Seta Balao

Simule o preço do seu seguro da sua moto

Qual é a marca da sua moto?

19 dicas para contratar um seguro de moto barato

Você tem uma bela e/ou funcional motocicleta e está precisando de dicas para contratar um seguro de moto barato? Acompanhe esse artigo e conheça as melhores dicas para alcançar uma boa economia na hora de se proteger.

As pessoas que possuem motocicletas e ainda não contam com a proteção de um seguro de moto certamente almejam contratar esse serviço.

Afinal, a tranquilidade que se usufrui apenas em saber que pode contar com o seguro em casos de acidentes ou qualquer problema que venha acontecer com o veículo, não tem preço.

No entanto, todo mundo sabe que seguro veicular, não é um dos serviços mais baratos, apesar de ser extremamente necessário atualmente.

E quando falamos de seguro de moto, esse valor pode ser ainda maior, quando comparado proporcionalmente ao de um carro.

Isso acontece porque, infelizmente, as motos protagonizam o primeiro lugar no ranking de veículos que mais se envolvem em acidentes de trânsito.

Os números mostrados no Boletim Estatístico da Semana Nacional de Trânsito de 2018, de indenizações por morte ou invalidez permanente realizadas pelo DPVAT, comprovam essa informação.

Porém, não existem motivos para se preocupar ou mesmo desistir de contar com um seguro de moto para seu veículo.

Afinal, existem algumas dicas que podem ajudar muito a conseguir um bom desconto na contratação desse serviço.

Se quer saber como contratar um seguro de moto barato, fique com a gente e conheça 19 dicas que lhe ajudarão nessa missão.

19 dicas para contratar um seguro de moto barato

Fonte: Pixabay

19 dicas para contratar um seguro de moto barato

  1. Opte por uma cobertura de seguro de moto mais simples

Existe disponível para o seguro de moto uma cobertura apenas para roubo e furto.

Ela é mais restrita, mas também, muito mais barata que a cobertura compreensiva, por exemplo, que atende diversos tipos de situações.

  1. Um seguro com rastreador também pode ajudar

Uma boa saída para contratar um seguro de moto barato, é escolher um que, além de ter uma cobertura mais simples, ainda conte com um rastreador.

Assim, em caso de subtração de veículo, as chances de resgatá-lo são muito maiores.

  1. Cote com diversas empresas

O único jeito de saber que se está pagando pouco é fazendo uma cotação com diversas empresas do setor de seguros.

Assim, além de poder escolher a que possui o melhor atendimento e contar com menos reclamações dos clientes, você ainda garante uma boa economia.

  1. Conte com um corretor de seguros

Eles são as pessoas mais preparadas para pesquisar e encontrar valores mais baixos, além de saberem negociar pelos clientes.

Por isso, vale a pena procurar um corretor que esteja devidamente credenciado e seja, minimamente, confiável para contratar seus serviços.

  1. Deixe todo o seu perfil e rotina bem detalhados

Quanto mais informações sobre você, sua moto e sua rotina forem fornecidas ao corretor ou empresa de seguros, maiores serão as possibilidades de o profissional, ou você mesmo, escolherem apenas as opções de cobertura que realmente sejam úteis.

  1. Escolha o tipo certo de franquia

Existem, pelo menos, três tipos de franquia para seguros de moto: a ampliada, a básica e a reduzida.

E é fundamental que se escolha o tipo certo de franquia para o seu orçamento.

Assim, uma boa parte do seu gasto atual ou futuro será poupada em caso de acidentes.

  1. Escolha a cobertura ideal

É de extrema importância que se conheça os tipos de coberturas existentes e as que realmente são necessárias no seu dia a dia.

Fazendo isso, evitam-se gastos desnecessários com coberturas extras que podem ser interessantes no momento da contratação, mas que depois não serão úteis.

  1. Atente-se a sua classe de bônus

Assim como nos seguros de carro, a classe de bônus também existe no seguro de moto, e vale a pena estar atento a ela na hora de contratar um seguro de moto barato.

Uma dica extra para que essa se mantenha sempre alta e em constante crescimento é não acionar o seguro em situações que seja preciso fazer o pagamento de franquia.

  1. Tenha um bom histórico de condução

Motoristas que possuem um bom histórico – sem acidentes, multas ou muitos acionamentos de seguros anteriores -, conseguem contratar um seguro de moto barato.

  1. Evite deixar a moto passar a noite na rua

Outro fator que pode fazer com que o seguro de moto encareça é o fato de deixá-la passar a noite na rua.

Se não possui garagem na sua casa, alugue uma. Muitas vezes, o valor de um aluguel de garagem é muito mais em conta que um acréscimo na apólice devido à exposição ao risco de furto.

  1. Prefira sempre deixar a moto em estacionamentos

Deixar a moto estacionada na rua durante o período de trabalho ou estudo diário também pode encarecer a apólice de seguros.

Então, procure sempre deixar sua motocicleta em estacionamentos com segurança.

  1. Mantenha suas contas em dia

Ter o nome sujo, ou restrições no seu CPF não lhe impedem de contratar um seguro de moto, no entanto, podem encarecer bem a apólice.

Verifique uma forma de limpar seu nome e fique tranquilo.

  1. Mantenha a manutenção da moto em dia

Veículos com a manutenção ruim apresentam sinais na vistoria que podem fazer com que a seguradora se recuse a oferecer um seguro.

Ou pior, pode fazer com que a empresa aumente o valor da apólice.

Por isso, é fundamental que você tenha sua moto funcionando muito bem e mantenha a manutenção indicada de fábrica sempre em dia.

  1. Instale um rastreador na sua moto

Se você encontrar uma cobertura muito interessante em uma seguradora que não trabalhe com rastreadores, você pode optar por contratar o serviço de rastreamento a parte.

Contar com um rastreador na moto fará com que o valor da cobertura de seguro cotada caia consideravelmente.

  1. Opte por um rastreador com bloqueador

Se além do rastreador você tiver um sistema de bloqueador, certamente seu desconto na contratação do seguro de moto será ainda maior.

Esses sistemas são responsáveis por cortar o fornecimento de combustível ao motor, fazendo com que o veículo pare de andar. E esse comando pode ser enviado remotamente.

  1. Cote o seguro antes de comprar a moto

Se você ainda não comprou sua moto, mas já está pensando em contratar o seguro, faça cotações com os modelos que pretende comprar e veja qual delas apresenta um orçamento mais acessível.

  1. Opte por modelos menos visados

Essa dica também é válida para quem ainda não comprou sua moto, alguns modelos são muito visados por bandidos, e consequentemente possuem seguros mais caros.

Por isso, vale a pena fazer uma pesquisa mais aprofundada e optar por modelos menos interessantes aos olhos dos ladrões.

  1. Quanto mais nova for sua moto, melhor

Vale dizer também que, quanto mais nova for a sua moto, mais barato será o seguro para ela.

Então, se você ainda não comprou e está pensando em adquirir um modelo usado, mais antigo por questão de economia.

Saiba que, quando se trata do seguro de moto, essa opção não vale a pena.

Quanto mais antiga é a moto, mais difícil é encontrar peças de reposição para ela em caso de sinistro parcial.

  1. Prefira motocicletas com menos quilômetros rodados

Além disso, a quilometragem também é considerada pela seguradora, uma vez que, quanto mais um veículo anda, maiores são as chances de ele apresentar problemas mecânicos e ocasionar um acidente.

Essas são as principais dicas para contratar um seguro de moto barato.

Se você se manter atento a todas elas, certamente conseguirá contratar um seguro muito mais barato. Faça já sua cotação!

Leia mais artigos sobre:

1 comentário

  • João Aílton Bezerra Alves says:

    Olá,

    Muito boa a dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *