Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Você sabe interpretar os sinais de trânsito?

As placas de trânsito transmitem mensagens, com legendas, símbolos ou sinais informais. Eles têm o objetivo de manter a segurança no trânsito e evitar acidentes. Mas é preciso saber interpretar.

Os sinais, nas placas de trânsito, transmitem mensagens aos condutores dos veículos.

Todo motorista precisa saber interpretar os significados contidos nas placas de trânsito, para sua própria segurança.

No Brasil, as placas de trânsito estão divididas em 7 categorias e se distinguem por cores e formas diferentes.

Você sabe interpretar os sinais de trânsito?

Imagem: Getty

Placas de Regulamentação

As placas de regulamentação estabelecem obrigações, limitações e proibições.

A desobediência a essas indicações por parte do condutor constitui uma infração ao Código de Trânsito Brasileiro – CTB, sendo passível de multas e penalidades.

As placas de regulamentação são vermelhas em fundo branco, com formato redondo.

A exceção é a placa de “Parada Obrigatória”, o “Pare”, cujo formato é hexagonal em fundo vermelho.

A placa “Dê preferência” é a única que tem a forma de um triângulo vermelho invertido.

Essa e as demais podem ser conferidas na imagem acima.

Placas de Sinalização de Obras

Essas são as placas que visam informar os motoristas da aproximação de algum tipo de obra na via.

Em geral, elas têm um formato quadrado em posição diagonal ou então são retângulos e todas têm fundo amarelo.

Algumas possuem também uma pequena placa retangular, no lado inferior, com uma medida que indica distância.

Na imagem acima é possível conferir quais são as placas existentes para sinalização de obras e seu significado.

A não obediência a esses avisos pode representar risco para o motorista e outros que trafegam na via.

Placas de Advertência

Como o seu nome indica, as Placas de Advertência têm o objetivo de advertir o condutor para riscos que oferecem perigos a quem está trafegando pela via.

Elas tem o formato de um quadrado na diagonal, com fundo amarelo.

Não acarretam punição, mas são importantes sinais que alertam para a aproximação de curvas suaves, curvas sinuosas, vias que se cruzam, conversões bruscas à direita ou à esquerda, estreitamento da pista do lado esquerdo e do lado direito, obras na pista, local com risco de desmoronamento, pista escorregadia, local de travessia de pedestres, locais de travessia de crianças próximos a escolas, risco de animais na pista, de rebanhos ou selvagens, rua sem saída, cruzamento com ferrovia, ciclovias, altura de viadutos, ventos fortes no local, que podem desestabilizar o veículo, enfim, ignorar qualquer uma dessas placas pode significar um acidente grave, como perda do controle do veículo, capotamentos, atropelamentos, etc.

Placas de Indicação e Orientação

As placas de Indicação e Orientação indicam informações para orientar o condutor quanto a localização e distância do seu destino.

As placas de fundo azul identificam a localização e as placas de fundo verde orientam quanto à distância e direcionamento.

Na imagem acima é possível conferir alguns exemplos.

Placas Educativas e Auxiliares

Placas educativas se dirigem ao condutor com o objetivo de reforçar a conduta correta que deve ter diante das situações que se apresentam no local em que trafega ou ainda, auxiliar na decisão de encontrar um local para abastecimento, com auxílio mecânico de emergência, para alimentação, hospedagem, camping, serviços médicos de emergência, e outros.

Estas placas são em azul e branco e são retangulares.

Acima mostramos alguns exemplos de placas educativas.

Placas de Atrativo Turístico

As placas de Atrativo Turístico são um serviço de cortesia dos órgãos que regulamentam o trânsito, para favorecer os motoristas, indicando pontos turísticos e locais de prática esportiva.

Ao mesmo tempo, também favorecem os empreendedores do turismo, que assim se beneficiam com a presença de visitantes.

Essas placas são em marrom e branco, com formato quadrado.

A importância da sinalização de trânsito

Todos os condutores que passam pelo processo de obter a Carteira de Habilitação – CNH recebem um manual com todos os sinais de trânsito, fornecido pelas autoescolas.

Saber reconhecer essa sinalização é parte do conteúdo da prova teórica a que todos se submetem.

Passada a prova teórica, é importante que o motorista sempre se recorde do que aprendeu.

Não será possível dirigir em segurança sem a garantia de que todos conheçam a sinalização do trânsito, saibam o sentido das vias, os limites de velocidade, parar no local exato, etc.

Cada uma das placas tem um papel importante, com informações necessárias para todos os motoristas se deslocarem com tranquilidade.

Existem muitas placas de sinalização e cada uma desempenha um papel importante, trazendo informações necessárias para que os cidadãos possam trafegar com tranquilidade.

Sem a sinalização nas ruas, o trânsito seria caótico e não se poderia dirigir com segurança e rapidez.

Outros sinais de comunicação no trânsito

Existem sinais que não estão nas placas de trânsito, mas que constituem uma linguagem simbólica entre motoristas, uma linguagem não verbal, mas gestual e sonora e luminosa, praticada nas ruas.

Conhecer essa linguagem faz a diferença para um bom motorista e é importante que se conheça os seus símbolos.

Os sinais da linguagem informal no trânsito não são oficiais, mas são tradicionais entre os motoristas brasileiros.

São sinais para comunicar diversas ações e cada país tem sua tradição nesse sentido.

O Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte, Icetran, destaca alguns tipos de sinais informais no trânsito:

– Sinais de luz

Motoristas que trafegam no sentido contrário ao seu piscam, acendendo os faróis.

Esse é um sinal que significa que você vai passar por um problema a sua frente, que pode ser um acidente, um blitz policial, congestionamento, obras na pista ou outra dificuldade.

A indicação é reduzir a velocidade.

– Sinais de ultrapassagem

Para sinalizar se uma ultrapassagem pode ou não ser realizada naquele momento, principalmente os motoristas de caminhão utilizam as setas.

Isso porque esses grandes veículos impedem que os que estão atrás de visualizarem as condições da pista à frente.

A seta ligada para a direita significa que você pode ultrapassar com segurança.

Mas atenção, certifique-se da informação, porque o motorista pode estar sinalizando que vai sair da pista e virar a direita.

Se a seta estiver ligada para a esquerda, isso significa que a ultrapassagem não é segura naquele momento.

Tome cuidado, um veículo à frente pode estar oferecendo perigo, não é hora de ultrapassar.

– Sinais de braço no trânsito

São três as formas de sinalizar suas intenções no trânsito com o braço.

Podem indicar a intenção de dobrar à direita, à esquerda ou também diminuir a marcha e parar.

A posição de antebraço para cima significa que o condutor vai virar a direita.

Quando se estica o braço para a esquerda, a intenção é de virar à esquerda.

Quando o movimento é para cima e para baixo, significa uma solicitação para que o carro atrás diminua a marcha ou pare.

– Sinais sonoros de trânsito

Sinais sonoros de trânsito são os realizados com diferentes toques na buzina dos veículos.

Um ou dois toques rápidos na buzina mostram agradecimento, um obrigado por gentileza recebida, em situações como um motorista dá a vez a outro em um cruzamento, ao sair de uma garagem ou estacionamento, ou ainda quando se permite a ultrapassagem.

Também se retribui o gesto com o mesmo sinal, ou ainda uma piscada na luz alta.

Lembre-se sempre que a buzina somente deve ser utilizada para situações de risco e de forma suave.

Em áreas nas proximidades de hospitais o uso é proibido.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *