Seta Balao

Cote o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Como transferir o seguro do carro antigo para o novo

É normal que os usuários queiram trocar de carro de vez em quando. Mas, se o seu carro atual está segurado, como transferir o seguro do carro antigo para o novo? Acompanhe o texto e tire suas dúvidas!

Há quem pense que, se o carro já está segurado, é preciso esperar até que a apólice vença para trocar de veículo.

Assim, você não perderia o direito de usufruir o que já foi pago pelo serviço.

Mas não é preciso se preocupar!

Isso porque, é possível fazer a transferência do seguro auto para outro carro, garantindo que o veículo novo fique logo protegido.

A primeira coisa que você deve ter em mãos para transferir o seguro é a nota fiscal do carro novo.

Tendo este documento, entre em contato com seu corretor e verifique qual será o passo a passo para fazer esta mudança.

Também falaremos mais sobre as etapas necessárias logo mais.

Como transferir o seguro do carro antigo para o novo

Fonte: Pixabay

Qual o preço ao transferir o seguro do carro?

Na hora da transferência, um dos cuidados mais importantes é saber que o valor do seguro poderá ser bastante diferente.

Isso porque, para calcular o preço deste serviço, a seguradora leva em conta os dados do veículo, como ano, fabricação, modelo, valor de mercado etc.

Com um novo veículo, esses fatores mudam e, por isso, alteraram o custo da proteção.

Informações como o tempo de CNH do condutor e seu estado civil também afetam o preço do seguro.

Sendo assim, se você está pagando ou se já pagou o valor anual do seguro, a segurado provavelmente fará uma cobrança adicional.

Esse tipo de situação vai acontecer quando o valor for mais caro de um seguro para o outro, garantindo que você pague a diferença entre eles.

Ou seja, se seu carro antigo tinha um seguro no valor de R$ 1 mil, e o novo tem um de R$ 1.600, você deverá pagar os R$ 600 de diferença à seguradora.

O oposto também pode acontecer.

Se o carro novo demandar menos recursos para ser assegurado, tornando o valor do seguro inferior ao anterior, a seguradora devolverá a diferença, ou seja, realizará o reembolso.

Como negociar um preço acessível na hora de transferir?

Uma medida vantajosa para o planejamento financeiro é ter uma conversa com seu corretor antes mesmo de comprar o novo carro.

Seu corretor pode fazer simulações de preço envolvendo o carro que você planeja comprar e manter assegurado.

Ele também irá te informar qual seria a apólice mais apropriada para esse tipo de veículo.

Isso pode te ajudar a conferir se a compra vale mesmo a pena.

O corretor também pode te orientar caso queira comprar um carro que tem um valor de seguro auto mais baixo do que o automóvel que você possui no momento.

A conversa prévia com seu corretor deixará você preparado e consciente dos elementos que precisa levar em conta quando for negociar com a seguradora.

As formas de negociação costumam envolver uma negociação simples e rápida com a companhia de seguros.

Porém, reforçamos que é preciso informá-la o quanto antes sobre o desejo de mudança do plano.

Quando o consumidor possui um bom relacionamento com a seguradora, ele pode ter benefícios.

Você pode, por exemplo, ter direito a um bônus no seguro.

Se for esse o caso, a diferença que deveria ser paga poderá ter o seu valor abatido deste bônus.

Isso deve ser bem discutido entre você e o corretor, para que o processo seja uma negociação amigável entre ambos.

Além de se informar sobre o bônus, do qual falaremos mais logo abaixo, vamos te dar outra dica.

Faça uma pesquisa de preços e confira quanto o seguro auto de seu novo carro custaria em outras seguradoras.

Procure pelos melhores preços e condições e registre as ofertas que encontrou.

Quando for negociar os termos e valores de seu novo contrato, fale dos preços oferecidos pela concorrência.

A seguradora, provavelmente, estará aberta a ouvi-lo e negociar com tranquilidade para mantê-lo como cliente.

A negociação com boa argumentação e previamente planejada vai aumentar as chances de que você fique satisfeito com seu carro novo, sem abrir mão do seu seguro em dia.

Classes de bônus do seguro auto

Outro ponto que merece destaque são as classes de bônus do seguro na transferência.

As classes de bônus funcionam como um programa de pontos.

O usuário acumula um novo ponto quando renova o seu seguro após 12 meses de validade, desde que não tenha acionado a seguradora no ano anterior.

É possível acumular até 10 classes de bônus, e cada uma delas garante um percentual de desconto ao usuário.

Esse percentual varia por empresa.

Então, é importante consultar os  valores na companhia com a qual você trabalha.

O detalhe é que as classes de bônus ficam vinculadas ao CPF do usuário.

Não ao carro, não à seguradora, nem a uma apólice de seguro.

Assim, se o indivíduo comprar um novo carro e transferir o seguro para ele, poderá continuar a contar com suas classes de bônus.

Na próxima data de renovação do serviço, o motorista terá novo percentual de desconto, desde que não tenha acionado a empresa em nenhum momento do ano anterior.

Passo a passo para fazer a transferência do seguro

Agora que você já entendeu os cuidados necessários no processo de transferência, é hora de saber como executá-la.

A seguir, veja qual o passo a passo necessário.

Nota fiscal do carro novo

É importante solicitar a transferência do seguro auto antes mesmo de tirar o carro da concessionária.

Assim, antes mesmo de começar a rodar, ele já estará protegido pela seguradora.

Para isso, solicite a nota fiscal do modelo na concessionária.

Quando o veículo é comprado direto de outro indivíduo, a transferência também pode ser feita.

Neste caso, vale a pena só contratar a proteção após a transferência do veículo para o seu nome.

Assim, o processo será menos trabalhoso.

Caso deseje, porém, você pode registrar um documento em cartório, informando o processo de transferência, e já contratar o seguro em seu nome.

Antes mesmo que o carro  esteja sob sua responsabilidade.

Embora essa opção seja possível, ela deve ser tomada com bastante cautela.

Pode parecer uma medida interessante já adiantar o seguro em seu nome antes mesmo da transferência entre proprietários ficar pronta.

Mas, existem algumas situações que podem fazer com que você se arrependa dessa escolha.

Por exemplo, imagine que você deu início ao processo de transferência.

O seguro já está em seu nome, mas enquanto o processo de transferência estava em andamento, aconteceu um sinistro que, segundo o contrato, daria direito à indenização total.

Mesmo a apólice estando atrelada ao seu nome, quem receberá o valor da indenização não será você.

Mas sim o proprietário do automóvel perante a lei.

E se, nessa situação, você não conseguir entrar em contato com essa pessoa?

E se ela for desonesta?

Seria problemático, não é?

Sempre tentamos fazer negócios com vendedores, e pessoas em geral, que são honestos e de boa fé, mas é importante ser precavido para evitar futuros transtornos.

Então, se fizer o seguro em seu nome, e o carro ainda for propriedade de outro, transfira para o seu nome o mais rápido possível.

Mas o melhor caminho a ser tomado ainda é somente contratar o seguro quando já se é o proprietário legal do novo carro.

Muitas vezes, o auto também já possui um seguro ativo.

Nesse caso, você pode solicitar ao vendedor que mantenha a proteção até que todos os documentos estejam devidamente transferidos.

Assim que a transferência for finalizada, entre em contato com o seu corretor e passe o seguro de seu carro anterior para o novo carro.

Se você quiser ficar com esse seguro que já estava vigente ao comprar o carro, saiba que é possível.

Mas, novamente, a precaução é necessária.

Entre em contato com a seguradora e avise que o condutor principal da apólice mudou e que a transferência de propriedade está em processo.

Se não tomar as devidas medidas, semelhantemente à situação que demos como exemplo acima, você poderá ter problemas.

Se a transferência entre proprietários não foi completada e você não conversou com a seguradora, mesmo o carro tendo sido comprado por você, quem é o proprietário legal ainda é o dono anterior.

Por isso, se enquanto você conduz o automóvel, houver um evento que gera indenização, ela não irá para você e pode ser até negada.

Isso acontece porque a seguradora não foi informada que você é o novo condutor principal.

A comunicação com a seguradora é fundamental.

Ela é a chave para evitar dores de cabeça.

Fale com o corretor

O seu corretor de seguros será o responsável por atuar em todo o processo de transferência da proteção.

Por isso, entre em contato com ele e explique o que você precisa.

Leve o carro para vistoria

Dificilmente as seguradoras solicitam vistoria de um carro 0 km.

Afinal de contas, não há avarias que podem aumentar o risco do seguro.

Porém, um carro seminovo deverá ser avaliado pela empresa.

Leve-o à oficina designada e aguarde a vistoria do auto, para que o corretor dê andamento no processo.

Negocie o preço

Com o corretor, verifique a diferença do valor do seguro antigo em relação ao novo.

Assim, você poderá negociar descontos ou o uso de bônus a que você tem direito com a seguradora.

Nesse momento você pode aplicar as dicas que te demos, fale das pesquisas que fez, conte sobre os outros preços de seguro auto no mercado, etc.

Essa também é uma boa hora para fazer alterações no seguro auto, como incluir ou excluir serviços.

É essencial que você tenha a consciência de quais aspectos seu seguro auto deve ter.

Analise as mudanças que o novo carro trouxe.

Sua frequência de uso mudou?

O novo automóvel é mais suscetível a roubos?

Surgiu a necessidade de retirar ou incluir outro condutor na apólice?

Dados pessoais precisão de atualização?

Lembre-se que manter a transparência no fornecimento de dados é vital.

Se você der informações incorretas ou falsas, quando precisar recorrer ao seguro auto não receberá a assistência, pois ela será negada.

Tenha tudo anotado e documentos em mãos para resolver as questões pendentes e aproveitar o máximo da situação em seu favor.

Essa conversa com o corretor, em qualquer uma das etapas, pode ser realizada por telefone, pessoalmente na seguradora ou até em uma consulta em sua casa.

Transfira o seguro do carro

Após ter a nota fiscal e a vistoria em mãos, o corretor fará o Endosso de Substituição na apólice do seguro.

Isso vai transferir a proteção de um carro para o outro, com as mesmas coberturas e condições.

Todo este processo costuma demorar apenas um dia, dependendo da disponibilidade do seu corretor e da seguradora.

Então, não pense duas vezes antes de garantir que seu carro novo também fique protegido!

Assim, você não perderá o valor que já pagou no seguro antigo, e nem correrá o risco de expor seu veículo aos problemas do dia a dia.

No SeguroAuto.org você consegue cotar a proteção e descobrir por quanto o seguro do seu carro novo vai ficar.

A pesquisa pela internet facilita muito a comparação de preços e condições entre as diversas seguradoras do mercado.

Então, aproveite e faça sua cotação antes de transferir o serviço!

Foto de Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV, possui curso técnico em Direito do Seguro e atualmente cursa Gestão de Seguros. Possui mais de 2.000 textos e 5 e-books publicados na área de seguros.

9 Comentários

  • Curso de auriculoterapia says:

    Aqui é a Fernanda.

    Parabéns pelo conteúdo do seu site. Gostei muito deste artigo.

    Tem muita qualidade e vou acompanhar o seus artigos.

  • Sueli Barbosa says:

    Bom dia,

    Para fazer a transferência do carro atual para o carro semi novo, qual documento preciso?
    Pois tenho 62 anos e me falaram que talvez eu tenha que pagar uma diferença pouca, pois tenho bônus ou talvez não pague nada, isso procede? Estou com essa seguradora há 30 anos. Espero a resposta.

    Muito obrigada e tenha um bom domingo.

    Att.

  • Sueli Barbosa says:

    Oi,

    Para fazer a transferência do carro atual para o carro semi novo, qual documento preciso ?

    Obrigada.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Sueli,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Por favor, entre em contato com seu corretor para que possa ajuda-la.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente

  • Lilian Branco says:

    Bom dia,

    É normal a cobrança de um Kit Apólice de R$ 200,00 para a troca do veículo no seguro? Todas as companhias realizam esta cobrança?

    Obrigada

  • Rufa Donath da Rocha says:

    Boa tarde,

    Estou trocando de carro, um Elantra por um carro 0 km também da Hyundai, Creta. Fui informada pelo meu corretor que um dos dois carros ficará descoberto por algumas horas, uma vez que entrego o carro na parte da tarde e recebo o novo na hora e que a vigência do seguro é sempre a partir de 0 horas.
    Sempre fiz o endosso do seguro na troca dos carros e sempre informei junto ao seguro já com tudo planejado, o horário de saída da concessionária para valer para o novo carro.
    Como podemos resolver esse impasse?
    Qualquer trajeto percorrido na cidade do Rio de Janeiro sem seguro é inadmissível.
    Não posso ficar sem carro e também não posso ficar sem a cobertura do seguro até a hora da troca.
    Será que teria que procurar outra seguradora?
    Não concordo com essa política, principalmente porque antigamente não era assim.

    Minha apólice é 228XXXXX.

    Grata

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Rufa,

      Obrigada por comentar no seguroauto.org,
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página para que um corretor entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Adriano says:

    Boa tarde,

    Quero saber como faço pra transferir o seguro do meu carro para o outro que estou comprando. Se trata de um carro zero km. Por favor, entrem em contato comigo.

    Antenciosamente,
    A. Anders

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Adriano,

      Obrigada pelo contato,
      Para fazer a transferência do seu seguro, entre em contato com a seguradora responsável para que possam te ajudar.

      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *