Seta Balao

Simule o preço do seu Seguro Auto

Qual é a marca do seu carro?

Qual o prazo para acionar o seguro em caso de colisão?

Após uma colisão, nem sempre é possível ligar para a seguradora imediatamente. Você pode, por exemplo, ter batido o veículo no dia em que tinha um evento importante. Mas calma: existe um prazo para acionar o seguro em caso de colisão. Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa sobre o assunto!

Após qualquer sinistro, o usuário conta com um prazo para acionar a sua seguradora. Se o seu carro possui esse tipo de proteção, é fundamental que você conheça este prazo.

Afinal de contas, você se sentirá mais seguro em aguardar certo tempo para o registro.

Todo mundo está sujeito imprevistos, como uma colisão em um dia importante. A reunião da sua promoção na empresa está marcada, ou a apresentação do seu filho na escola está prestes a começar.

Nessas horas, você pode se encontrar dividido. É melhor prosseguir com a ocorrência e acionar o seguro, ou continuar para seu compromisso importante?

Antes de tudo, é importante avaliar a situação. Se houverem feridos, você precisará chamar a polícia e registrar um boletim de ocorrência no mesmo momento.

E, se houverem danos causados a terceiros, será primordial que você colete todos os dados necessários.

No entanto, se você estiver atrasado e nenhum dano colateral ocorreu a terceiros, existe uma saída simples: você poderá entrar em contato com o seguro depois.

Na verdade, independentemente da seguradora com a qual você trabalha, você terá um prazo considerável para acioná-la.

Quer saber mais sobre o prazo para acionar o seguro em caso de colisão? Então, continue lendo esse artigo e entenda melhor o assunto.

Qual o prazo para acionar o seguro em caso de colisão?

Imagem: Getty

O que é a prescrição do seguro?

A linguagem do seguro possui algumas palavras muito comuns nesse meio, mas pouco usuais em nosso dia a dia.

A prescrição do seguro é uma delas. Portanto, se você não sabe ao certo o que ela significa, não se preocupe, nós explicamos.

A prescrição, no caso dos seguros, é o que acontece sempre que a pretensão a um direito de cobertura é extinta.

Ou seja, é o prazo limite para que essa ou aquela situação seja reclamada junto a empresa de seguros.

Normalmente, esses prazos são todos previstos por lei, mas eles também podem variar de acordo com cada empresa.

Por isso, você deve estar sempre atento à sua apólice. Antes de assinar o contrato, verifique cada um dos prazos e regras para a cobertura.

Isso vai te ajudar a seguir as normas e garantir indenização, sempre que ela for necessária.

Prazo de prescrição para segurados

Geralmente, o prazo para acionar o seguro em caso de colisão para segurados é de 1 ano.

No entanto, a data em que esse período começa a ser contado pode variar conforme a cobertura do seguro contratado.

Ou seja, quando falamos de seguro de vida haverá um prazo, quando falarmos de seguro para invalidez, existirá outro, e assim por diante.

Como nosso foco é o seguro auto, você precisa saber que, nesse caso, o início da contagem deve ser feita a partir do dia do sinistro.

Independente do sinistro, a partir do dia em que ele acontecer, o segurado terá um ano para acionar o seguro auto.

Prazo de prescrição para terceiros ou beneficiários

Nos casos onde terceiros ou beneficiários devem receber a indenização, os prazos de prescrição costumam ser de 3 anos.

Aqui, a contagem também se inicia a partir do dia do sinistro. É importante orientar o terceiro quanto a este prazo, informando-o também sobre o contato da seguradora.

Também vale a pena coletar os dados do indivíduo, para aviso à empresa de seguro. Esses cuidados tornarão o processo de sinistro mais simples, para todos os envolvidos.

Para que o terceiro seja coberto pela sua seguradora, é importante que você tenha contratado a chamada cobertura para terceiros.

Porém, se essa cobertura não existir, e você for culpado pela colisão, deverá pagar o prejuízo do outro motorista do próprio bolso.

Quando acontece a suspensão da contagem do prazo?

Em alguns casos, é possível que o início da contagem para a prescrição do prazo seja suspenso.

Normalmente, esse prazo fica suspenso durante o período em que a empresa de seguros é acionada e inicia o processo de análise de risco.

Só após essa análise ela irá se posicionar a favor ou contra do pagamento da indenização.

Essa contagem só volta a caminhar quando o processo é devolvido com uma resposta positiva para quem o solicitou.

Isso independentemente da pessoa ser o segurado, o beneficiário ou um terceiro.

Prazos para a realização do boletim de ocorrência

Como dito anteriormente, o interessante é fazer o BO (Boletim de Ocorrência) na polícia o mais rápido possível.

No entanto, os prazos para que ele seja feito acompanham os prazos de prescrição para acionar o seguro em caso de colisão.

Logo, se você for o segurado, terá o período de até 1 ano para fazer o boletim de ocorrência e acionar o seguro em caso de colisão.

E, se você for o terceiro ou um beneficiário, poderá contar com um prazo de até 3 anos para tomar as mesmas atitudes.

Para facilitar o registro, vale a pena sempre registrar fotos e vídeos da ocorrência.

Eles poderão ser anexados ao documento e facilitar a comprovação da colisão. Apenas com o BO é possível acionar a seguradora para pagamento da indenização.

Qual o prazo máximo para seguradora consertar veículo?

Após a abertura do processo de sinistro, a seguradora tem até 30 dias para finalizar o conserto do carro.

Seja o carro do segurado ou de um terceiro. O prazo é o mesmo para situações de perda total.

Ou seja, para quando os danos ao veículo são superiores a 75% do seu valor de mercado. Nesse caso, o indivíduo recebe indenização integral, para a compra de um novo carro.

De qualquer forma, é possível que a contagem do prazo seja interrompida. Isso só pode acontecer quando falta algum documento, e a seguradora o solicita ao indivíduo.

Na data do pedido do documento, a seguradora interrompe o prazo. Então, volta a contá-lo, de onde havia parado, no dia em que os dados forem entregues.

Para agilizar o processo de sinistro, é importante entregar todos os documentos logo de cara.

Quem pode receber a indenização do seguro?

Você sabia que o segurado não é o único que pode receber a indenização do seguro? Na verdade, são três os indivíduo que podem receber acionar o seguro auto em caso de colisão.

O prazo para comunicar sinistro varia, mas já foi explicado anteriormente.

Segurados têm até 1 ano para acionamento do seguro; terceiros e beneficiários podem entrar em contato com a seguradora pós 3 anos.

A seguir, falamos sobre cada um desses agentes de um seguro. Confira!

1. Segurados

O segurado é o indivíduo que contrata o seguro. Ou seja, é aquela pessoa cujo nome está na apólice da proteção e que é responsável pelo pagamento das suas “mensalidades”.

Essas são as pessoas que têm direito à indenização caso o veículo seja batido, roubado ou sofra outro sinistro listado na apólice.

2. Beneficiários

Já os beneficiários são as pessoas escolhidas pelo segurado e que aparecem na apólice do seguro. Elas são as indicadas como beneficiárias das indenizações em casos de sinistros.

Indicar um beneficiário é importante porque, caso o segurado não possa acionar o seguro, o segundo indivíduo poderá fazê-lo.

Isso pode ser necessário, por exemplo, quando o motorista, contratante do seguro, fica internado após a colisão ou vem a óbito.

3. Terceiros

Os terceiros são as pessoas prejudicadas por uma atitude realizada pelo segurado.

Caso o seguro possua cobertura para terceiros e assuma a culpa pelo ocorrido, este terceiro poderá obter indenização por danos materiais e morais.

As seguradoras também costumam quitar despesas médicas.

Como acionar a seguradora após colisão?

Registrar um sinistro e solicitar indenização é relativamente simples. O passo a passo é igual para todos os indivíduos, e deve ser seguido à risca.

Assim, o prazo de ressarcimento dos prejuízos será cumprido e garantir o auxílio ao usuário. São 5 passos principais.

1. Sinalize o local

Após uma colisão, é fundamental sinalizar o local. Para isso, você deverá sair do carro e utilizar o triângulo de sinalização disponível.

Lembre-se de que o triângulo é um produto de segurança obrigatório, e deve estar sempre à mão. É importante seguir a legislação de trânsito sobre a distância de sinalização do carro.

Esse cuidado vai alertar os demais motoristas da via e evitar novos acidentes.

Em seguida, é importante verificar se não há vítimas do acidente. Caso sim, é necessário chamar o SAMU ou Bombeiros, para o atendimento de emergência.

A polícia também deve ser acionada. Os veículos e vítimas só devem ser movidos caso não ofereçam risco à saúde dos envolvidos.

Caso sim, é importante aguardar a chegada da polícia e do socorro. Motoqueiros nunca devem ser movimentados após uma colisão.

2. Registre o BO

O passo seguinte consiste em fazer o registro da ocorrência. Para isso, lembre-se de solicitar os dados dos terceiros envolvidos e de algumas testemunhas.

Também vale a pena tirar fotos e registrar alguns vídeos da colisão. Isso vai facilitar a comprovação do que aconteceu.

Só é necessário um BO. Caso o terceiro necessite de indenização, basta entregar a ele uma cópia do Boletim.

3. Contate a seguradora

Logo depois, é necessário contatar a seguradora. Por telefone, a empresa irá prestar orientações sobre como entregar os documentos necessários.

4. Leve o carro à oficina

Antes de autorizar o conserto do carro, as seguradoras realizam uma avaliação do carro. Essa vistoria tem como objetivo verificar se houve perda parcial ou total do veículo.

Ela ainda avalia quais os danos provocados pela colisão, e quais são danos anteriores. Após um sinistro, a seguradora só paga pelos danos diretamente relacionados à colisão.

Com a autorização do conserto, o consumidor pode levar o veículo a uma oficina credenciada. Algumas seguradoras também permitem que o usuário escolha a oficina de sua preferência.

Nesse caso, porém, é necessário que a empresa aprove primeiro o orçamento do conserto.

5. Pague a franquia

Por fim, é necessário arcar com a franquia do seguro. A franquia é o custo de responsabilidade do usuário no reparo do carro.

Imagine que o conserto do seu veículo ficará em R$ 1 mil, e a franquia do seu seguro é de R$ 300. Isso significa que você pagará R$ 300 à oficina.

Enquanto isso, a seguradora irá arcar com os R$ 700 restantes. Não há cobrança de franquia na cobertura para terceiros, nem nos casos de perda total.

Como vimos nesse artigo, o segurado dispõe de um período de 1 ano para acionar o seguro em caso de colisão. O prazo é o mesmo para o registro do boletim de ocorrência.

Já o terceiro ou beneficiário possui um prazo de 3 anos. De qualquer forma, sempre tente acionar o seguro o mais rápido possível.

Isso vai agilizar a cobertura do seu prejuízo, além de tornar mais fácil provar o ocorrido.

Leia mais artigos sobre:
Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. É apaixonada pelo que faz.

12 Comentários

  • Roberto says:

    Boa tarde Senhores, tudo bem?

    Primeiramente parabéns pelo belo trabalho.

    Tenho uma dúvida. Nesse post os senhores dizem que o segurado tem um ano para acionar o seguro em caso de colisão. Entretanto, nas condições gerais do meu seguro diz que quaisquer que seja o tipo de sinistro o mesmo tem que ser comunicado à seguradora de imediato. Nesse caso, qual a legislação que está previsto o prazo de um ano.

    Aguardo breve retorno

    Muito obrigado
    07/09/2019

  • Sara says:

    Bom dia,

    Há alguns meses, sofri uma colisão com meu carro, o outro foi embora e acabei não fazendo o B.O até a data de hoje e não acionei o seguro. Já me informei e posso estar fazendo o B.O. Quanto tempo tenho para acionar o seguro?

    Aguardo resposta, por favor!

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Sara,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Davi Araujo Moreira says:

    Boa noite, fui terceiro de um acidente e meu carro ficou na oficina do seguro do carro que me atingiu por 40 dias, o problema é que cancelei o meu seguro nesse tempo acreditando que seria reparado pelo seguro do causador, o que não ocorreu. Mas o cancelamento foi após a batida, consigo aciona-lo?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Davi,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Leandro says:

    Boa tarde, sofri uma colisão e não consegui entregar o seguro na locadora de veículos em 12 horas, o prazo pra entrega do boletim é esse mesmo? Já que o mesmo fica pronto em dois dias dependendo do caso?

    Att

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Leandro,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

  • Valeria Linch says:

    Olá,

    Tive uma colisão há 5 meses atrás. Mas o terceiro arrumou o carro por conta própria, agora me procurou para eu pagar o que ele gastou. Tem como acionar meu seguro para terceiros, mesmo depois de o carro estar reparado?

    Até mais.

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Valéria,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

    • Ferraz says:

      Valéria, boa tarde,

      Sim existe esta possibilidade, seu seguro é contra danos materiais e se comprovado os danos pode juntar as NFS que sua seguradora deve ressarcir o terceiro.

      Ferraz,
      Ger. Risco

  • Roberto Francelino da Silva says:

    Bom dia,

    01/04/19 por volta dás 17:20 sofri uma colisão com meu carro. Até a data de hoje não acionei o seguro. Quanto tempo tenho para acionar o seguro?

    Aguardo resposta, por favor!

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Roberto,

      Obrigada por comentar no SeguroAuto,
      Para sinistros, entre em contato com a seguradora responsável.
      Caso você tenha interesse em fazer uma cotação ou renovação de seguro, preencha o formulário em nossa página clicando no link https://www.seguroauto.org/cote/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

      Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *