Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Golpes de venda fraudulenta de carros na internet

Golpes estão acontecendo, em que estelionatários se apropriam de fotos de anúncios de carros à venda na internet, para vendê-los a terceiros. Saiba como escapar do “golpe de falso anúncio de venda de carro na internet”.

Estão aparecendo alertas das montadoras de veículos, em avisos ao consumidor, chamando a atenção para o fato de que eles não autorizam funcionários e vendedores a efetuarem vendas de carros fora das concessionárias.

Isto porque muita gente está caindo no golpe do “falso anúncio de internet”.

Golpes de venda fraudulenta de carros na internet

Imagem: Pixabay

Falsos funcionários estão se fazendo passar pelos fabricantes, no caso de veículos novos ou proprietários, no caso de usados, através da internet.

Existe sempre um esquema sobre a maneira de proceder nesse golpe.

O consumidor deve ter cuidado para que seu dinheiro não seja roubado.

A Polícia Civil está investigando esses casos, que passaram a ocorrer com frequência, mas não é fácil encontrar os responsáveis, porque é difícil localizar onde se encontram.

Os golpes têm acontecido em várias regiões do país, utilizando a internet.

O primeiro passo do golpe é colocar um anúncio do carro, com uma foto atrativa e um preço muito abaixo do mercado.

Atraído pelo preço barato, o interessado em comprar um carro é atraído.

O problema é que o carro nem sequer existe, as fotos utilizadas são reproduções de outros anúncios ou de qualquer outro veículo novo ou usado.

Se o interessado entra em contato com o anunciante, há uma desculpa para não mostrar o carro, de que ele se encontra em outro estado do país.

Caso haja interesse, o comprador precisa cobrir o custo do deslocamento e então são feitas várias tentativas para forçar a venda rápida.

Nessa tentativa de fechar o negócio rapidamente está a dica para que o consumidor perceba que o negócio é irregular e se trata de um golpe.

O passo seguinte da venda falsa é pedir um sinal do comprador e dizer que se o pagamento não for feito rapidamente ele perderá a oportunidade de comprar o veículo por um preço muito barato.

O sinal é pedido como garantia para que o carro fique reservado para o comprador.

Se o sinal é pago, o dinheiro some e é perdido.

Na  maioria dos casos, os bandidos estão regiões do país distantes da pessoa lesada e a única coisa que restará será ir à Polícia para registrar a queixa.

Golpes de venda fraudulenta de carros na internet

Imagem: Pixabay

A polícia investiga os golpes na venda de carros em sites e aplicativos

Em Pernambuco, desde novembro de 2018, 25 pessoas registraram boletim de ocorrência como vítimas desse tipo de golpe, em que perderam de R$ 40 mil a R$ 100 mil.

A Polícia Civil está investigando essa série de golpes de vendas fraudulenta de veículos realizados através de sites e aplicativos de compra e venda.

As investigações mostram que existem quadrilhas com atuação interestadual.

As autoridades explicam que o criminoso inicialmente vê um anúncio de venda de um carro.

A partir daí, ele conversa com o anunciante e afirma que quer comprar o veículo, pedindo que ele retire o anúncio do ar e lhe envie as fotos do carro através de mensagem.

Em seguida, utilizando uma conta falsa nos aplicativos de compra e venda de carros, o estelionatário faz um anúncio usando as fotos do carro e se passa por dono do veículo, com mesmo nome do verdadeiro proprietário.

O anúncio é feito com um valor bem abaixo do mercado e muito inferior ao que foi pedido anteriormente pelo real dono.

A polícia investiga os golpes na venda de carros em sites e aplicativos

Imagem: Pixabay

Segundo relatos da polícia, o vendedor, ao entrar em contato com o proprietário do automóvel se mostra disposto a pagar o valor pedido, sem pechinchar.

Para a pessoa vítima do golpe ele diminui o valor do carro, com o objetivo de tornar a venda mais rápida.

O estelionatário, durante a negociação, informa os dados de uma conta bancária de uma terceira pessoa, para que o comprador deposite o dinheiro.

Para explicar o motivo da conta não ser do dono do veículo, ele inventa uma história.

O cliente, em muitos casos, paga sem ver o veículo. Ao realizar o depósito, está concretizado o crime de estelionato.

Quando o comprador deseja buscar o carro, descobre que o pagamento ficou com uma terceira pessoa e não com o anunciante proprietário.

As contas, segundo a polícia, são abertas com documentos falsos e casos já ocorreram no Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Rio de Janeiro.

Parece existir uma ou mais quadrilhas, com contas bancárias espalhadas por todo o país.

Em alguns casos, o vendedor do carro chega a receber um falso comprovante de pagamento, via WhatsApp, acreditando que vendeu o veículo.

O comprador paga um valor abaixo do mercado e quem recebe o dinheiro é o estelionatário.

Os golpes têm envolvido valores que variam de R$ 40 mil a R$ 60 mil, mas há casos em que as vítimas perderam até R$ 100 mil.

A polícia investiga os golpes na venda de carros em sites e aplicativos

Imagem: Pixabay

Para evitar ser enganado

Existem maneiras para perceber se uma negociação online é perigosa.

Por exemplo, não se deve aceitar comprar veículos através de depósito em contas que não estejam em nome do vendedor.

É importante também ver o carro antes de fazer um pagamento.

Não se deve aceitar qualquer tipo de intermediação e sempre desconfiar quando o carro está em nome de outra pessoa.

O proprietário também deve ficar atento quando um comprador mostra muito interesse em comprar sem que tente nenhum tipo de negociação sobre o valor do veículo.

Outro fato estranho é o pretenso comprador pedir para que se retire o anúncio da venda imediatamente, e se mande as fotos do carro para o WhatsApp dele.

É muito recomendável que o interessado em comprar o veículo consulte a placa do carro em uma Delegacia de Polícia, para averiguar quem é o verdadeiro proprietário do veículo.

As denúncias sobre um golpe podem ser feitas em qualquer delegacia que for próxima ao endereço da vítima.

Prejuízos acima de 40 salários mínimos são casos a serem encaminhados à Delegacia de Estelionato.

Veja nosso vídeo que fala do golpe na venda de carros:

O novo golpe foi aplicado também em Manaus

Em Manaus, ocorreram dez casos registrados em boletins de ocorrência, em que vítimas do golpe relataram terem sido lesadas, sempre através do mesmo método criminoso, em que o vendedor de um veículo anuncia num site de compra e venda na internet e o estelionatário, vendo o anúncio, demonstra interesse e entra em contato com o anunciante.

A partir daí pede que a publicação seja retirada e passa a anunciar o veículo como se fosse dele.

Quando consegue um interessado comprador, se este se interessa por ver o carro ele alega que o mesmo está em outra cidade distante, na casa de um parente.

Na verdade, o parente é o verdadeiro dono do automóvel, que não percebe que está sendo enganado.

Também para o comprador, o golpista diz que tem um parente interessado e que vai tratar o pagamento diretamente com ele.

Em seguida, ele solicita que o dinheiro seja depositado antecipadamente, para assegurar o negócio.

As partes envolvidas são igualmente enganadas.

Os responsáveis pelas investigações alertam para que haja maior cautela em qualquer negociação pela internet, para não se cair nesse tipo de golpe.

O comprador não deve nunca depositar valores em contas correntes de terceiros, cujo nome não está no documento de propriedade original do veículo.

Também o vendedor não deve entregar o veículo sem antes verificar se o dinheiro foi realmente depositado em sua conta bancária, porque também têm sido realizados depósitos falsos.

Leia mais artigos sobre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *