Seta Balao

COTE AQUI SEU SEGURO AUTO RAPIDINHO!

Qual é a marca do seu carro?

15 situações em que a seguradora pode negar a indenização do seguro

Quando uma pessoa contrata um seguro auto, ela espera poder contar com ele na hora em que mais precisar, porém, nem sempre isso é possível. Existem algumas situações em que a seguradora pode negar a indenização do seguro. Conheça melhor cada uma delas neste artigo.

Contar com um seguro auto é uma excelente escolha para quem procura ter mais proteção sob seu patrimônio e menos dores de cabeça. No entanto, é preciso que o segurado saiba que, independente de contratar uma das seguradoras mais confiáveis do país, ou uma empresa nova no mercado, existem algumas regras para que a indenização do seguro seja paga.

Quando essas não são cumpridas, o segurado perde o direito a receber os valores. Então, é preciso estar sempre atento. Leia a apólice com cuidado, e assim você não correrá o risco de ter o seguro negado.

Quer conhecer quais são as situações mais comuns em que a empresa pode negar a indenização do seguro? Então veja algumas delas.

11 situações onde a seguradora pode negar a indenização do seguro

15 situações em que a seguradora pode negar a indenização do seguro

  1. Mentir sobre suas informações

Informar dados errados, seja em relação ao uso do veículo, local de residência, ou outros pode resultar na negação do pagamento da indenização.

As seguradoras possuem um departamento de investigação, responsável por analisar se todas as informações passadas realmente condizem com a realidade.

Se a seguradora encontrar divergências, pode negar a indenização do seguro, então é melhor falar a verdade e pagar um pouco a mais pelo seguro do que ficar sem ele.

  1. Perfil incorreto

Qualquer informação errada sobre o perfil como, por exemplo, a idade do motorista, já se torna um problema.

Mesmo que ela não seja intencional, a recusa da indenização acontecerá, então é importante que você reveja diversas vezes as informações da proposta para evitar esse problema.

  1. Mudança de perfil durante a vigência

Qualquer alteração deve ser informada à seguradora. Se você mudar de casa, se casar, ou separar, por exemplo, é importante que avise seu corretor para que um endosso com a alteração seja anexado à sua apólice.

Assim que o fato ocorrer, a seguradora deve ser comunicada para que sejam feitas as correções necessárias.

  1. Dirigir embriagado

Está previsto em lei e na apólice de seguros que não é permitido dirigir embriagado. Se você sofrer um acidente e for comprovado que estava embriagado, ou que você estava praticando qualquer ato contra a lei, a recusa da indenização é certa.

  1. Emprestar o carro para pessoas não habilitadas

Se você resolver ensinar um filho, ou qualquer outra pessoa não habilitada a dirigir, e ela provocar um sinistro, nem adianta acionar a seguradora. Ela está amparada pela lei para negar o pagamento da indenização.

  1. Atraso de pagamento

Não estar com o pagamento das mensalidades em dia gera a suspensão da cobertura e até mesmo o cancelamento do seguro.

Nesses casos, se percebido que não será possível pagar até o vencimento, o melhor a fazer é entrar em contato com a seguradora para negociar os valores e não correr o risco de perder seus direitos em caso de sinistro.

  1. Sinistro intencional

Mesmo parecendo improvável, existem alguns segurados que provocam o sinistro para receber a indenização.

Como dito anteriormente, as seguradoras possuem profissionais especializados para analisar diferentes situações, inclusive o motivo do sinistro. Se for provado que a situação foi intencional, o pagamento da indenização será negado.

  1. Agravamento de risco

Ações consideradas como agravo do risco precisam ser evitadas. Se o carro foi estacionado com o vidro aberto, a chave foi deixada no contato enquanto o motorista estava ausente, ou qualquer outra situação que exponha o carro a um risco desnecessário for constatada, a negação do seguro acontecerá.

  1. Colocar acessórios de valor no veículo

Instalar acessórios chamativos no carro, como aparelhos de som e/ou DVD, entre outros, são uma espécie de agravamento de risco, visto que eles chamam a atenção dos bandidos. Por isso, sempre que for adicionado algum acessório após a vistoria, é preciso comunicar a seguradora.

  1. Mudanças na estrutura do veículo

Qualquer mudança estrutural no veículo que seja realizada após a vistoria ou mesmo a contratação do seguro auto precisa ser comunicada à seguradora.

Até porque existem algumas situações, como o rebaixamento do carro e mudanças no motor, por exemplo, que as seguradoras não oferecem cobertura, pelo contrário, se recusam a segurar esse tipo de veículo.

  1. Levar vantagem em cima da seguradora

Qualquer ação que seja considerada vantagem sobre a seguradora resulta na recusa do seguro. Além das citadas acima, podem ocorrer diversos outros casos.

  1. Sinistro envolvendo veículos de parentes de 1º grau ou cônjuges

Familiares de primeiro grau, como pais, irmãos e filhos, assim como cônjuges, não são caracterizados como terceiros. Por isso, se você bater no carro da sua esposa, ou do seu irmão, o seguro não atenderá ao sinistro.

  1. Acidentes provocados por terceiros

Você foi a um restaurante que serviço de manobrista, e este bateu seu carro. Se o estabelecimento não oferecer um seguro, nem adianta entrar em contato com o seu, pois ele não atenderá o sinistro.

Neste caso, o melhor a ser feito é procurar pelo responsável do estabelecimento e cobrar os danos dele.

  1. Tumultos generalizados

Caso seu carro seja exposto a situações de risco como brigas de torcedores ou manifestações públicas, e seja danificado, você não terá direito a receber a indenização da seguradora.

Esta cláusula está prevista na apólice, portanto, tenha sempre muita atenção com esses detalhes.

  1. Dirigir na contramão

Por mais improvável que essa situação possa parecer, acredite, ela acontece com muita frequência. Constantemente as pessoas entram em ruas, sem ter certeza da ‘mão’ destas, e na maior parte das vezes acontecem colisões.

Se isso acontecer com você, resolva a situação na hora, pois acionar o seguro não resolverá nada porque a empresa pode negar a indenização do seguro. Dirigir na contramão é uma infração de trânsito, por isso não é coberto pelo seguro.

A SUSEP – Superintendência de Privados, empresa responsável por regulamentar todo o setor de seguros do país, lançou no ano de 2017 um conteúdo chamado “Guia de orientação e defesa do consumidor” que poderá ajudar muito na solução de dúvidas sobre o seu seguro auto. Este conteúdo está disponível para download neste link e, vale a pena ser lido com mais atenção.

Agora que já sabe dessas situações, quando for fazer o seu seguro auto fique mais atento a elas. Se uma destas regras for descumprida, não adianta reclamar, seja na seguradora ou na SUSEP.

Se ela já estava prevista na apólice, era necessário ter prestado atenção antes. Por isso, tenha muita atenção com seu contrato, assim não correrá o risco de a empresa negar a indenização do seguro e poderá andar despreocupado com o seu carro.

Leia mais artigos sobre:

52 Comentários

  • Romeu says:

    Olá, olha que situação, a seguradora recusou minha apólice porque no dia vieram em casa confirmar os dados do carro, e justo nesse dia, estava chovendo muito e acabei esquecendo o carro na rua, isso pode?

    Até mais.

    • Fabricio says:

      Oi,

      Sim, você assumiu o risco de deixar o veículo em via pública.

      Att

  • Joice says:

    Boa tarde,

    Bateram em minha de moto e o proprietário da moto já é falecido e a seguradora já faz dois meses e não paga o seguro. O que posso fazer pra receber o avalista, deu perca total e a seguradora propôs um acordo mas agora só deposita se for em nome do proprietário.

    Att.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Joice,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link http://vemm.go2cloud.org/SHEv para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Luana FUnck says:

      Olá Joice, bom dia!

      Nestes casos, as seguradoras têm outras alternativas para liberar pagamentos.
      Qual o parentesco do proprietário com você? Umas alternativa seria você fornecer à seguradora cópia da Certidão de Óbito do então proprietário.
      De fato, as seguradoras realizam pagamentos na conta do proprietário, mas neste caso eles devem oferecer alternativa. Verifica isso com a seguradora.

      Até mais.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Confere o regulamento e seu contrato, caso não conste essas informações no mesmo, cabe ação contra a seguradora pois estarão fazendo um ato ilícito, mas se estiver no regulamento da empresa tudo o que eles ofertaram a você, acredito que a melhor solução é tentar um acordo mais tranquilo possível.

      Att

  • Luis Cláudio Rodrigues Saldanha says:

    Boa noite, meu carro deu perda total, tenho um GNV instalado nele, 5 geração, gostaria de saber se eu posso retirar o kit gás, pois ele não consta no seguro.

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Luis,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link http://vemm.go2cloud.org/SHEv para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Acredito que não, mas por ser um opcional instalado no mesmo e não um acessório que saiu de fábrica cabe um acordo entre o senhor e a seguradora.

      Att

  • Anderson Cruz says:

    Olá,

    Tive meu carro roubado no dia 21, a seguradora já havia iniciado o processo de ressarcimento da minha indenização, porém, acharam o carro na data de hoje e querem me devolver, isso está correto?

    Obrigado

    • Luana Funck says:

      Olá Anderson, bom dia!

      Pelo seu comentário entendi que o seu carro foi localizado na mesma data do roubo, é isso? (postagem dia 21.02 e texto “Tive meu carro roubado no dia 21”).
      Se sim, existem companhias que aguardam até 7 dias úteis para verificar se o carro é encontrado, para então depois iniciar o processo de regularização.
      Se seu carro foi roubado e encontrado em seguida, o procedimento adotado pela seguradora está ok.

      Obrigada

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      É correto sim, se estiver no prazo de ressarcimento da seguradora, ou seja, seguros particulares até 30 dias úteis, e associações sendo até 90 dias, claro que o veículo tem de ser avaliado e não poderá uma monta de danos acima de 75% da fipe, a seguradora pode sim devolve-lo e iniciar os reparos caso existam.

      Att

  • Edna Araújo Silva says:

    Boa tarde!

    Meu pai comprou um carro 0km novo, contratou um seguro, pagou todas as parcelas e está em dia com as documentações, por fim, ele sofreu um acidente com o carro e veio a óbito, ele não possuía carteira de habilitação, a seguradora me informou que eu e minha irmã não tínhamos o direito da indenização, o que eu faço agora pra poder resgatar o que é nosso por direito?

    Obrigada

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Infelizmente nesse caso, nada. Edna, ele estava cometendo crime do CTB Art. 309, mesmo que não tivesse ocorrido essa tragédia, ele não teria direito a nenhum reparo no veículo por esse motivo.

      Att

  • Paulo Roberto says:

    Bom dia,

    Contratei um seguro auto da Youse, e meu carro foi furtado, está. Alienado a BV Financeira, porém estava com 13 parcelas para quitar do total de 48, tive problemas financeiros e atrasei ao ponto de causar busca e apreensão, mas o banco fez uma proposta de quitação enviei com todos os documentos para seguradora, mas a mesma se nega a quitar exigindo uma tal declaração, orando que após o pagamento será retirado o processo de busca, a BV diz que nunca nenhum segurado pediu tal declaração e que as baixas são automáticas conforme lei, acho que a seguradora está com mais fé.

    Obrigado

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Paulo, o que é de praxe é o seguinte, se seu veículo vale 50 mil (exemplo) e você deve 52 mil, a seguradora quita os 50 mil e os 2 mil que sobram o associado continua responsável pelo restante, ou se deve o mesmo valor de fipe é quitado aos credores, e assim acaba o débito, porem isso é variável de regulamento para regulamento, tem que analisar o que eles estão pedindo a você e se realmente estão de má fé.

      Att

  • Juliana Santana Carneiro says:

    Boa tarde,

    Sofri um acidente a 69 km/h em estrada de terra que tinha sido arrumada e cavalhada. A seguradora se negou a pagar, dizendo que estava em alta velocidade e que meus pneus estavam ruins, o que não era verdade. Eu entrando na justiça, qual seria minha chance de ganhar?

    Obrigada

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Juliana,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.

      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://goo.gl/gc1bj1 para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Você tem como provar que os pneus estavam em bom estado? Em relação a velocidade o que a lei fala é que em estradas de terras o limite é de 60 km/h – Estradas – vias não pavimentadas (terra, ferro, calçamento de pedras), ai cabe o bom senso.

      Att.

  • Valter de Oliveira Filho says:

    Olá,

    Não sou habilitado, a seguradora do rapaz que foi culpado quer pagar meu conserto mas estou preocupado por não ter CNH e eles quiserem cobrar o conserto de mim. O que devo fazer?

    Obrigado

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Muito provavelmente, quando descobrirem que não é habilitado eles não vão dar a cobertura a você, porém vai também do senso e regulamento de cada seguradora.

  • Sandy says:

    Boa tarde!

    Coloquei GNV no meu veículo, e estava esperando os documentos chegarem pra avisar o corretor, neste período tive um sinistro, a seguradora pode me negar indenização?

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Não, porque o GNV é opcional e não uma peça que saiu de fábrica, no caso você só não tem a cobertura do KIT mesmo ele estando no documento ou não.

      Att

  • Luiz says:

    Oi,

    Caso um familiar (ex: pai ou mãe) pegue o carro emprestado para, por exemplo, ir ao mercado e acontecer algum acidente, o seguro irá cobrir?

    Obrigado

    • William João says:

      Boa tarde,

      Cobre sim Luiz.
      O ideal é informar todos que possam utilizar o carro mais de 15% do tempo de circulação. Em algumas você pode informar todos que vão utilizar e em outras terá de informar o mais jovem caso venha a utilizar mais de 2 dias na semana!
      Se não for o caso, não tem problema. A seguradora só vai negar após abrir sindicância e se constatar irregularidades/divergências no perfil.

      Abçs

      William João

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Associações geralmente não discriminam condutores, ou seja qualquer pessoa habilitada com habilitação em dia pode conduzir o veículo.
      Porem seguradores particulares eles exigem apenas o titular da apólice, aconselho você pegar o seu contrato ou apólice e dar uma lida, isso não é regra geral de todas as empresas.

      Att

  • Joaquim da Costa says:

    Boa tarde, tive um acidente com o meu carro, pelo qual não fui culpado, a seguradora do carro culpado só quer pagar o valor de mercado do meu carro, Legalmente poderá fazer isso? É que eu nunca tive o carro á venda, e apesar de velho, está em muito bom estado, se o quisesse vender teria feito por isso, o valor para mim, é muito superior ao valor de mercado, obrigado.

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Joaquim,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://goo.gl/gc1bj1 para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Está correto sim, carros mais antigos geralmente tem valor sentimental alto para os donos, porem para efeito de ressarcimento, o correto é pagar o valor da FIPE no dia do ocorrido.

      Att

  • Vinicius says:

    Boa tarde!

    Instalação de GNV, tem que ser avisado a seguradora para não correr o risco de ser recusado uma possível indenização por sinistro?

    Obrigado.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Vinicius,

      Obrigada pela mensagem em nosso site.
      Se você já possui seguro, entre em contato com seu corretor para que possa ajuda-lo.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Sim, porém, mesmo sendo avisado não será item de ressarcimento, pois se trata de um opcional e não original de fábrica.

      Att

  • Adriana Ferreira de Oliveira says:

    Boa tarde, meu esposo fez um seguro desses de cooperativa, nisso meu ele foi assaltado, já faz um ano e até o momento o seguro não pagou, foi pra justiça e tudo, lá na audiência eles alegaram que ainda não pagaram por falta de documentos, documentos esses que só era o recibo e que o mesmo já se encontrava com a assegurada, agora a assegurada está falando que deu negativa pra pagamento, antes quando meu esposo foi lá diziam que iriam pagar tal dia, depois final de mês e agora vieram com essa, gostaria de tirar essa dúvida, se eles estão certos em fazerem isso ou estão enrolando pra não pagar, devo voltar a justiça?

    Desde já, agradeço a compreensão.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Adriana,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com seu corretor para que possa lhe orientar da melhor forma.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://goo.gl/gc1bj1 para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      O costumeiro em qualquer sinistro é primeiro fazer o B.O no dia do ocorrido, após isso dar entrada junto a associação e pedir a abertura do sinistro, se foi feito isso tudo e entregue todos os documentos necessários e mesmo assim eles não pagaram o melhor caminho é a justiça sim.

      Att

  • André Leão says:

    Boa noite,

    Me envolvi em um acidente onde eu estava certo. A pessoa causadora tem seguro e meu carro foi periciado como “perda total”. Porém, estou com o licenciamento atrasado. Isso impede que eu receba o valor do veículo?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Boa noite André,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://goo.gl/gc1bj1 para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Se no momento do acidente estivesse atrasado, é motivo sim para não ressarcimento do seu carro, pois consiste em crime, conforme o artigo 230 do CTB.

  • Antônio says:

    Oi,

    Fiz a compra de um veículo, juntamente adicionaram um seguro, de acidente de vida doença incapacidade temporária ou permanente, ai precisei acionar o seguro, e até agora nada dizendo que falta documentação tipo comprovante que eu não trabalho autônomo, sendo que na apólice é contrato já comprova isso, uma coisa sem nexo, falará que falta laudo médico, enviei dois, um na época do ocorrido, um atual e uma declaração do médico, juntamente com o formulário deles mesmos, eles estão agindo de má fé porque o valor não é tão alto, só que está me constrangindo muito, e como estou com problemas de saúde dependo dos outros para me locomover, e isso gera muita despesa. Gostaria de saber se eles vão me ressarcir todo esses danos, que estou passando, já que só quero o que é direito meu.

    Até.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Você pode entrar sim contra eles por esses transtornos e gastos, mas claro tudo comprovado mediante a notas fiscais, ninguém paga ninguém apenas por falar que gastou.

  • Noemia Ferreira says:

    Boa tarde,

    Eu tenho carro novo e nunca vou colocar seguro, senão serei roubada duas vezes, não tô aqui pra sustentar filhos dos outros e muito menos família de ninguém, quem fez carregue sua cruz.
    Essa de seguro é maior roubo, o cara paga e não recebe, porque se ler atentamente o contrato de crime de extorsão deles, você não tem direito a nada.
    Tiro como exemplo meu irmão que foi roubado pela Porto Seguro e pelo vagabundo ladrão, fora as diretrizes deles que são as filiais que dizem que vai ter rastreador.

    Até mais.

    • Paulo says:

      Bom dia,

      Só não recebe se mentir nas informações, pois tenho seguro e sempre que precisei fui atendido, agora se você tiver mentido nas informações vai ter negativa no sinistro sim.

  • Geronimo says:

    Bom dia, meu veículo foi roubado e não tenho o dult, como faço para obter o seguro sem esse documento?

    Obrigado.

  • Sidnei Sichieri says:

    Olá,

    Veículo com 3 mil km e 45 dias envolveu-se em acidente e duas rodas foram danificadas. Não fui o causador do sinistro. Tenho o direito de colocar rodas originais? Posso recusar roda diamantada, levando em conta que esta ficou diferente das demais? A seguradora quer me entregar o veículo com uma roda reparada e diferente das outras.

    Aguardo contato.

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Sidnei,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://goo.gl/gc1bj1 para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Sim, veículos com garantia de fábrica, as peças obrigatoriamente deverão ser originais das que saíram no modelo em questão, e não reparadas. Eles tem a obrigação de repor a roda igual as demais ou ressarcir os valores referente a elas.

  • Cristian says:

    Bom dia, minha irmã comprou um carro e a seguradora recusou por estar constando adulteração na quilometragem, ela viu que é pouca, se ela retornar para a original a seguradora aprova um novo seguro? Ou teria que fazer um seguro em outra seguradora?

    Obrigado.

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Nesse caso a seguradora está certa em negar a adesão dela, em relação a quilometragem é um caso a ser avaliado.

      Att

  • João Campos says:

    Bom dia,

    Gostaria de saber qual endereço de e-mail que eu posso mandar meus documentos e número do contrato para que eu receba o seguro da minha Van por motivo que fiquei desempregado no momento.

    Agradeço,

    João Campos.

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia João,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Por favor, entre em contato com seu corretor para que possa ajuda-lo.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://goo.gl/gc1bj1 para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente

  • Filipi says:

    Olá, o seguro cobre carros com passagens por leilão?

    Obrigado

    • Fabricio Antonelly says:

      Oi,

      Cobre sim, mas geralmente sofrem depreciação entre 30% e 25% da tabela fipe, para efeito de ressarcimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *