e exposição ao sol.

Quanto custa a lavagem profissional dos bancos do carro?

Você pode solicitar um orçamento em empresas especializadas na limpeza de bancos.

Geralmente são as mesmas que oferecem higienização e limpeza de tapetes e carpetes.

O preço vai variar de acordo com o modelo do carro e o tipo de sujeira.

Em muitas empresas, o serviço de limpeza é mais completo, com revitalização e hidratação do couro.

O valor costuma variar entre R$ 100 e R$ 300.

Dependendo do valor cobrado, pode valer a pena contratar uma higienização completa do veículo, que inclua não só o estofado, mas o forro das portas, o forro do teto, painel, lataria, chassi e vidros.

É um trabalho para profissional com experiência e renome no mercado.

Procure pelas avaliações dos estabelecimentos antes de contratar o serviço.

Os carros maiores, como picapes e SUVs costumam ser mais caros, o preço pode variar de R$ 200 a R$ 400.

Para os modelos menores, como os hatchs, o valor pode ficar em R$ 200 e para os sedãs médios, R$ 300.

É um trabalho que toma tempo, que geralmente leva de cinco a oito horas para ser completado.

Se você comprou um carro usado, vale a penas fazer essa higienização inicial.

Nos períodos de férias, muitos proprietários de carros costumam providenciando perfeitas condições mecânicas e de limpeza, para fazer a viagem com tranquilidade.

Mas, é provável que o carro volte das férias em condições bem diferentes.

Nesse momento, a higienização e lavagem são bem importantes, principalmente se você esteve no litoral.

Como manter os bancos limpos

Manter o carro limpo, livre de fungos e bactérias, é uma forma de economizar dinheiro.

Além disso, contribui para a saúde dos ocupantes do veículo, que dele se utilizam diariamente.

A limpeza no automóvel também contribui para a não proliferação de doenças, além de proporcionar bem estar e satisfação.

A maioria dos motoristas se esquece dos estofados do carro e raramente se ocupa desse item.

É na hora em que a situação piora, com a queda acidental de líquidos ou alimentos, que a atenção do motorista é exigida.

No entanto, atos mais simples do dia a dia, como espirrar, tossir, passar a mão no cabelo, já contribuem para a contaminação no carro.

Um estudo da Faculdade de Biomedicina da Devry Metrocamp, em Campinas (SP), realizou um teste em que participaram 26 veículos de passeio e em que foram examinadas 76 partes internas.

Foi constatado a existência de contaminação em todas as partes examinadas, por fungos e bactérias, causadoras de doenças como rinite, micose, infecção pulmonar, disenteria e infecções de urina, que atingem principalmente bebês e crianças.

Muitos sintomas de contaminação, como febre, desconforto abdominal e diarreia são causados por elementos contaminantes dentro do carro e não por alguma alimentação que foi consumida na rua, como se acredita frequentemente.

Portanto, manter os bancos do carro sempre limpos ajuda na eliminação de fungos e bactérias.

O efeito estético é de contribuir para manter a vivacidade dos tecidos em sua cor original, que com o tempo é perdida.

Os revestimentos ficam com aparência envelhecida e isso ocorre principalmente porque estão sujos.

Também é importante saber que higienizar o banco contribui para a remoção de mau cheiro, que pode surgir com o tempo, principalmente quando os ocupantes tem o costume de fumar e comer no carro.

Situações mais dramáticas também exigem higienização imediata, como no caso de enchentes, quando se passar mal, com vômitos dentro do carro ou no transporte de animais, que podem urinar nos bancos.

Leia mais artigos sobre:

Mestre e Doutora em Sociologia pela UNESP, pesquisadora na área de Ecologia Humana e Antropologia, Desenvolvimento e Sustentabilidade Ambiental, foi professora em cursos superiores de Sociologia e Direito, nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *